Menu
Bombou

A estreia da Arco na Nasdaq

Papel da empresa subiu 34% ontem, para US$ 23,50; grupo de conteúdo e serviços de ensino é avaliada em US$ 1,2 bilhão (R$ 4,8 bilhões)

27 de setembro de 2018
7:00 - atualizado às 9:54
Imagem: Divulgação

Após captar US$ 194,5 milhões (cerca de R$ 780 milhões) na bolsa americana Nasdaq, a cearense Arco Educação, grupo de conteúdo e serviços de ensino, quer ampliar o ritmo de crescimento dos negócios, com investimentos em tecnologia e novos produtos.

A estratégia pode incluir aquisições. Dona da plataforma SAS Sistema de Ensino e da International School, sistema de ensino bilíngue, a companhia vê espaço para aumento de participação de mercado, hoje em cerca de 5%, considerando os 8 milhões de alunos do ensino básico privado no Brasil.

Com o preço de US$ 17,50 definido para o início das negociações, o valor da empresa ficou em US$ 850 milhões (R$ 3,4 bilhões). Porém, após o papel subir 34% ontem, para US$ 23,50, o negócio ficou avaliado em US$ 1,2 bilhão (R$ 4,8 bilhões).

Não é a primeira

Essa é a segunda abertura de capital de uma empresa brasileira fora do Brasil em 2018. Em janeiro, a empresa de “maquininhas” PagSeguro, do UOL, fez seu IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) na Bolsa de Nova York, girando mais de R$ 7 bilhões. A Stone, que concorre com Cielo, Rede e a própria PagSeguro, também mira uma abertura de capital em solo americano até o fim do ano.

A Arco, que faturou R$ 195,1 milhões no primeiro semestre deste ano, 43% mais do que no mesmo período de 2017, diz que há bastante espaço para expansão no setor de educação básica privada no País. “Temos um oceano azul de oportunidades”, afirmou o presidente da Arco Educação, Ari de Sá Neto, em entrevista ao Estadão/Broadcast, lembrando que os pais brasileiros investem cada vez mais na educação dos filhos.

A Arco estreou na Nasdaq depois de vender mais de 11 milhões de ações e de observar uma elevada demanda entre os investidores estrangeiros. A oferta inicial de ações foi 100% primária, ou seja, todos os recursos provenientes da emissão vão direto ao caixa da companhia.

Além da família Ari de Sá, que é detentora de colégios no Ceará, a empresa tem como sócio o fundo de private equity General Atlantic há quatro anos, com 25% do capital, considerados os números de antes da abertura de capital. “Atraímos investidores da qualidade para a empresa, que têm foco no longo prazo e são especializados em tecnologia, que trarão conhecimento para a empresa”, disse Sá Neto. Segundo o executivo, a ideia foi, desde o princípio, realizar uma oferta nos Estados Unidos.

Oportunidade

O perfil do investidor estrangeiro, de longo prazo, ajudou a companhia a abrir seu capital a apenas duas semanas das eleições presidenciais no Brasil, fator que tem contribuído para a volatilidade no mercado brasileiro e deixado a Bolsa paulista parada.

“Para esse investidor (de longo prazo), a volatilidade de curto prazo não preocupa. No fim do dia, a aposta é na empresa, nos produtos, no crescimento. O modelo de negócio é forte e nos últimos anos conseguimos crescer muito, mesmo no período de recessão”, frisou.

Os bancos coordenadores da oferta foram Goldman Sachs, Morgan Stanley, Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch, BTG Pactual, UBS e Allen & Co.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também

Quem é a Pi

Somos uma plataforma aberta de investimentos formada por um time com pessoas de diferentes perfis, unidos por um único propósito: ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente. #Simples, porque temos uma loja de investimentos 100% digital a sua disposição mesmo antes de você abrir a conta; #Seguro […]

Tem que mudar isso aí!

Líderes de 13 partidos divulgam documento de apoio à Previdência, mas sem BPC e aposentadoria rural

Partidos que, juntos, somam 291 deputados também querem barrar proposta que retira da Constituição algumas regras para concessão e cálculo de benefícios

Olha a bomba!

Líderes de partidos na Câmara concordam em votar PEC que aumenta o poder do Congresso sobre o Orçamento

Projeto de 2015 foi ressuscitado pelos deputados em meio à crise política com o governo e pode ir a plenário já nesta terça-feira

Turma preocupada

Governadores alertam Guedes sobre a condução da reforma da Previdência

Líderes estaduais afirmam que a reforma da Previdência é uma condição de sobrevivência para União, Estados e municípios

Foi por pouco!

Ausente da CCJ, Guedes apanha, mas não será convocado

Ministro da Economia cancelou participação em audiência pública e virou alvo da oposição, mas deputados fecharam acordo para que Guedes compareça à comissão na quarta-feira da próxima semana como convidado

Agora vai?

Empresário deve assumir a comunicação do governo Bolsonaro

Mudança ocorre em meio ás críticas de que a comunicação do Planalto não “desenrolou” e que “já é abril e nada avançou”

DE OLHO NO GRÁFICO

Bull trap no ibovespa e S&P – Proteja-se

Coluna traz vídeos sobre análise gráfica e dicas de investimentos. Terças e quartas o tema é o mercado de ações. Quinta-feira é a vez das criptomoedas

Negócio de gigante

Uber compra Careem, sua rival no Oriente Médio, por US$ 3,1 bilhões

Negócio vai permitir que a Uber amplie sua influência na grande região que vai do Marrocos ao Paquistão

Tá feia a coisa

Avianca faz audiência para devolver aeronaves após eliminar rotas e fechar bases operacionais

Empresa justifica que as mudanças fazem parte de um processo de readequação das operações e redução da frota

De bem com o governo?

Maia volta ao time defensor da Previdência e se diz “preocupado com o Brasil sem reforma”

Presidente da Câmara defendeu o ministro Paulo Guedes após ele ter cancelado a participação na Comissão de Constituição e Justiça

Debate da reforma da Previdência

Oposição começa a recolher assinaturas para obrigar Paulo Guedes a comparecer à CCJ da Câmara

Iniciativa para convocar o ministro da Economia acontece após ele ter dar um “bolo” na comissão nesta terça-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu