🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Ibovespa recua, Alpargatas (ALPA4) salta 17% e a restituição do imposto de renda; confira os destaques do dia

22 de maio de 2023
18:46 - atualizado às 19:13
A Alpargatas (ALPA4) é dona da marca Havaianas
A Alpargatas (ALPA4) é dona da marca Havaianas -

Só há um objeto na mesa do mercado financeiro neste momento: uma enorme e reluzente ampulheta — e ela mostra que o tempo hábil para que os problemas fiscais do Brasil e dos Estados Unidos sejam resolvidos está acabando.

O presidente americano, Joe Biden, está pessoalmente envolvido com as negociações para a elevação do teto da dívida do país.

Hoje, ele irá se reunir com o presidente da Câmara dos Representantes, o republicano Kevin McCarthy, em uma tentativa de acelerar o processo. Embora um acordo seja esperado para as próximas horas, a incerteza prevalece.

Na impossibilidade de se costurar um acerto, a maior economia do mundo estará numa situação que pode trazer caos ao mercado financeiro — a máquina pública americana será paralisada e os títulos de dívidas sofrerão com uma dose extra de incerteza.

No Brasil, o arcabouço fiscal e a trajetória da inflação seguem em primeiro plano. Na parte da manhã, o Boletim Focus mostrou que o mercado anda revisando para baixo as suas projeções para a alta dos preços, mas o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ainda vê os núcleos da inflação muito elevados.

A cautela fiscal ficou como pano de fundo, mas foi o noticiário referente às empresas quem acabou decidindo o rumo do dia por aqui.

Setorialmente, o dia foi negativo para as commodities e bancos brasileiros — empresas de peso que determinaram o destino do Ibovespa.

O principal índice da bolsa brasileira encerrou a sessão em queda de 0,48%, aos 110.213 pontos, próximo da mínima do pregão. O dólar à vista, no entanto, seguiu a tendência global frente às moedas emergentes e caiu 0,50%, a R$ 4,9707.

Apesar do saldo negativo, o Ibovespa passou boa parte do dia oscilando entre leves perdas e ganhos. Mesmo com a cautela levando a melhor, a Alpargatas ganhou mais de R$ 1 bilhão em valor de mercado, amparada pelo noticiário corporativo.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta segunda-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

MAIS PARTICIPAÇÃO
Controladores da Alpargatas (ALPA4) lançam OPA para adquirir até 32 milhões de papéis da empresa. A operação terá um preço de R$ 10,50 por ação e começa nesta terça-feira (23).

CÉU DE BRIGADEIRO
Azul dispara após analistas enxergarem melhora operacional da empresa — e veem espaço para os papéis AZUL4 mais que dobrarem de valor. A companhia aérea ainda tem um plano de emissão de 90 milhões de novas ações, mas tudo dependerá do preço entre 2024 e 2027.

REVISÃO PARA BAIXO
E agora, Campos Neto? A última justificativa do BC para manter a Selic nas alturas começa a ruir. A redução nas expectativas de inflação na edição mais recente do Boletim Focus reforça o argumento dos que defendem uma queda imediata da taxa de juros.

JÁ ESTÁ CHEGANDO
Receita abre consulta ao primeiro lote de restituições do IR 2023 na próxima quarta-feira (24). Serão pagos cerca de R$ 7,5 bilhões, maior valor já pago num único pacote de ressarcimento do IR da pessoa física.

CONVITE ESPECIAL
Liberamos o seu acesso ao nosso grupo para investidores no Telegram. Lá, você recebe todas as notícias mais importantes para seu bolso, além de análises de mercado e alertas com insights de investimentos. Clique aqui e participe de graça.

Compartilhe

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

SEXTOU COM O RUY

A Petrobras (PETR4) desabou mais uma vez: surge uma barganha na bolsa com dividendos bilionários?

17 de maio de 2024 - 6:04

Nas últimas várias trocas no comando da Petrobras, não tivemos grandes mudanças no dia a dia da companhia, o que inclusive permitiu ótimos pagamentos de dividendos nos últimos anos, mesmo com CEOs distintos — será que agora também vai ser assim?

CRYPTO INSIGHTS

Os sinais favoritos para entender o curto prazo do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 19:17

A tendência macroeconômica é de expansão de liquidez, e os indicadores de curto prazo que mais gosto estão favorecendo a tese de que estamos próximos do fundo local para a mais recente correção do mercado

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Vai piorar antes de melhorar? Milei começa a arrumar uma Argentina economicamente destruída

14 de maio de 2024 - 6:01

Em poucos meses, Milei conseguiu diminuir inflação, cortar os juros e aumentar reservas do Banco Central da Argentina, mas custo social é alto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: O real vai morrer aos 30?

13 de maio de 2024 - 20:01

A decisão do Copom na semana passada foi inequivocamente ruim. Quando você tem um colegiado dividido entre os “novos” e os “velhos”, alimentam-se os piores medos. O Copom deveria saber disso.

Especial IR

Dúvidas cruéis sobre declaração de ações no IR: isenção, retificação, mudança de ticker, prejuízos e investimento no exterior

11 de maio de 2024 - 8:00

A Dinheirista responde algumas das suas dúvidas mais cabeludas sobre como declarar ações no imposto de renda

SEXTOU COM O RUY

Bolsa barata não basta: enquanto os astros locais não se alinham, esses ativos são indispensáveis para a sua carteira

10 de maio de 2024 - 6:07

Eu sei que você não tem sangue de barata para deixar todo o patrimônio em ações brasileiras – eu também não me sinto confortável em ver os meus ativos caindo. Mas há opções para amenizar as turbulências internas.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Selic — uma decisão com base em dados, não em datas

8 de maio de 2024 - 16:42

Hoje em dia, ao que parece, tudo tem que terminar cedo, e bebidas alcoólicas são proibidas. Por conseguinte, os debates deram lugar a decisões secas e comunicados pragmáticos

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Divididos entre o conservadorismo salutar e a cautela exagerada, Copom e Campos Neto enfrentam um dilema

7 de maio de 2024 - 6:18

Os próximos passos do Copom dependem, em grande medida, da reação da economia norte-americana à política monetária do Fed

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: Mantendo a esperança nas bolsas americanas

6 de maio de 2024 - 20:01

Começamos maio de forma bem mais positiva do que foi abril — sigo uma regra que, se não infalível, tem uma taxa de acerto bastante alta: se o payroll for positivo, o mês será positivo para as bolsas americanas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar