🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
APÓS A TEMPESTADE

Colhendo os cacos do Inverno das Criptomoedas: plataforma de staking da Gemini deve começar a devolver ativos dos clientes neste mês

O anúncio foi feito após a Justiça aprovar o plano de recuperação judicial do Digital Currency Group (DCG)

Renan Sousa
Renan Sousa
19 de maio de 2024
12:44 - atualizado às 10:23
Geneses e Gemini empresas trocam farpas no twitter após suspensão de contas de rendimento em criptomoedas
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

Após o Longo Inverno Cripto, os investidores devem começar a rever suas criptomoedas. Depois de um possível “efeito FTX” nos preços dos principais ativos digitais, a bola da vez é a plataforma Gemini, corretora de criptomoedas (exchange) da empresa de investimentos em cripto Digital Currency Group (DCG)

A Gemini Earn, do segmento de lending e staking de criptomoedas da corretora, começa os reembolsos aos clientes até o fim deste mês, de acordo com o portal The Block.

O anúncio aconteceu após o juiz de falências dos Estados Unidos, Sean Lane, aprovar o plano de recuperação judicial da Genesis, do segmento de investimentos do grupo. Assim, devem ser devolvidos cerca de US$ 3 bilhões aos credores.

Recapitulando, tanto o DCG quanto o Gemini sofrem processos na corte de falências dos EUA, após as plataformas sofrerem com os problemas envolvendo o fundo de investimentos Three Arrows Capital (3AC) e a Alameda Research, do grupo FTX, levaram ambas as empresas para o fundo do poço

A Gemini é uma das credoras da Genesis e a aprovação do plano prevê a devolução dos ativos aos clientes.

  • Já quis saber o que acontece nos bastidores do mercado cripto? O especialista Valter Rebelo estará no maior evento de criptomoedas do mundo e vai mostrar tudo em uma transmissão gratuita. Faça sua pré-inscrição aqui.

Acordo do Gemini com os credores

Agora, como parte do acordo relacionado ao Gemini Earn, os credores começarão a receber os ativos que lhes são devidos entre o fim deste mês e o início do próximo, anunciou a empresa.

De acordo com o plano, cerca de 97% dos fundos devidos serão reembolsados ​​inicialmente. Os reembolsos será feito em criptomoedas — isto é, se o cliente que depositou um BTC no protocolo, ele receberá esse bitcoin de volta. 

Esse foi um dos pontos de discordância entre as empresas, tendo em vista que o valor das criptomoedas variou muito do início do pedido de falência para cá. O plano de falência da FTX, por exemplo, reembolsará o valor em dólares aos clientes. 

DCG foi contra o plano

O juiz rejeitou a objeção feita pelo DCG antes de se posicionar a favor do plano.

A DCG argumentava que o montante reivindicado pelos clientes deveria ser pago em dólares americanos, com a conversão feita no momento do pedido de recuperação judicial das empresas, em janeiro de 2023.

Como argumento, o juiz Lane afirma que a empresa estaria ignorando quase um ano e meio de ganhos em todo o setor de criptomoedas.

Pegando como exemplo o bitcoin, nesse intervalo de tempo, se valorizou mais de 230%, saindo do patamar de US$ 20 mil para os US$ 66.800, de acordo com as cotações do Coin Market Cap deste domingo.

Compartilhe

CRYPTO INSIGHTS

Estamos apenas no começo de um novo ciclo do bitcoin (BTC)? 6 gráficos para entender o momento atual do ‘bull market’ — e onde estamos agora

18 de junho de 2024 - 15:56

O BTC já atingiu seu all time high esse ano e segue próximo dessa faixa sem mesmo o FED ter começado o corte de juros nos Estados Unidos

SOMBRA DO GAVIÃO

Bitcoin (BTC) se aproxima de “nível crítico” e pode cair ainda mais; veja o que movimenta a semana das criptomoedas

17 de junho de 2024 - 10:49

Os investidores internacionais reagem ao comunicado da semana passada do Federal Reserve (Fed, o Banco Central dos Estados Unidos), além de analisar dados on-chain

CHEGAMOS AO FIM

Acabou: Laboratório responsável pela Terra (LUNA) pagará US$ 4,5 bilhões para SEC e encerrará atividades — como fica “nova” criptomoeda agora?

13 de junho de 2024 - 19:15

Chris Amani, CEO da Terraform Labs, publicou no X, antigo Twitter, que, a partir de agora, a comunidade da criptomoeda Terra é quem cuidará do protocolo

MELHORES DO ANO

Enquanto EUA celebram primeiros ETFs de criptomoeda, Brasil tem 11 fundos do tipo — que tiveram o melhor desempenho de 2024 até agora; veja

13 de junho de 2024 - 6:22

Só em 2024, o bitcoin avançou cerca de 60%, enquanto os ETFs brasileiros também têm variações positivas, na casa dos dois dígitos — vão de 14% e chegam a 69%

RALI EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) passa pelo primeiro teste de fogo e mira os US$ 70 mil, mas segundo round pode ser ainda mais difícil de superar; entenda

12 de junho de 2024 - 11:03

O começo eletrizante dos negócios nesta quarta-feira (12) se deve à divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) dos EUA

CRYPTO INSIGHTS

Até quando o bitcoin (BTC) vai ficar de lado?

11 de junho de 2024 - 19:31

Não estamos ainda no auge do bull market, pois o fator fundamental para isso (liquidez) ainda está em níveis não favoráveis para as conhecidas e tão desejadas alavancadas de preço

NEGATIVO

Entenda os dois fatores que fizeram o bitcoin (BTC) cair quase 4% hoje e derrubam o mercado de criptomoedas

11 de junho de 2024 - 11:03

No caso das criptomoedas, as liquidações nas últimas 24h cresceram mais de 200%, atingindo o patamar de US$ 195,41 milhões, segundo o CoinGlass

EM ALTA

Bitcoin (BTC) supera fase de consolidação de preços e toca os US$ 71 mil; ethereum (ETH) e outras criptomoedas sobem hoje

4 de junho de 2024 - 15:10

O último grande evento do mercado havia sido a aprovação dos primeiros ETFs de ethereum (ETH) à vista (spot) dos Estados Unidos

SEM LASTRO NEM RASTRO

A incrível história da ‘rainha cripto’ que deu um golpe de mais de R$ 20 bilhões — e hoje ninguém sabe se ela está escondida ou morta

3 de junho de 2024 - 16:06

Conhecida como rainha cripto, Ruja Ignatova não é vista desde 2017 — e especula-se que isso tenha relação com seu suposto envolvimento com um mafioso búlgaro

FIM DE SEMANA EM CRIPTO

O que a aprovação do primeiro ETF de ethereum (ETH) à vista dos EUA tem a ver com o bitcoin (BTC) na Zona da Banana; entenda aqui

1 de junho de 2024 - 15:37

A maior criptomoeda do mundo “estacionou” no patamar próximo dos US$ 68 mil, enquanto as demais moedas também tem valorizações modestas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar