🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView

O que ‘o fim da Binance’ significa para o mercado cripto

Sob o olhar constante dos reguladores norte-americanos, expectativa é de que a Binance fique “pianinho” a partir de agora

28 de novembro de 2023
10:36 - atualizado às 11:48
A exchange Binance, corretora de criptomoedas
A exchange Binance, corretora de criptomoedas - Imagem: Shutterstock

O número 4 se tornou, talvez, o mais importante do mercado de cripto. Ou, pelo menos, o mais emblemático…

Além de indicar o período, em anos, entre os halvings do bitcoin, ele se tornou uma resposta recorrente de Changpeng Zhao, o CZ, da Binance, para uma série de eventos e notícias no mercado cripto.

Uma notícia negativa, que muitas vezes era rumor, seria respondida por CZ com "4”.

Não se tratava de uma mensagem sem sentido. Era uma referência ao seguinte tuíte.

Em janeiro de 2023, CZ postou que focaria nas coisas simples ao longo do ano, e que um dos pontos importantes era o item 4: ignorar FUD (medo, dúvida, incerteza), notícias falsas, ataques, etc.

Muita coisa aconteceu neste ano e, com o principal grande evento do mercado cripto, ocorrido na última semana, o número 4 voltou à tona.

VEJA TAMBÉM - Por que a saída de CZ da Binance pode ser uma boa notícia para o mercado cripto?

O ‘fim’ da Binance

A Binance chegou a um acordo com o Departamento de Justiça dos EUA para encerrar o caso criminal contra a exchange e concordou em pagar uma multa de… adivinha! US$ 4 bilhões (US$ 4,3 bi, para ser mais exato).

CZ, por sua vez, abandonou o cargo de CEO da companhia e pode-se esperar uma Binance muito mais "pianinho", sob o olhar constante dos reguladores.

Para mim, este é "o fim da Binance".

Não o fim da empresa em si, até porque acredito que ela seguirá sendo extremamente relevante em termos de presença global e market share.

Me refiro, aqui, ao fim de uma era. O fim do ciclo de criação e crescimento da exchange, que vem desde 2017, e início do ciclo de maturidade do negócio… e também do mercado. 

No fim das contas, todo esse evento, que se desenrolou durante a última semana, se mostrou bastante positivo para o mercado.

Um dos maiores riscos (o colapso e espiral negativa da Binance) foi afastado e o mercado pode rumar, finalmente, para a aprovação dos ETFs spot de bitcoin.

Apesar de tantas notícias, o bitcoin pouco se moveu em termos de preço. Passamos a última semana, basicamente, em uma consolidação, como você pode ver a seguir.

Variações semanais (21/11/23 a 27/11/23)

🪙 Bitcoin (BTC)

Preço: US$ 37.240 | Var. -0,62%

🪙 Ethereum (ETH)

Preço: US$ 2.028 | Var. +0,31%

🌐 Dominância Bitcoin: 52,80% (Var. +0,00%)

  • dados referentes ao fechamento em 27/10/23

Principais tópicos da semana

  • Novidades para Chainlink (LINK): será lançada a versão v0.2 do staking de LINK. Ela começa hoje (28) e terá fases de liberação ao público. Endereços que possuam LINK se enquadram para o acesso antecipado, em 7/12, enquanto o público em geral poderá acessar em 11/12. Haverá uma capacidade total de 45 milhões de LINK a serem colocados em staking neste momento e a recompensa anual deve ficar um pouco abaixo dos 5%;
  • Unlock de tokens DYDX: no dia 1/12 ocorrerá um grande unlock (destravamento) de tokens DYDX. Os tokens lançados a mercado corresponderão a mais de 80% do estoque circulante, o que tende a ser preocupante, especialmente por serem destinados em sua maioria a investidores e fundadores do projeto. É importante ter em mente que pode haver impacto no preço do token no curto prazo. Por outro lado, vale lembrar que a Dydx, assim como outros projetos de cripto, pode empregar estratégias para mitigar o impacto, como a divulgação de novas funcionalidades, a fim de gerar demanda por parte de novos investidores;
  • GameFi está voltando? Embora ainda seja cedo para dizer que o segmento de GameFi voltou de vez, vemos sinais iniciais de uma retomada de atividade em alguns dos jogos que vêm sendo desenvolvidos nos últimos dois anos. Além disso, estamos começando a ter mais entregas palpáveis pelos times. Destaco aqui o lançamento do modo PVP do jogo Illuvium, que acontece hoje (28). A antecipação ao evento tem impactado positivamente o preço do token ILV, que sobe 151% nos últimos 30 dias.

Gráfico da semana

Valor de mercado agregado das stablecoins. Fonte: Glassnode.

No fundo, tudo se resume a liquidez.

Um mercado em alta normalmente é fruto da entrada de dinheiro novo. Já quando a liquidez diminui, é comum vermos os preços caindo.

Em cripto, não é diferente. Uma das medidas importantes de liquidez para cripto é o valor de mercado agregado das stablecoins.

Isso porque, considerando que para 1 unidade de stablecoin há 1 dólar equivalente em reserva, quanto maior o valor de mercado, maior a quantidade de dinheiro sendo injetada nativamente no ecossistema.

Pelo gráfico acima, se você notar o comportamento ao longo do tempo, fica muito claro que o bull market de 2021 foi impulsionado por um crescimento do valor de mercado agregado das stablecoins (vide a variação em verde).

Já durante o bear market de 2022, vimos um regime oposto, de saída líquida de capital.

Finalmente, após um ano e meio, vemos os primeiros sinais de vida no mercado, com a variação de valor agregado das stablecoins apontando para o positivo novamente.

Ainda são passos de bebê, mas há um indicativo claro de que a situação geral está mudando, e para melhor.

A melhora macroeconômica, bem como a expectativa de cortes de juros pelo Fed a partir da metade de 2024 devem alimentar esse regime.

Além disso, os elementos intrínsecos ao mercado cripto como o halving e a aprovação dos ETFs, que despertam interesse pelos ativos, devem jogar a favor dessa tendência também.

O ponto para ficar de olho nos próximos meses é, portanto, como essa curva vai se comportar. Uma aceleração do valor de mercado das stablecoins pode (e deve) ser o prenúncio de um bull market mais acentuado.

No radar

Não temos grandes eventos no horizonte próximo, o que me leva a pensar que o mais importante neste momento é acompanhar o mercado do ponto de vista de volumes de negociação.

Após um grande rali como o que tivemos recentemente, é comum vermos uma pausa "para retomar o fôlego”, que tende a ser caracterizada por menores volumes e preços mais laterais ou em queda.

A menos que tenhamos alguma mudança mais significativa de cenário, essa deve ser uma pausa para retomada do movimento de alta. Nesse cenário, quedas pontuais podem ser vistas como oportunidades de compra visando a estratégia de DCA (dollar-cost averaging).

No mais, "passado” o caso Binance (entre aspas porque ainda teremos mais capítulos), todas as atenções ficam voltadas agora para a SEC e a aprovação dos ETFs de bitcoin.

Um abraço,

Vinícius Bazan

P.S.: Eu publico análises e notícias sobre o mercado cripto diariamente no meu Instagram (@o.viniciusbazan). Me siga por lá para ficar sempre atualizado!

Compartilhe

CRYPTO INSIGHTS

Saiba como identificar verdadeiras oportunidades em Inteligência Artificial (IA) e criptomoedas

20 de fevereiro de 2024 - 16:30

Na minha opinião, inteligência artificial é, sim, algo muito maior do que cripto e blockchain

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Todas as histórias do petróleo: há 4 caminhos possíveis para a principal commodity do mundo, mas só um deve prevalecer

20 de fevereiro de 2024 - 6:31

Uma grande aposta em andamento contra o petróleo faz com que a commodity funcione como uma proteção estratégica para a carteira

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: o value investing não morreu, mas está cada vez mais complexo

19 de fevereiro de 2024 - 20:28

Há vícios em curso no mercado tornando muito mais complexo e nuançado o jogo do value investing clássico

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Clássico é clássico e vice-versa: o que Corinthians e Palmeiras tem a ver com a bolsa? Confira esse e outros insights do dia

19 de fevereiro de 2024 - 8:45

Com agenda interna fraca, jogo do Corinthians e Palmeiras pode ser analisado como um pregão na bolsa; veja o que balança a rede do gol dos mercados

De repente no mercado

Bitcoin volta ao clube do trilhão, montadora da Califórnia supera Tesla e BYD, e governo vai lançar modalidade de ‘FGTS no crédito’

18 de fevereiro de 2024 - 12:05

E mais: veja 3 títulos de renda fixa para investir agora e conheça o MBA ideal para fazer carreira no mercado financeiro

Mande sua pergunta!

Pior que o Seu Madruga: Minha mulher não pagou o aluguel, mas o contrato está no meu nome! E agora?

17 de fevereiro de 2024 - 8:00

Responsabilidade de pagar o aluguel é de quem consta no contrato como locatário; na Dinheirista de hoje, veja o que fazer no caso de uma dívida como essa

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Autoengano? Palmeiras x Corinthians, cortes de juros nos EUA a partir de junho, inflação ao produtor norte-americano e outras notícias que mexem com os mercados hoje

16 de fevereiro de 2024 - 8:41

No Brasil, fluxo de capital para Wall Street impacta Ibovespa; no exterior, investidores aguardam pela inflação ao produtor nos EUA (PPI)

SEXTOU COM O RUY

500% de lucro com a queda das ações do Bradesco (BBDC4) — como ganhar dinheiro com empresas com problemas

16 de fevereiro de 2024 - 6:10

Uma empresa não precisa estar “voando” para que você consiga ganhar dinheiro com ela

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Parece estranho: Bolsas sobem mesmo com Japão e Reino Unido em recessão; veja o que mexe com o mercado hoje

15 de fevereiro de 2024 - 8:29

Entendimento é de que as recessões levarão BoJ e BoE a mudar postura em relação aos juros; no Brasil, investidores aguardam divulgação do IBC-Br

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Acho que já podemos dizer que o Fed errou

14 de fevereiro de 2024 - 20:01

O poder interpretativo do BC dos EUA existe exatamente para suavizar os picos de volatilidade inerentes à economia real, mas há razões para acreditar em uma vol de idas & vindas igual ou maior que a de um cenário hipotético sem Fed

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies