Tudo o que você precisa saber para não errar na sua declaração do IR 2023 ESTÁ AQUI

Cotações por TradingView
2023-02-16T12:17:21-03:00
Camille Lima
CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) dispara e atinge nível mais alto em 6 meses; entenda o rali do ethereum (ETH) e de outras criptomoedas

Após temores com a política monetária dos EUA e tensões regulatórias envolvendo a Binance, o bitcoin ganhou um fôlego nesta semana.

Camille Lima
16 de fevereiro de 2023
9:50 - atualizado às 12:17
Bitcoin (BTC) tenta sustentar os US$ 30 mil mas criptomoedas caminham para semana pressionada
Imagem: Shutterstock

A montanha-russa do mercado de criptomoedas teve uma guinada positiva na tarde de quarta-feira (15). Após uma semana marcada por temores com a política monetária dos Estados Unidos e tensões regulatórias na terra do Tio Sam, o bitcoin (BTC) ganhou um fôlego inesperado ontem e puxou os principais ativos digitais para cima.

A maior criptomoeda do mundo chegou a disparar mais de 11% nas últimas 24 horas e beirou a marca de US$ 25 mil, atingindo o maior patamar em quase seis meses, a US$ 24.612.

O rali se mantém nesta manhã (16). Por volta das 9h30, o BTC subia 7,63% de ontem para hoje, cotado a US$ 24.524,63. Em sete dias, a valorização chega a 8,17%.

"O bitcoin segurou justamente na região de US$ 25 mil, que é uma resistência gráfica. Não há reversão de tendência graficamente, apenas se fechar a semana acima dos 25 mil dólares. Não há nenhum fator fundamentalista de novidade, o mercado [cripto] está em recuperação pelo cenário macroeconômico", afirma Tasso Lago, gestor de fundos privados em criptomoedas e fundador da Financial Move.

Enquanto isso, o ethereum (ETH) seguiu o otimismo e subiu 6,04% no último dia, negociado a US$ 1.682,61 no mesmo horário; em uma semana, a alta é de 3,12%.

Confira o desempenho do bitcoin (BTC) e de outras criptomoedas hoje:

#NomePreço24h %7d %
1Bitcoin (BTC)US$ 24.524,63+7,63%+8,17%
2Ethereum (ETH)US$ 1.682,61+6,04%+3,12
3Tether (USDT)US$ 1,00-0,02%+0,01%
4BNB (BNB)US$ 318,72+4,83%-0,30%
5USD Coin (USDC)US$ 0,9999-0,02%+0,00%
6XRP (XRP)US$ 0,3979+2,35%+0,92%
7Binance USD (BUSD)US$ 1,00-0,00%-0,01%
8Cardano (ADA)US$ 0,4033+2,64%+4,63%
9Polygon (MATIC)US$ 1,38+7,74%+3,94%
10Dogecoin (DOGE)US$ 0,0885+1,85%+0,43%
Fonte: CoinMarketCap

Bitcoin, macroeconomia e escrutínio regulatório nos EUA

Desde a semana passada, as principais criptomoedas do planeta entraram em rota de queda, refletindo a cautela do mercado frente a questões macroeconômicas, com a política monetária e inflação norte-americanas fazendo sombra no desempenho do bitcoin (BTC) e outros ativos virtuais.

"O bitcoin está em tendência de recuperação. Em dezembro, o Fed [Federal Reserve, o BC dos EUA] se pronunciou com relação aos dados macro com uma sinalização do teto de juros, de 5 % a 5,4%, e nós estamos perto desse teto. Todo o mercado de renda variável vem subindo desde então, já que o mercado começa a antecipar uma maior estabilidade e uma redução dos juros", explica Tasso Lago, da Financial Move.

"O cenário macro é favorável a uma retomado do mercado cripto e, consequentemente, à volta da confiança dos investidores mesmo após as ações intervencionistas dos órgãos reguladores nos Estados Unidos", disse César Felix, Gerente de Customer Experience da Novadax.

Não bastasse o impacto macroeconômico sobre o desempenho da criptomoeda, questões regulatórias no exterior ainda fizeram o bitcoin testar importantes patamares de suporte durante esta semana.

Na segunda-feira (13), a Paxos informou que interromperá a emissão de novas stablecoins Binance USD (BUSD), da Binance, a maior exchange de criptomoedas do mundo, a partir de 21 de fevereiro por determinação do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York.

Segundo o comunicado do regulador, o pedido é "resultado de várias questões não resolvidas relacionadas à supervisão da Paxos de seu relacionamento com a Binance".

“O mercado cripto teve uma queda acentuada em função da revelação da Paxos de que o regulador nova-iorquino proibiu a empresa de emitir novas stablecoins BUSD. Esse tema deve se estender pela semana e limitar o avanço das criptomoedas", contou Felipe Medeiros, analista de criptomoedas e sócio da Quantzed Criptos, ao Seu Dinheiro.

Segundo o The Wall Street Journal, a Paxos também está na mira da SEC, a xerife do mercado de capitais norte-americano. O jornal relata que a agência reguladora pretende processar a empresa por violar as leis de proteção aos investidores, uma vez que considera a criptomoeda BUSD um valor mobiliário não registrado.

"Quando o mercado entendeu que o regulador não vai, nesse primeiro momento, conseguir proibir as stablecoins ou de alguma forma afetar diretamente o mercado, o mercado de criptomoedas se recupera para os patamares de correlação com a bolsa americana, que está próxima da máxima do ano", conta Felipe Medeiros, analista de criptomoedas e sócio da Quantzed Criptos.

  • Por que estamos no momento ideal para poder ganhar dinheiro com dividendos? O Seu Dinheiro preparou 3 aulas exclusivas para te ensinar como buscar renda extra com as melhores ações pagadoras da Bolsa. [ACESSE AQUI GRATUITAMENTE]

Ânimo após George Soros

Os investidores de criptomoedas também tiveram um aceno positivo de George Soros, bilionário húngaro dono do family office Soros Fund Management, nesta semana.

Um documento divulgado nesta segunda-feira mostrou que o executivo elevou as apostas no mercado de criptomoedas no quarto trimestre de 2022.

Entre outubro e dezembro, o fundo de Soros aumentou a participação na MicroStrategy, de Michael Saylor, e no banco Silvergate Capital.

O documento ainda mostrou a aquisição de 17,2 milhões de ações da Block Inc, de Jack Dorsey, e outros 40 milhões de papéis na Marathon Digital Holdings.

*Com informações de The Block.

Compartilhe

AQUISIÇÕES

Microstrategy compra US$ 150 milhões em bitcoin (BTC) da falida Silvergate, mas criptomoedas caem hoje

27 de março de 2023 - 12:15

Segundo a agência de análise Kaiko, as duas maiores criptomoedas do mundo tem o indicador de risco/retorno superior ao Nasdaq e ao ouro

JOGANDO PARADO

Fim de semana das criptomoedas: bitcoin (BTC) perde patamar de US$ 28 mil com baixa liquidez do mercado; confira preços hoje

25 de março de 2023 - 15:03

Como de costume durante o final de semana, as oscilações de preço tendem a ser mais intensas e as cotações retomam a normalidade na segunda- feira

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) não bate expectativas, mas sobe 6% na semana e mercado de criptomoedas se prepara para inflação nos EUA

24 de março de 2023 - 12:51

Os destaques da semana incluem uma Coinbase mais “abrasileirada”, suposta prisão de Do Kwon e decisão de juros nos EUA

AEROPORTO: ÁREA RESTRITA

Pegaram o cara certo? Governo de Montenegro acredita ter prendido o foragido fundador da criptomoeda Terra (LUNA)

23 de março de 2023 - 11:31

Do Kwon fugiu do seu país de origem e era procurado em 195 nações amigas da Coreia do Sul antes do episódio anunciado pelo país balcânico

SÓ CHEIRO DE FUMAÇA

Tá ruim, mas tá bom: bitcoin (BTC) cai com juros nos EUA, mas criptomoedas sustentam viés positivo em dados internos

23 de março de 2023 - 10:14

Dado que o mercado de criptomoedas é altamente volátil e as oscilações na casa dos dois dígitos são comuns, a queda do dia pode ser considerada “dentro do esperado”

ABRASILEIRADO

Coinbase enxerga oportunidade no Brasil, ‘abrasileira’ aplicativo com PIX e diretor regional fala em ‘proteções operacionais’ após FTX

22 de março de 2023 - 12:31

Desde a estreia dos papéis da Coinbase nos EUA em abril de 2021, as ações caíram 74% durante o Longo Inverno das criptomoedas

LENDO O FUTURO

Dia da decisão de juros americanos não assusta e bitcoin (BTC) busca os US$ 30 mil, mas criptomoedas podem ter destino melhor — e dependem do Fed

22 de março de 2023 - 10:46

A manutenção das taxas no patamar que estão poderia impulsionar o BTC para a faixa entre US$ 30 mil e US$ 35 mil até o fim desta semana

BOMBANDO

Bitcoin (BTC) na lanterna: estas 5 criptomoedas acumulam alta de quase 2.000% apenas neste ano; veja quais são

22 de março de 2023 - 7:14

O mercado viu um rali durante a crise nos bancos e as altcoins aproveitaram a disparada do BTC para registrar ganhos ainda maiores

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies