🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
IR 2023

Deixei de pagar imposto de renda que eu deveria ter pago em 2022. Como recolher em atraso?

A Receita Federal dispõe de um programa específico para a emissão de DARFs com multa e juros por conta de atraso. Veja como utilizá-lo

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
24 de maio de 2023
6:58 - atualizado às 11:23
Imposto de Renda 2023 Leão Dinheiro
Atraso no pagamento de IR está sujeito de multa de 0,33% ao dia e juros Selic. - Imagem: Montagem Andrei Morais, Shutterstock

O recolhimento do IR sobre alguns tipos de rendimentos é de responsabilidade do próprio contribuinte e deve ser sempre feito até o último dia útil do mês seguinte ao mês da transação que gerou o ganho. Mas e quem não sabia disso ou se esqueceu e acabou perdendo o prazo? Nesta matéria, veremos como pagar imposto de renda em atraso.

Quem é assalariado ou recebe aposentadoria do INSS sabe que o recolhimento do imposto de renda, no caso desses rendimentos, é feito pelo empregador ou pela própria Previdência Social, conforme o caso.

Os investidores também já devem ter percebido que há uma série de aplicações financeiras tributadas na fonte, isto é, cujo recolhimento do IR é feito pela própria instituição financeira antes de o rendimento ser depositado na conta do cliente. É o caso dos fundos de investimento e das aplicações de renda fixa, por exemplo.

  • Não dê dinheiro à Receita Federal à toa: você pode estar deixando de receber uma boa restituição do Imposto de Renda por algum equívoco na hora da declaração. Clique aqui e baixe GRATUITAMENTE um guia completo para não errar em nada na hora de acertar as contas com o Leão.

No entanto, existe uma série de outros rendimentos cujo recolhimento do imposto de renda é de responsabilidade da pessoa física que os recebe.

É o caso do imposto sobre ganhos líquidos com operações em bolsa (venda de ações, fundos imobiliários, ETFs, entre outros ativos), do ganho de capital com a venda de bens (imóveis, criptomoedas, entre outros) e dos rendimentos recebidos de outra pessoa física ou do exterior, aqueles sujeitos ao carnê-leão (aluguéis, rendimento do trabalho autônomo, aplicações financeiras no exterior etc.).

Em todos esses casos, o contribuinte precisa apurar o imposto devido, gerar um DARF para pagamento e recolher o IR. O prazo também é o mesmo para todos esses tipos de rendimentos: o último dia útil do mês seguinte ao mês em que ocorreu a operação que gerou o rendimento.

Assim, se você recebeu o rendimento, por exemplo, no mês de maio de 2022, você tinha até o último dia útil de junho do mesmo ano para pagar o imposto de renda.

Atraso está sujeito a multa e juros

Se você perder esse prazo, você precisará pagar o imposto em atraso, acrescido de multa e juros de mora sobre o imposto devido.

A multa é de 0,33% ao dia de atraso, limitada a 20% do valor do imposto devido. Já os juros de mora correspondem à Selic do período que vai do mês seguinte ao do vencimento do tributo até o mês anterior ao pagamento, mais 1% referente ao mês do pagamento.

O mesmo vale para o imposto de renda a pagar ao final do preenchimento da Declaração de Ajuste Anual. Após declarar o imposto de renda, pode ser que o contribuinte ainda tenha IR a pagar. Nesse caso, ele deve gerar o DARF no próprio programa gerador da declaração e recolhê-lo até a data de vencimento informada. Se perder o prazo, paga os mesmos encargos citados no parágrafo anterior. Saiba mais sobre como pagar o IR depois de declarar.

Só que o programa gerador da declaração já gera o DARF com a multa e os juros, se necessário. Os demais programas auxiliares da Receita usados para calcular o IR devido, porém, só geram o DARF para pagamento dentro do prazo. Mas e quem perdeu o prazo, faz como?

Como pagar imposto de renda em atraso

A saída é utilizar um outro programa auxiliar da Receita, o Sicalc, disponível online. É ele, aliás, que costuma ser utilizado para a emissão de DARFs para recolhimento de IR sobre ganhos líquidos em bolsa de valores.

Acontece que o Sicalc gera DARF para qualquer tipo de rendimento cujo recolhimento de IR seja de responsabilidade do próprio contribuinte, inclusive para pagamento do imposto de renda em atraso, já com a multa e os juros. Uma tremenda mão na roda.

Assim, se você atrasou o pagamento do imposto de renda sobre ganhos líquidos em bolsa, emita o DARF normalmente pelo Sicalc, utilizando o código 6015, que ele já virá com os encargos.

Caso tenha atrasado o pagamento sobre algum ganho de capital, utilize o programa GCAP do ano em que você obteve o referido ganho de capital para calcular o rendimento e o IR devido.

Em seguida, preencha o Sicalc com o código 4600, referente a Ganhos de Capital, a data da transação e o valor do imposto de renda calculado e emita o DARF com os encargos.

Finalmente, caso você tenha atrasado o recolhimento do IR sobre algum rendimento sujeito ao carnê-leão, utilize o programa Carnê Leão referente ao ano em que o rendimento foi recebido (na versão baixada, para rendimentos recebidos até 2020, ou na versão web, para rendimentos recebidos a partir de 2021) para calcular o imposto de renda devido.

Em seguida, preencha o Sicalc com o código 0190, referente ao Carnê Leão, a data da transação e o valor do imposto de renda calculado e emita o DARF com os encargos.

Compartilhe

IR 2024

8 maneiras de aumentar a sua restituição do imposto de renda na declaração de IR 2024

17 de maio de 2024 - 7:13

Ainda não declarou e deseja engordar a restituição? Siga essas dicas

IR 2024

Vai declarar ações ou fundos imobiliários no imposto de renda 2024? Saiba como obter o CNPJ de todas as empresas e FII da B3

16 de maio de 2024 - 8:07

Informar no imposto de renda o CNPJ da empresa emissora da ação ou do fundo emissor da cota é obrigatório

IR 2024

Como a Receita calcula o imposto de renda devido e o valor das restituições

15 de maio de 2024 - 8:03

Jeito de calcular o imposto de renda devido e a eventual restituição varia de acordo com o modelo escolhido de declaração, se completo ou simplificado

IR 2024

Como doar parte do seu imposto de renda para o Rio Grande do Sul e ajudar a população após as enchentes

14 de maio de 2024 - 18:33

Doações incentivadas na própria declaração podem ser direcionadas aos fundos da Criança e do Adolescente e fundos do Idoso do estado

IR 2024

Deixou o Brasil em 2023? Veja como preencher a declaração de saída definitiva do país

14 de maio de 2024 - 8:02

O documento é necessário para encerrar as obrigações fiscais no país e evitar dores de cabeça com a dupla tributação e outros problemas no futuro

Ficou mais fácil

B3 passa a permitir portabilidade digital entre corretoras de ativos negociados em bolsa, como ações, ETFs e fundos imobiliários

13 de maio de 2024 - 19:00

A portabilidade de investimentos já era possível, mas era um processo totalmente manual; agora, 15 corretoras já permitem a portabilidade digital de ativos negociados em bolsa, como ações

IR 2024

IR 2024: por que ainda vale a pena deixar para entregar a declaração de imposto de renda na última hora

13 de maio de 2024 - 7:19

Prazo de entrega da declaração de IR 2024 vai de 15 de março a 31 de maio; veja as vantagens de entregar apenas no final

AUTOMÓVEIS

Chama o síndico! Instalação de tomadas de carros elétricos é a treta da vez nos condomínios; saiba quem está certo nessa discussão

12 de maio de 2024 - 8:26

Crescimento das vendas de carros elétricos gera nova demanda em empreendimentos residenciais e comerciais — e também muitas discussões

IR 2024

Vai preencher a declaração de imposto de renda para parentes ou amigos? Esta ferramenta vai te ajudar

10 de maio de 2024 - 7:10

Contribuinte que faz a declaração de terceiros pode receber autorização de acesso à declaração pré-preenchida deles; veja como funciona

IR 2024

Eles também precisam ser declarados! Saiba quais são os rendimentos isentos e não tributáveis no imposto de renda

9 de maio de 2024 - 7:44

Entre os principais rendimentos isentos estão pensões alimentícias, lucros e dividendos de empresas, indenização por rescisão de contrato de trabalho, além de rendimentos de aplicações financeiras. Confira como declará-los no imposto de renda 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar