🔴 RENDA MÉDIA DE ATÉ R$238,02 POR DIA COM APENAS 4 CLIQUES – SAIBA COMO

Após o halving, um protocolo ‘surge’ para revolucionar o bitcoin (BTC): entenda o impacto do protocolo Runes 

Sim, o halving aconteceu, mas não é essa atualização que vamos falar hoje, mas sim uma atualização que mudou a história da rede

23 de abril de 2024
8:38 - atualizado às 13:53
bitcoin
Imagem do Bitcoin estilizada com flores ao redor. - Imagem: Freepik

Saudações! Marcello Cestari novamente aqui e escrevendo para vocês. Para aqueles que não me conhecem, sou o trader e analista responsável por todos os fundos de bitcoin (BTC) e criptoativos na Empiricus Gestão.

Além do trabalho na gestora, regularmente produzo conteúdo e análises aprofundadas sobre o mercado de criptoativos em meu Instagram @cestari.crypto e escreverei mais vezes aqui nos insights, qualquer comentário, feedback ou dúvida podem me procurar no Instagram sem problema algum.

Sim, o halving aconteceu no dia 19/04, por volta das 21h20 no horário de Brasília, e a recompensa dos mineradores caiu pela metade, passando de 6,25 bitcoins para 3,125 bitcoins.

No entanto, não é exatamente sobre essa atualização que vamos abordar hoje, mas sim de uma atualização no passado que mudou a história da rede e impactou esse último halving.

Além do halving do bitcoin: o que acompanhar

O Bitcoin recebeu uma atualização em novembro de 2021, chamada Taproot, que aumentou a capacidade de dados dos blocos do Bitcoin e desempenhou um papel importante na ativação do protocolo Ordinals.

Posteriormente, permitiu a base para os tokens BRC-20. Ordinals é uma tecnologia que permite a inscrição de ativos digitais em 1 satoshi, que é a menor unidade de fração de um bitcoin.

1 satoshi = 0,00000001 BTC. Em dezembro de 2022, o protocolo Ordinals foi lançado. Ele basicamente permite a inscrição de dados fungíveis, como textos, imagens, arquivos de código e áudio no código do Bitcoin.

Nesse contexto, surgiram os tokens BRC-20, que são um padrão de token experimental para a blockchain do Bitcoin e permitem aos desenvolvedores criar e transferir tokens fungíveis na blockchain do Bitcoin utilizando o protocolo Ordinals.

Diferentemente dos padrões dos tokens tradicionais, como por exemplo o ERC-20 na Ethereum, os tokens BRC-20 não têm suporte para contratos inteligentes e dependem de inscrições dos Ordinals para sua funcionalidade.

Enquanto os tokens ERC-20 são criados por meio de código de contrato inteligente, os tokens BRC-20 são criados inscrevendo arquivos JSON em satoshis individuais.

Em linhas gerais... Como isso afeta o bitcoin

A grande questão é que a rede do Bitcoin é uma rede em que um bloco é minerado mais ou menos a cada 10 minutos e cada bloco só cabe 4 megabytes de informação.

Quando você começa a inscrever informações dentro desse bloco, ele fica mais pesado e a rede começa a ficar mais lenta, consequentemente, as taxas aumentam.

Há quem não goste dessa ideia, justamente por conta do aumento considerável nas taxas das transações do Bitcoin e também pela não utilização de contratos inteligentes, consequentemente deixando a utilidade da tecnologia limitada (até o momento).

Por outro lado, existem aqueles que acreditam ser o futuro na rede do Bitcoin, uma vez que essas inscrições futuramente podem ser aplicações com diferentes funcionalidades, principalmente com o número crescente de projetos que estão adotando o padrão.

Como chegamos ao Runes do bitcoin

Nessa perspectiva, o criador do protocolo Ordinals, Casey Rodarmor, trouxe o conceito do protocolo Runes com o objetivo de substituir o padrão de token BRC-20.

Runes foi lançado exatamente após o 840.000º ter sido minerado e o 4º halving da história do Bitcoin ter acontecido. Basicamente, esse protocolo tem como objetivo facilitar a criação de tokens fungíveis na rede do Bitcoin e, consequentemente, melhorar essa questão das taxas caras da rede por conta das inscrições atuais.

O BRC-20 é uma forma de utilizar o protocolo Ordinals para a inscrição de arquivos de texto na rede, e os arquivos de texto eram os tokens fungíveis e seu grande detrator é a necessidade de muitas transações para o token BRC-20 existir.

Quando você faz o deploy de um token BRC-20, você precisa realizar 2 transações. Quando faz o mynt mais 2 transações e, por fim, a transferência necessita mais 3 transações.

Com o protocolo Rune, é necessário 2 transações para realizar o deploy do token, 1 transação para myntar e 1 transação para realizar a transferência, então, basicamente, reduz pela metade o número de transações e é menos desgastante para a rede.

Integração com a rede rápida do BTC

Além disso, Casey criou o protocolo pensando em uma integração na Lightning do Bitcoin, então você faz a inscrição dentro da rede do Bitcoin, mas depois pode ser negociado na lightning do bitcoin.

O mercado se mostrou tão empolgado e interessado com esse novo protocolo que, na semana passada, mesmo antes do lançamento do protocolo Runes, já existiam alguns projetos de NFTs na rede do Bitcoin que anunciaram o airdrop de tokens padrão Runes para quem detinha esses projetos.

Apesar dos tokens serem fungíveis, o mercado enxerga valor justamente na posição em que o “sat” que recebeu a inscrição ocupa.

Por exemplo, um “sat” que faz parte do primeiro bloco minerado da história tem muito mais valor do que um "sat” que faz parte de um bloco qualquer. Inclusive, rolou uma competição para minerar o bloco responsável pelo halving, pois é um bloco histórico e, consequentemente, os “sats” dentro dele também são históricos.

Um e o mercado chegou a estimar que o “satoshi” dentro desse bloco teria um valor de mercado de aproximadamente 1 milhão de dólares, ou seja, mais caro do que o próprio preço do bitcoin. Um sujeito pagou em uma transação:

  • 673.200.000 sat
  • 6,732 BTC
  • US$ 429.831,00
  • R$ 2.232.327,30

Para estar no bloco 840.000.

Valor pago na transação do blcoo 840.000

Fonte: Mempool.Space

O aumento incomum das taxas na rede do Bitcoin ressalta a importância das Lightning Networks e das segundas camadas. Enquanto projetos como Stacks (STX) buscam melhorar a escalabilidade do Bitcoin, outros estão desenvolvendo soluções para ampliar as transações no protocolo Runes.

Apesar das preocupações com taxas elevadas, pela foto acima é possível afirmar que o mercado tem enxergado valor em toda essa narrativa e está entusiasmado com as inovações e aplicações na rede do Bitcoin, evidenciando um otimismo quanto ao surgimento de novas tecnologias e soluções para os desafios existentes.

Variações semanais (15/04/24 a 22/04/24) 

🪙 Bitcoin (BTC)

Preço: US$ 66.603 65.750 | Var. +1,29%

🪙 Ethereum (ETH)

Preço: US$ 3.195 | Var. +4,20%

🌐 Dominância Bitcoin: 55,26% (Var. -0,80%)

* dados referentes ao fechamento em 22/04/24

  • O mercado está otimista com a inovação na rede do Bitcoin – mas não é só o BTC que sai ganhando com isso. A Empiricus Research montou uma lista de criptomoedas menores que podem acompanhar e SUPERAR as valorizações do Bitcoin – clique AQUI e veja como acessar.

Tópicos da semana 

  • A Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) está considerando a possibilidade de adotar o modelo de negociação 24 horas por dia: seguindo o exemplo dos mercados de criptomoedas. A equipe de análise de dados da NYSE enviou uma pesquisa aos interessados para avaliar se as negociações contínuas deveriam ocorrer também nos fins de semana, contrastando com o atual horário das 9h30 às 16h ET. Enquanto os mercados de criptomoedas operam sem interrupções, permitindo flexibilidade e mais oportunidades de negociação global, a iniciativa da NYSE surge em meio ao crescimento das negociações de varejo durante a pandemia. Paralelamente, a startup 24 Exchange busca a aprovação da Securities and Exchange Commission (SEC) para lançar a primeira bolsa ininterrupta, respaldada pelo fundo Point72 Ventures de Steven Cohen, proprietário do New York Mets. Apesar de uma tentativa anterior ter sido retirada devido a questões operacionais e técnicas, a SEC tem meses para revisar os planos da empresa.
  • O Bitcoin está passando por um momento de "verão DeFi": à medida que os mineradores arrecadam um recorde de US$100 milhões após o halving, de acordo com Bernstein. Os analistas destacam que a nova padronização de tokens chamada Runes está impulsionando recompensas diárias de mineradores e taxas de transação recordes. Após o halving, os mineradores de Bitcoin geraram mais de US$100 milhões em recompensas em 20 de abril, com cerca de US$80 milhões apenas em taxas de transação. O protocolo Runes, desenvolvido por Casey Rodarmor, está entre os principais impulsionadores dessa atividade, oferecendo uma solução mais eficiente para a criação de tokens no Bitcoin. Embora as taxas médias de transação tenham caído desde o halving, a expectativa é que os mineradores continuem a desfrutar de benefícios significativos no curto prazo, impulsionados pelo fervor especulativo e pela crescente demanda por tokens fungíveis no Bitcoin.
  • A plataforma de mercado de NFT Magic Eden lançou uma nova plataforma para Bitcoin Runes: permitindo aos usuários trocar por BTC e comprar Runes e Ordinals com sua carteira Magic Eden. Embora inicialmente planejado para lançamento em 23 de abril, a plataforma Runes da Magic Eden foi concluída antes do prazo. Essa iniciativa representa um passo evolutivo significativo para o Bitcoin, oferecendo uma maneira mais eficaz de criar tokens fungíveis na rede. Além disso, a Magic Eden tem sido uma defensora ativa dos Bitcoin Ordinals, oferecendo suporte a esses tokens desde março de 2023 em seu mercado de NFTs. Com uma ampla gama de suporte de carteira, incluindo Ethereum e Polygon, a Magic Eden demonstra ser um balcão único para todas as necessidades relacionadas ao Bitcoin e aos tokens associados.

Gráfico da semana  

Taxa de inflação anual Bitcoin vs Ouro. Fonte: Twitter

O gráfico acima e mostra que após o halving que aconteceu na semana passada o Bitcoin passou a ter uma inflação anual menor (0,8%) do que a inflação anual do Ouro (1,4%) e se tornou um ativo mais escasso que o ouro (talvez um dos únicos a conseguir esse feito), e essa diferença só tende a aumentar com os próximos halvings.

Por fim, vale salientar que escrevo aqui no Crypto Insights como convidado do time da Empiricus Research, uma vez que faço parte do time da Empiricus Gestão. Mas é sempre um prazer escrever aqui para vocês e agradeço novamente pelo convite. 

Forte abraço,

Marcello Cestari - Instagram: @cestari.crypto

Compartilhe

SALTO EM CRIPTO

Aprovação do ETF de ethereum (ETH) impulsiona criptomoedas hoje; bitcoin (BTC) salta para US$ 70 mil

27 de maio de 2024 - 14:14

Quatro meses depois da aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin à vista (spot), o mercado celebra a mesma notícia, mas agora para o ethereum (ETH)

CONVERSA COM DIRETOR

Fundo de criptomoedas por R$ 0,01: executivo explica estratégia da gestora do Banco do Brasil (BBAS3) para disponibilizar produto para público amplo

27 de maio de 2024 - 6:01

Entre outras mudanças ocorridas na gestão do fundo, Mário Perrone, diretor comercial e de produtos da gestora, contou para o Seu Dinheiro o motivo

CRIPTOMOEDAS

A SEC mudou de ideia em relação às criptomoedas? Aprovação de ETF de ethereum (ETH) sugere que isso pode ter começado a acontecer

26 de maio de 2024 - 11:27

Xerife do mercado financeiro norte-americano concedeu aval para o funcionamento de ETFs de ethereum à vista

SINAL VERDE

É oficial: ETF de ethereum (ETH) spot é aprovado pela SEC após grande expectativa do mercado; efeito será o mesmo que no bitcoin (BTC)?

23 de maio de 2024 - 18:34

De acordo com o analista Geoff Kendrick, o ethereum deve chegar ao fim de 2024 no patamar de US$ 8 mil, alta de praticamente 100%

MOEDA DO BC

Mesmo com falhas de privacidade, piloto do real digital (Drex) entrará em segunda fase de testes — mas lançamento é adiado de novo 

22 de maio de 2024 - 13:10

O BC informou mais cedo que o lançamento do Drex ficou para o final de 2025; antes, o cronograma apontava para algo entre o fim de 2024 e começo de 2025

PEPPERONI E MARGUERITA

Duas pizzas por R$ 3,5 bilhões? Entenda por que os entusiastas das criptomoedas celebram o Bitcoin Two Pizza Day

22 de maio de 2024 - 9:06

Em 2010, Laszlo Hanyecz desembolsou 10 mil bitcoins para pagar por duas pizzas. Na época, esse montante equivalia a apenas US$ 70

EM FORTE ALTA

Entenda a notícia que impulsiona o ethereum (ETH) quase 20% e faz o bitcoin (BTC) ultrapassar os US$ 71 mil hoje

21 de maio de 2024 - 8:28

A notícia de que aumentaram as chances de um ETF de ethereum spot ser aprovado pela SEC animou as criptomoedas

NAS MÃOS DO BC

Faltam apenas três passos para que o Banco Central regule o mercado de criptomoedas no Brasil; confira o cronograma

20 de maio de 2024 - 17:31

A instituição ressalta que deve dar atenção especial às regras de prevenção à lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo

SUBSTITUIÇÃO

CEO do maior fundo de bitcoin (BTC) do mundo renuncia em meio à debandada de investidores do GBTC

20 de maio de 2024 - 14:24

Quem assumirá seu lugar interinamente será Peter Mintzberg da empresa a partir de agosto, além de se juntar ao conselho de administração da Grayscale

VAI APAGAR A LUZ

Venezuela vai desligar máquinas de mineração de bitcoin (BTC) no país; você deveria se preocupar?

20 de maio de 2024 - 9:32

Vale lembrar que a Venezuela é um país que sofre várias sanções internacionais, o que limita a capacidade de geração e distribuição de energia para a população

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar