🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
PALAVRA DO REGULADOR

Entenda como parecer da CVM está diretamente ligada à atualização do Ethereum (ETH) que acontece este mês

De acordo com a Superintendência de Supervisão de Securitização (SSE), as ofertas de TR de até R$ 15 milhões podem ser comparadas com alguns modelos regulatórios já existentes

Renan Sousa
Renan Sousa
5 de abril de 2023
10:25
Próxima atualização do ethereum (ETH) após o The Merge, o The Surge deve ser a atualização mais esperada do mercado de criptomoedas.
Imagem: Montagem / Freepik

Um dos principais problemas enfrentados por empresas do setor de criptomoedas é a regulação. No Brasil, a lei aprovada no ano passado já foi sancionada pelo então presidente Jair Bolsonaro. Entretanto, o órgão responsável por organizar o segmento ainda não foi definido — mas um novo parecer da CVM tem chances de encaixar o Ethereum (ETH) em um lugar bem específico nesse mercado.

A Comissão de Valores Mobiliários emitiu um parecer por meio de Ofício Circular CVM/SSE 4/2023, que define “Tokens de Recebíveis ou Tokens de Renda Fixa (TR) como valores mobiliários”. A publicação está em linha com uma outra resolução do órgão regulador brasileiro que buscava estabelecer parâmetros de análise do setor.

A nova circular aprofunda alguns pontos em aberto que restaram do último parecer. Vale ressaltar que nem a CVM nem o Banco Central foram definidos como órgãos reguladores do mercado de criptomoedas brasileiro — apesar de ambos terem suas próprias visões sobre o tema e, em geral, convergirem para o mesmo entendimento.

Token de renda fixa e como isso mexe com o ethereum

Antes de explicar como a regra da CVM está conectada com a atualização do ethereum, é preciso entender o que a Comissão entende como valor mobiliário tokenizado. 

Confira algumas características de ativos do tipo, de acordo com o órgão:

  1. São ofertados publicamente por meio de "exchanges", "tokenizadoras" ou outros meios;
  2. Conferem remuneração fixa, variável ou mista ao investidor;
  3. Podem ser representativos, vinculados ou lastreados em direitos creditórios ou títulos de dívida;
  4. Pagamentos de juros e amortização ao investidor decorrem do fluxo de caixa de um ou mais direitos creditórios ou títulos de dívida;
  5. Direitos creditórios ou títulos de dívida são cedidos ou emitidos a investidores finais ou a terceiros que fazem a "custódia" do lastro em nome dos investidores;
  6. Remuneração é definida por terceiro que pode ser emissor, cedente ou estruturador.

O item número 2 já mata a charada. O sistema de staking uma espécie de renda fixa com criptomoedas — é exatamente o que define a CVM como um token que se assemelha a um valor mobiliário.

“Vale ressaltar que a natureza de valor mobiliário permanecerá sempre que a expectativa de benefício econômico advier do esforço realizado pelo empreendedor ou terceiro, por exemplo, cedente, originador, exchange, consultoria ou outro estruturador, presentes os demais requisitos do Teste de Howey, ou sempre que houver equiparação de fato à essência econômica da securitização”, destaca a publicação.

O que isso significa a partir de agora

De acordo com a Superintendência de Supervisão de Securitização (SSE), as ofertas de TR de até R$ 15 milhões podem ser comparadas com alguns modelos regulatórios já existentes e até mesmo se encaixar como crowdfunding.

A CVM possui resoluções e existem leis que especificam cada caso — bem como a regulação para empresas emissoras.

Como isso afeta o mercado hoje?

Os pareceres da CVM servem mais como um norte do que fazer do que exatamente como lei.

As empresas reguladas do setor seguem algumas determinações da Associação Brasileira de Critptoeconomia (ABCripto), responsável pela “autorregulação” e estabelecimento de boas práticas no setor. 

Por mais que não exista uma regra a ser seguida, respeitar esses pareceres é mais uma camada de segurança para o investidor. Empresas que almejam o selo da ABCripto precisam respeitar uma série de regras que vão do compliance ao know your customer (KYC).

Além disso, essas regras também servem para o investidor saber em que tipo de projeto ou protocolo está investindo — e os riscos atrelados a ele.

Compartilhe

RALI EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) passa pelo primeiro teste de fogo e mira os US$ 70 mil, mas segundo round pode ser ainda mais difícil de superar; entenda

12 de junho de 2024 - 11:03

O começo eletrizante dos negócios nesta quarta-feira (12) se deve à divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) dos EUA

CRYPTO INSIGHTS

Até quando o bitcoin (BTC) vai ficar de lado?

11 de junho de 2024 - 19:31

Não estamos ainda no auge do bull market, pois o fator fundamental para isso (liquidez) ainda está em níveis não favoráveis para as conhecidas e tão desejadas alavancadas de preço

NEGATIVO

Entenda os dois fatores que fizeram o bitcoin (BTC) cair quase 4% hoje e derrubam o mercado de criptomoedas

11 de junho de 2024 - 11:03

No caso das criptomoedas, as liquidações nas últimas 24h cresceram mais de 200%, atingindo o patamar de US$ 195,41 milhões, segundo o CoinGlass

EM ALTA

Bitcoin (BTC) supera fase de consolidação de preços e toca os US$ 71 mil; ethereum (ETH) e outras criptomoedas sobem hoje

4 de junho de 2024 - 15:10

O último grande evento do mercado havia sido a aprovação dos primeiros ETFs de ethereum (ETH) à vista (spot) dos Estados Unidos

SEM LASTRO NEM RASTRO

A incrível história da ‘rainha cripto’ que deu um golpe de mais de R$ 20 bilhões — e hoje ninguém sabe se ela está escondida ou morta

3 de junho de 2024 - 16:06

Conhecida como rainha cripto, Ruja Ignatova não é vista desde 2017 — e especula-se que isso tenha relação com seu suposto envolvimento com um mafioso búlgaro

FIM DE SEMANA EM CRIPTO

O que a aprovação do primeiro ETF de ethereum (ETH) à vista dos EUA tem a ver com o bitcoin (BTC) na Zona da Banana; entenda aqui

1 de junho de 2024 - 15:37

A maior criptomoeda do mundo “estacionou” no patamar próximo dos US$ 68 mil, enquanto as demais moedas também tem valorizações modestas

AVANÇO NO BRASIL

Circle, emissora da stablecoin USDC (USDC), firma parceria com BTG Pactual (BPAC11) e Nubank (ROXO34) para oferecer ‘dólar digital’ aos clientes

29 de maio de 2024 - 14:00

O anúncio acontece pouco mais de uma semana após o banco central publicar seu cronograma de regulação de stablecoins

SALTO EM CRIPTO

Aprovação do ETF de ethereum (ETH) impulsiona criptomoedas hoje; bitcoin (BTC) salta para US$ 70 mil

27 de maio de 2024 - 14:14

Quatro meses depois da aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin à vista (spot), o mercado celebra a mesma notícia, mas agora para o ethereum (ETH)

CONVERSA COM DIRETOR

Fundo de criptomoedas por R$ 0,01: executivo explica estratégia da gestora do Banco do Brasil (BBAS3) para disponibilizar produto para público amplo

27 de maio de 2024 - 6:01

Entre outras mudanças ocorridas na gestão do fundo, Mário Perrone, diretor comercial e de produtos da gestora, contou para o Seu Dinheiro o motivo

CRIPTOMOEDAS

A SEC mudou de ideia em relação às criptomoedas? Aprovação de ETF de ethereum (ETH) sugere que isso pode ter começado a acontecer

26 de maio de 2024 - 11:27

Xerife do mercado financeiro norte-americano concedeu aval para o funcionamento de ETFs de ethereum à vista

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar