🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-09T14:11:14-03:00
Carolina Gama
AMIGAS OU RIVAIS?

A culpa é da XP (XPBR31)? UBS corta preço-alvo da Itaúsa (ITSA4), mas mantém recomendação de compra — entenda por quê

Recentemente, o banco suíço melhorou a avaliação da corretora, mas também reduziu o valor dos papéis de US$ 37 para US$ 31

9 de junho de 2022
14:11
Itaúsa (ITSA4), holding dos controladores do Itaú
Ações ITSA4 possuem forte liquidez, mas o que esperar? - Imagem: Shutterstock

Para quem quer ganhar exposição ao Itaú Unibanco (ITUB4), o UBS tem o caminho: comprar ações da Itaúsa (ITSA4)

O banco suíço manteve a recomendação do papel em carteira, embora tenha cortado o preço-alvo de R$ 13 para R$ 12 — o que representa um potencial de valorização de 30,4% em relação ao fechamento de ontem.

O principal fator que levou o UBS a rever em baixa o valor da ação ITSA4 em 12 meses é a XP (XPBR31)

Recentemente, o banco suíço melhorou a recomendação para os papéis da corretora — que passou de neutra para compra. 

No entanto, também cortou o preço-alvo de US$ 37 para US$ 31, o que representa um potencial de valorização de 35,8% em relação ao fechamento de segunda-feira (07), um dia antes da divulgação da nova avaliação. 

Dinâmica de dividendos pesa sobre a Itaúsa (ITSA4)

Além da nova avaliação da XP, outro fator pesa para a Itaúsa (ITSA4). A holding tem o maior desconto de valor de mercado em relação ao ativos, de 23,8%. 

Esse percentual está acima da média dos últimos 12 meses, de 22,7%, e dos últimos dez anos, de 21,9%.

Segundo o UBS, parte dessa dinâmica de afastamento da média dos últimos meses foi causada pela expectativa mais fraca sobre o potencial de dividendos para distribuição relacionados ao Itaú. 

O impacto negativo da alta da Selic sobre as dívidas da Itaúsa  — R$ 5,2 bilhões no primeiro trimestre de 2022 — e a maior diversificação com a possível aquisição de participação na CCR também influenciam. 

O desconto pode diminuir? 

Segundo o UBS, sim. O desconto atual de 23,8% é visto como excessivo, logo, tem espaço para baixar para a meta do banco suíço de 15%. 

Isso sugere que a Itaúsa tem um retorno total  — previsão de valorização e dividend yield — superior ao do Itaú Unibanco. 

Alguns gatilhos explicam a lógica dessa avaliação do UBS:

  • Potencial desinvestimento adicional da XP
  • Melhores tendências operacionais de subsidiárias não financeiras; 
  • Pagamento de dividendos acima do esperado;
  • Eventual fim dos juros sobre capital próprio (JCP) em uma futura reforma tributária.
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

FRUTOS DO CASAMENTO

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) apresentam relação de troca final de ações; veja quanto os acionistas receberão

Mais cedo, a Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda de parte da frota da Unidas para o Grupo Brookfield, dono da locadora Ouro Verde

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) faz malabarismo para enfrentar volatilidade e seguir acima de US$ 20 mil; confira cotações

O cenário macroeconômico pesou no universo cripto e se juntou à falta de liquidez, exercendo importante fonte de pressão

AGRO EM ALTA

Governo oferecerá mais de R$ 340 bilhões para produtores rurais no novo Plano Safra; valores entram em vigor em julho

O programa do governo federal prevê o direcionamento de recursos públicos para financiar e apoiar a agropecuária nacional

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies