🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-30T14:09:37-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Voando alto

Top Gun: Maverick arrecada mais de US$ 100 milhões nos EUA no fim de semana de estreia, recorde na carreira de Tom Cruise

Sucesso de público e crítica, sequência do clássico Top Gun tem o debut de maior bilheteria doméstica dos 40 anos de carreira do astro de Hollywood, com estreia digna de filme de super-herói

30 de maio de 2022
14:09
O ator Tom Cruise no filme Top Gun: Maverick, da Paramount Pictures
Tom Cruise como o piloto Pete "Maverick" Mitchell: quarta maior bilheteria americana do pós-covid. Imagem: Reprodução YouTube

Filmes clássicos que ganham sequências décadas depois, com os atores principais já grisalhos, não costumam empolgar e podem parecer um tanto toscos, mas este definitivamente não parece ser o caso de Top Gun: Maverick, sequência do clássico de 36 anos atrás estrelado por Tom Cruise.

Sucesso de público e crítica, a continuação de Top Gun - Ases Indomáveis, de 1986, alcançou uma bilheteria de US$ 124 milhões nos Estados Unidos no seu fim de semana de estreia, segundo a Paramount Pictures. Uma cifra digna de filmes de super-herói.

Desde a pandemia de covid-19, que impactou duramente os cinemas em todo o mundo, trata-se da quarta maior bilheteria de estreia nos EUA, atrás apenas de Homem-Aranha: sem volta para casa (US$ 260 milhões), Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (US$ 187 milhões) e The Batman (US$ 134 milhões).

"Esses resultados são ridiculamente, exageradamente fantásticos", disse Chris Aronson, presidente de distribuição doméstica da Paramount.

Assista ao trailer:

O papel de Maverick rende a Tom Cruise um novo recorde

Para o ator Tom Cruise, que encarna novamente o piloto da Marinha americana Pete "Maverick" Mitchell, trata-se de um recorde pessoal.

Aos 59 anos de idade, 40 de carreira, é a primeira vez que um filme de Cruise atinge a marca dos US$ 100 milhões em bilheteria nos EUA em um fim de semana de estreia. Uma marca e tanto para ser atingida em plena era do streaming.

Até então, o melhor debut de um filme estrelado pelo astro havia sido o de Guerra dos Mundos, com uma bilheteria doméstica de US$ 64 milhões.

Em todo o mundo, Top Gun: Maverick arrecadou US$ 248 milhões no fim de semana de estreia, mesmo não tendo sido exibido em praças importantes, como Rússia e China.

Parece que o cinema não está morto afinal, e que não vive só de "filme de hominho". As acrobacias aéreas de Maverick vêm "tirando o fôlego" da plateia e dos críticos, inclusive do público que estava mais relutante em voltar às salas desde a pandemia: cerca de 55% dos pagantes nos Estados Unidos no fim de semana de estreia eram maiores de 40 anos, o alvo preferencial da Paramount com a empreitada.

*Com informações da BBC e da Variety.

Leia também

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies