🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Ricardo Gozzi
TRANSIÇÃO EM PAUTA

Um encontro ‘excelente’: o que Haddad e Guedes conversaram hoje em Brasília

O ex-prefeito de São Paulo afirmou que, na reunião com o ministro da Economia de Guedes, tratou de um “plano geral de voo”

Ricardo Gozzi
8 de dezembro de 2022
15:51
O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o ex-ministro Paulo Guedes - Imagem: Montagem Seu Dinheiro

Um está de chegada, o outro de saída. Mas o encontro não aconteceu por acaso entre um monte de caixas de mudança. Fernando Haddad e Paulo Guedes confirmaram nesta quinta-feira (08) que se reuniram em Brasília.

Cotado para assumir o Ministério da Fazenda no próximo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-prefeito de São Paulo qualificou como “excelente” o encontro com o ministro da Economia de Jair Bolsonaro (PL).

Guedes, por sua vez, admitiu ter conversado com a equipe de transição de governo sobre a necessidade de aprimorar o teto de gastos.

A reunião na visão de Haddad

Haddad afirmou que a reunião com Guedes tratou de um "plano geral de voo".

"Passamos em revista vários assuntos importantes. Obviamente que uma reunião de uma hora e meia não é possível esmiuçar todos os assuntos, mas foi excelente reunião. Fui muito bem recebido, definimos agenda de trabalho a partir da semana que vem", disse Haddad depois do encontro.

Apesar das especulações, não houve até o momento confirmação oficial de nenhum futuro ministro por parte de Lula até o momento. Haddad afirmou ter ido ao Ministério da Economia na condição de interlocutor do grupo de transição.

De acordo com ele, as agendas da semana que vem terão mais foco nas secretarias da Pasta. "Concluídos os relatos do grupo de transição, a gente precisa sentar com secretários das pastas para que a gente saiba a rotina de trabalho, as agendas que estavam em curso", afirmou o favorito para a Fazenda.

O Ministério da Economia deve ser desmembrado em três: Fazenda, Planejamento e Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

"É uma transição normal, natural, a gente quer que seja mais suave possível", afirmou Haddad.

Neutralidade fiscal

Haddad defendeu o conceito de neutralidade fiscal. "O que a gente procurou passar na transição é conceito de neutralidade fiscal. Ou seja, a despesa em proporção ao PIB de 2023 não pode ser menor que a despesa em proporção ao PIB de 2022, para que não chegue em dezembro do ano que vem com problemas de dezembro deste ano", afirmou o ex-ministro da Educação em conversa com a imprensa ao término do encontro.

Ele também reiterou ser a favor de uma reforma tributária e da construção de um novo arcabouço fiscal no País, mas sem detalhar a melhor fórmula para a âncora.

Haddad e a PEC da Transição

O ex-prefeito paulistano ainda afirmou que o maior mérito da aprovação da PEC da transição na quarta-feira (07) no Senado é ter uma solução política para os impasses no Orçamento, que serão tratados na semana que vem entre ele e os secretários do Ministério da Economia para evitar descontinuidade de programas sociais.

De acordo com Haddad, o PT está em diálogo com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e com lideranças da Casa para garantir aprovação da PEC por lá também.

"Queremos recuperar uma visão mais institucional do processo político, diminuir tensão entre poderes", afirmou. "Estamos dialogando com o Congresso, que é parte da solução."

O encontro na visão de Guedes

"Certamente estamos conversando com a transição, com a economia, mostrando que há aperfeiçoamentos e que vamos seguir aperfeiçoando essas ferramentas", relatou o ministro da Economia.

Guedes fez o comentário durante transmissão da Cerimônia de Premiação do XXVII Prêmio Tesouro de Finanças Públicas que tem como tema "O Brasil como uma potência verde".

Segundo ele, o teto é uma das ferramentas disponíveis e que a equipe econômica utiliza também várias outras.

"É preciso manter um duplo compromisso, com a responsabilidade fiscal de um lado. Estive em 16 sessões no Congresso explicando cada R$ 1 bilhão de furo do teto. Explicamos cada vez que furamos o teto pelo defeito de construção. O teto foi muito mal construído", disse ele.

De acordo com o ministro, ao longo do tempo, foram feitos reparos, mas sempre honrando o espírito de austeridade fiscal, e que o Tesouro e a Secretaria de Política Econômica (SPE) fizeram projetos de revisão de teto.

Guedes explicou que se há o objetivo de controlar a inflação, tem o sistema de metas e a variável de controle são os juros. Se a intenção é controlar o balanço de pagamentos, o desequilíbrio externo,a variável de controle é a variação cambial.

"No caso, o que queremos é a sustentabilidade fiscal. Tem muito mais a ver com dívida/PIB do que com teto", disse. "Veja que absurdo: estou atrasado para pagar o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), mas se eu pagar o BID, eu furo o teto", ilustrou.

Compartilhe

FLEXIBILIZAÇÃO DA PENA

George Washington, bolsonarista que planejou atentado a bomba no aeroporto no Distrito Federal, vai para o semiaberto

19 de maio de 2024 - 15:34

A mudança do regime fechado para o semiaberto foi reconhecida porque ele já cumpriu um sexto da pena, requisito estabelecido na Lei de Execução Penal

MÃO PESADA?

Anatel poderá ser supervisor das redes sociais: presidente da agência defende que órgão regule plataformas 

19 de maio de 2024 - 11:22

O dirigente da Anatel explicou que a agência não tem, no entanto, como atuar sobre postagem e perfis específicos

ACONTECE EM OUTUBRO

Aquecendo os motores para as eleições municipais: Testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro

18 de maio de 2024 - 11:55

Dos 35 planos de teste realizados, cinco apontaram melhorias nos sistemas, que foram acatadas pelos técnicos do tribunal

"TUDO NORMAL"

Jair Bolsonaro recebe alta após 13 dias internado e já anuncia planos

17 de maio de 2024 - 16:46

“Em uma semana, tudo normal”, escreveu no X (antigo Twitter) Bolsonaro, que estava com quadro de erisipela e desconforto abdominal

VAI MELHORAR?

O que Haddad espera da economia? Projeções da Fazenda esperam inflação e PIB maiores para 2024

16 de maio de 2024 - 15:33

Para 2025, a projeção de IPCA passou de 3,10% para 3,20%. A atualização acontece um mês após o último boletim macrofiscal da SPE.

POLÍTICA

Sérgio Moro vai perder o mandato? Veja como será o julgamento do senador no TSE

16 de maio de 2024 - 11:14

Julgamento que pode resultar na cassação do mandato de Sérgio Moro e torná-lo inelegível começa hoje no TSE

PESQUISA QUAEST

Lula “merece” ou não ser reeleito? Pesquisa aponta nome mais forte que Jair Bolsonaro para eleição de 2026

13 de maio de 2024 - 8:35

Vale lembrar que Bolsonaro está inelegível até a eleição de 2030, de acordo com uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

DECISÃO DA CORTE

STF barra indicações políticas para estatais — mas mantém nomeações feitas por Lula

10 de maio de 2024 - 9:19

Assim, com a decisão, ficam proibidas futuras nomeações políticas para cargos de chefia em empresas públicas, sociedades de economia mista e suas subsidiárias

LEVANTAMENTO

Governo Lula melhor que o de Bolsonaro? Veja o que a pesquisa CNT/MDA descobriu

7 de maio de 2024 - 18:32

O levantamento foi encomendado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e executado pelo Instituto MDA Pesquisa. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais.

NAS CASAS LEGISLATIVAS

Comissão do Senado dá sinal verde para projeto de lei que recria seguro obrigatório DPVAT e libera R$ 15 bilhões de crédito

7 de maio de 2024 - 14:49

“A recriação do DPVAT, agora SPVAT, não tem nenhum condão do ponto de vista do governo de fazer caixa”, disse o senador Jaques Wagner durante a votação

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar