IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Jasmine Olga
O melhor do Seu Dinheiro
Jasmine Olga
Cotações por TradingView
2023-01-03T20:02:51-03:00
O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O déjà vu do mercado financeiro, o aniversário do bitcoin e os primeiros passos do novo governo Lula; confira os destaques do dia

3 de janeiro de 2023
20:02

Um frio na espinha causa incômodo nos agentes do mercado financeiro. 

É aquela sensação de se estar vivendo um déjà vu — a impressão de já ter vivido o terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, ainda que ele tenha começado há apenas dois dias. 

Normalmente é difícil dizer ao certo a raiz desse sentimento; mas, dessa vez, os agentes do mercado sabem muito bem o que o clima no ar lembra: a fracassada política econômica do segundo mandato de Dilma Rousseff. 

Os primeiros dias do governo Lula foram marcados por muitos discursos e poucas medidas efetivas — como é comum no início de uma nova gestão. Isso já é suficiente para seguir aumentando as incertezas em torno das políticas econômica e fiscal, além do futuro substituto do teto de gastos.

O incômodo dos investidores é palpável, ainda que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e seu braço direito, Gabriel Galípolo, insistam em repetir que a sustentabilidade das contas públicas deve acompanhar todos os planos traçados. 

“O mercado não está dando o benefício da dúvida. O bate cabeça com a desoneração dos combustíveis, quando não prevaleceu a decisão do ministro, indicou que haverá muita pressão para acomodação do parecer da ala política do partido”, apontou Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos. 

A forte queda do petróleo num contexto como esse já seria má notícia o suficiente para o principal índice da bolsa brasileira, mas o flerte de Carlos Lupi, novo ministro da Previdência Social, com uma reversão da reforma da Previdência parece ter sido a gota d’água.

O Ibovespa encerrou a sessão em forte queda de 2,08%, aos 104.165 pontos — recuo superior ao visto nas bolsas de Nova York. 

No câmbio, o dia foi de pressão, somando dólar forte no exterior com o conturbado cenário político. O real teve um dia de forte desvalorização — 1,72%, a R$ 5,4521, maior patamar desde julho de 2022.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

NOVO MINISTRO DA FAZENDA
Haddad diz que a ficha do mercado está caindo em relação ao governo anterior e quer adiantar reformas. Para o petista, os investidores estão se dando conta do impacto negativo para a economia das medidas adotadas por Bolsonaro durante a campanha eleitoral.

REESTRUTURANDO
Rede D’Or (RDOR3) anuncia solução para o impasse com a Qualicorp; ações QUAL3 disparam após mudanças na gestão da operadora. Os papéis chegaram a subir mais de 20% na máxima do dia; ao fim da sessão, registraram alta de 7,61%, a R$ 5,94.

A SANGRIA CONTINUA
Entrega de carros pela Tesla cresce 40% em 2022, mas as ações seguem em queda livre na Nasdaq. Somente nesta terça, os papéis da empresa de Elon Musk despencaram 12,2% em Wall Street.

PLANOS REVELADOS
Ganho ‘real’ do salário mínimo e ausência do imposto sindical: o que o novo ministro do Trabalho guarda para o futuro dos brasileiros? Luiz Marinho pretende fortalecer os sindicatos de outra forma e garantiu que o governo não deve voltar com a cobrança de taxas.

FESTA VIRTUAL
Parabéns, Bitcoin! Maior criptomoeda do mundo comemora 14 anos de existência. Desde as máximas, o BTC recua mais de 75% — mas, em relação às mínimas, o retorno é da ordem de 25.413,90%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO

Pé no freio: produção e vendas da Vale (VALE3) registram recuo tímido em 2022; confira os destaques operacionais da mineradora

31 de janeiro de 2023 - 18:30

A produção e a comercialização de minério de ferro da companhia se aproximaram da estabilidade no ano passado, com leves quedas

HORA DA VIRADA?

CEO da BRF (BRFS3) está otimista após reabertura chinesa

31 de janeiro de 2023 - 17:57

Na avaliação de Miguel Gularte, CEO da BRF (BRFS3), a recuperação da companhia vai acontecer mais cedo do que o previsto pelo mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies