🔴 FONTE DE RENDA EXTRA COM APENAS 1 CLIQUE – CONHEÇA AQUI

A nova declaração de guerra de Lula, os planos bilionários da Klabin (KLBN11) e tudo que a Americanas (AMER3) precisará vender na RJ; confira os destaques do dia

23 de março de 2023
18:45 - atualizado às 18:46
Lula com bandeira do Brasil e gráfico ao fundo vermelho
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva - Imagem: Shutterstock / Luisa Dörr/TIME / Montagem Brenda Silva

Para muitos, a decisão de política monetária do Banco Central brasileiro divulgada ontem (22) tinha tudo para ser o início de um sonho — com uma sinalização clara de que um corte nos juros estava perto.

Apesar dos ataques incessantes do governo federal e de uma parcela da sociedade civil — incluindo associações de diversos setores da economia —, o Comitê de Política Monetária (Copom) mandou um recado claro: não há queda dos juros no horizonte e se a inflação continuar em patamares elevados, com a desancoragem das expectativas persistentes, o BC não hesitará em retomar o ciclo de alta.

O sonho foi por água abaixo.

A confiança era tanta que, nas últimas semanas, a curva de juros brasileira passou a precificar uma queda certa da Selic já no segundo semestre do ano. Uma postura que está sendo revista após o balde de água fria do Copom.

Não havia como escapar de um movimento de ajuste na sessão desta quinta-feira (23). Os principais contratos de DI operaram em forte alta — dos mais curtos aos de vencimento mais longos —, contaminando também a bolsa brasileira.

Os problemas, no entanto, não se limitaram apenas ao recado incisivo do BC sobre a elevação das projeções de inflação e às dúvidas sobre o novo arcabouço fiscal.

Como já era de se esperar, o governo federal, que passou as últimas semanas atacando o elevado patamar dos juros, não ficou satisfeito. Ou seja: a lavação de roupa suja trouxe ainda mais cautela ao cenário, uma vez que os ruídos políticos sempre são indesejados.

Um terceiro elemento ainda pesou para que o Ibovespa recuasse 2,29%, a 97.926 pontos, no menor patamar desde 18 de julho, e dólar à vista fechasse em alta de 1,01%, a R$5,2900 — a dúvida se a apresentação da nova âncora fiscal será suficiente para mudar a cabeça do BC sobre o futuro dos juros. 

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quinta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

ENTREVISTA EXCLUSIVA
A Klabin (KLBN11) pede um voto de confiança: o bilionário — e polêmico — projeto Figueira vai sim ser rentável. A unidade foi criticada pelo mercado e por parte dos conselheiros da empresa; o CFO, no entanto, defende a estratégia de investimentos.

VENDE-SE
De avião a hortifruti: veja o que a Americanas (AMER3) colocou no “saldão” da recuperação judicial. A meta da varejista é levantar pelo menos R$ 2 bilhões com a negociação de alguns ativos.

É ATÍPICO
Mal da vaca louca: China retoma importações de carne bovina brasileira; ação da Minerva (BEEF3) figura entre as altas na B3. O Ministério da Agricultura suspendeu as exportações em fevereiro depois da identificação de um caso da doença no Pará.

DESTAQUES DA BOLSA
Tenda (TEND3) fica para trás no ‘Pode Entrar’ e despenca mais de 15% na B3; saiba qual incorporadora deve ser a grande vencedora do programa habitacional de SP. A prefeitura paulistana destinou R$ 6 bilhões em investimentos para a construção de pouco mais 38,8 mil moradias na capital.

MERCADO NÃO CURTIU
Marisa (AMAR3) vende R$ 100 milhões em direitos creditórios para a gestora Quadra; ações recuam na B3. Os títulos da varejista são resultado de processo judicial de 2018 referente à incidência de ICMS na base de cálculo de PIS/Cofins.

Compartilhe

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Francis ou Francisco: dançando à beira do vulcão

16 de julho de 2024 - 9:08

Não há como subestimar o atentado contra Donald Trump. Quando Francisco Ferdinando foi assassinado, ninguém imaginou que caminharíamos para a Primeira Guerra Mundial

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa flerta com os 130 mil pontos em dia de agenda fraca e mercado engajado no Trump trade

16 de julho de 2024 - 8:05

O Ibovespa continua protagonizando sua melhor sequência positiva desde a passagem de 2017 para 2018 e já acumula alta de 4,4% em julho

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Enquanto atentado impulsiona o ‘Trump trade’, democratas ainda precisam decidir quem vai perder a eleição

16 de julho de 2024 - 6:44

Atentado do último fim de semana fez aumentarem substancialmente as chances de vitória de Donald Trump em novembro

MARKET MAKERS

Governo Lula não tem dinheiro para 2027

15 de julho de 2024 - 16:52

Questões fiscais estão sendo empurrados pela barriga e o mercado financeiro está precificando em meio aos discursos do presidente

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa tenta manter invencibilidade em julho em dia de IBC-Br e reação a atentado contra Trump e PIB da China

15 de julho de 2024 - 8:00

Ibovespa protagoniza sua melhor sequência positiva desde a passagem de 2017 para 2018 e acumula alta de 4% em julho

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Campeões de audiência: Imunidade da Shopee à taxa das blusinhas, uma chance para a Adidas e rumos do bitcoin (BTC) dividem atenção com reforma tributária e mercados financeiros no SD

13 de julho de 2024 - 12:05

Shopee, Adidas, bitcoin, reforma tributária e mais: veja quem foram os campeões de audiência do Seu Dinheiro na última semana

Oportunidade?

Previdência privada com ações: vale a pena antecipar os aportes em PGBL para aproveitar a queda da bolsa no ano?

13 de julho de 2024 - 7:57

Se você investe em ações por meio do seu plano de previdência privada, você precisa ler isso…

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Fed anima e Ibovespa emplaca melhor sequência desde 2018 — mas vale a pena pagar para ver de novo?

12 de julho de 2024 - 7:46

Desaceleração da inflação nos EUA e sinalização de Powell levam investidores a projetarem corte de juros em setembro — e isso pode ajudar o Ibovespa

SEXTOU COM O RUY

A hora de comprar bolsa é agora? A alta recente pode ser apenas um aperitivo, mas é preciso ter cautela e escolher as ações certas

12 de julho de 2024 - 6:11

Se a ideia é investir em empresas confiáveis, geradoras de caixa e descontadas que conseguirão atravessar o ambiente macro sem sustos mesmo que o clima venha a piorar novamente, esse é um ótimo momento para investir

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Um significado para o CPI: Inflação ao consumidor dos EUA dá o tom com S&P-500 em nível recorde e Ibovespa em busca da nona alta seguida

11 de julho de 2024 - 8:09

Além da inflação ao consumidor norte-americano, investidor brasileiro também repercute vendas no varejo e regulamentação da reforma tributária

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar