🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
CHORANDO NO CANTO

Argentina deixa dólar de lado e passará a fazer pagamentos internacionais em yuan, a moeda da China

No início deste ano, o Banco Central da Argentina declarou que os países haviam oficialmente expandido seu acordo de swap cambial

Renan Sousa
Renan Sousa
27 de abril de 2023
14:55 - atualizado às 14:56
Adiós, dólar! Argentina passará a fazer trocas internacionais com yuan, moeda chinesa
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

Os dias do dólar como principal moeda para trocas internacionais estão contados? No que depender da China, sim. Quem resolveu aderir ao renminbi — nome oficial dado ao dinheiro chinês, popularmente conhecido como yuan — para pagamentos transfronteiriços agora foi a Argentina.

O país passa por uma severa escassez de dólares, o que impulsionou a inflação para mais de 100% e uma desvalorização de 50% do peso argentino frente à moeda norte-americana. A decisão foi anunciada pelo ministro da Economia do país, Sergio Massa, em coletiva ontem (26).

Já em abril, as importações argentinas em yuan devem subir para US$ 1,04 bilhão após uma série de acordos bilaterais. No próximo mês, as trocas com a moeda chinesa devem permanecer na faixa entre US$ 790 milhões e US$ 1 bilhão.

“O uso do yuan para trocas comerciais não ajuda apenas a fortalecer as reservas internacionais, mas também facilita o comércio bilateral e traz maior flexibilidade”, disse Massa.

‘Choripán’ e ‘Chow Mein’: Argentina e China contra o dólar

O embaixador da China na Argentina, Zou Xiaoli, também comemorou a decisão. Ele afirmou que o país apoia os esforços da Argentina para manter a estabilidade econômica e financeira, em declaração conjunta emitida durante a visita do presidente Alberto Fernández no ano passado.

No início deste ano, o Banco Central da Argentina declarou que os países haviam oficialmente expandido seu acordo de swap cambial.

Assim, a reserva de moeda chinesa no país chegou a 130 bilhões de yuans (US$ 19,5 bilhões), com direito a mais 35 bilhões de yuans (US$ 5,25 bilhões) disponíveis para eventualidades.

  • Enquanto SVB e Credit Suisse acendem alertas de crise bancária, entusiastas de criptomoedas voltam a enxergar o bitcoin como reserva de valor alternativa. Será mesmo que o BTC é o “ouro digital”? Confira a análise completa aqui. 

Não é só a Argentina

Não foi só a turma do choripán que se rendeu à culinária chinesa com o delicioso macarrão chow mein. A Rússia também deixou o strogonoff de lado para dar uma garfada na cumbuca da China.

O país já realiza mais de 70% das suas transações internacionais em yuan, segundo o ministro de finanças da Rússia, Anton Siluanov.A China também recentemente anunciou que pretende ampliar o uso do yuan digital (também chamado de e-CNY), a versão digital da moeda chinesa, para pagamentos transfronteiriços.

A expectativa é de que o país estenda o uso para as nações que integram a Nova Rota da Seda — da qual a Argentina e mais 139 países fazem parte.

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa sobe com commodities metálicas na tentativa de recuperar as perdas da semana; dólar tem leve alta

18 de abril de 2024 - 6:35

RESUMO DO DIA: Após mais de uma semana de quedas, o Ibovespa se livrar do sufoco com apoio do minério de ferro. Na agenda do dia, o exterior segue de olho nas reuniões de primavera do FMI e do Banco Mundial. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos […]

AÇÕES NO SHAPE

Smart Fit (SMFT3) vai virar “monstro”? Banco recomenda compra das ações e vê espaço para rede de academias dobrar de tamanho

17 de abril de 2024 - 15:25

Os analistas do JP Morgan calcularam um preço-alvo de R$ 31 para os papéis da Smart Fit (SMFT3), o que representa um potencial de alta da ordem de 30%

DESTAQUES DA BOLSA

Ozempic que se cuide! Empresa de biotecnologia faz parceria para distribuir caneta do emagrecimento no Brasil e ações disparam quase 40% 

17 de abril de 2024 - 14:03

Com o anúncio, a Biomm conquistou R$ 1,2 bilhão em valor de mercado na B3; a comercialização do similar do Ozempic deve ainda passar pelo crivo da Anvisa

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Vale (VALE3) não é suficiente e Ibovespa fecha em queda na esteira de Nova York; dólar cai a R$ 5,24

17 de abril de 2024 - 6:49

RESUMO DO DIA: O Ibovespa até tentou interromper o ciclo de quedas com o forte avanço do minério de ferro e a prévia do PIB, mas o tom negativo de Nova York falou mais alto e arrastou o principal índice da bolsa brasileira. Com isso, o Ibovespa terminou o pregão em baixa de 0,17%, aos […]

REPORTAGEM ESPECIAL

O fracasso das empresas “sem dono” na B3. Por que o modelo das corporations vai mal na bolsa brasileira

16 de abril de 2024 - 15:54

São vários exemplos e de inúmeros setores de companhias sem uma estrutura de controle que passaram por graves problemas ou simplesmente fracassaram

MAIS 11 ATIVOS PARA A CONTA

Fundo imobiliário BTLG11 fecha acordo de quase R$ 2 bilhões por portfólio de imóveis em SP

16 de abril de 2024 - 11:36

O FII deve adquirir 11 ativos, com cerca de 550 mil metros quadrados prontos e performados

SÉRIE A DA B3

Auren (AURE3) fica de fora da segunda prévia do Ibovespa, que agora conta com a entrada de apenas uma ação

16 de abril de 2024 - 10:32

Se a previsão se confirmar, a carteira do Ibovespa contará com 87 ações de 84 empresas a partir de maio

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai pela quinta vez seguida pressionado por juros nos EUA e questão fiscal; dólar fecha no maior nível em 13 meses, a R$ 5,26

16 de abril de 2024 - 6:33

RESUMO DO DIA: A perspectiva de juros elevados por mais tempo nos Estados Unidos ganhou força mais uma vez e, combinada com a preocupação com o cenário fiscal doméstico, gerou mais lenha para a bolsa brasileira aumentar as cinzas. Pela quinta vez consecutiva, o Ibovespa terminou o dia no vermelho, com queda de 0,75%, aos […]

MERCADOS HOJE

Bolsas hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos e Wall Street no vermelho; dólar sobe a R$ 5,18

15 de abril de 2024 - 6:43

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta segunda-feira (15) no vermelho, pressionado pelo desempenho dos bancos, que recuaram em meio à crescente aversão ao risco no mercado hoje. O principal índice de ações da B3 fechou o pregão em baixa de 0,49%, aos 125.333 pontos. Já o dólar à vista avançou 1,25%, aos […]

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: Prévia do PIB no Brasil e balanços nos EUA são destaque junto com Livro Bege nos próximos dias

15 de abril de 2024 - 6:20

As reuniões do FMI ao longo da semana permanecem no radar, com discussões focadas na estabilidade financeira global e nas estratégias para enfrentar as incertezas econômicas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar