A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-04T17:44:11-03:00
Alice Almeida
QUEREM PARAR O RUSSO

Todos contra Putin: O assunto da vez da reunião dos líderes do G7? Impor limites à Rússia

Dessa vez, a ideia central é a de impor um “teto” no preço dos combustíveis russos — a proposta foi trazida à pauta pelo presidente americano, Joe Biden

4 de julho de 2022
16:33 - atualizado às 17:44
Chanceler alemão Olaf Scholz durante conferência do G7, na Alemanha. Os combustíveis da Rússia foram o tema central da reunião, em meio a Guerra na Ucrânia.
Imagem: Güngör/Governo da Alemanha

Não havia como esperar nada diferente: com a Guerra na Ucrânia e suas consequências econômicas — em particular, a inflação dos alimentos e o aumento dos combustíveis —, a reunião do G7 novamente teve como foco a Rússia de Vladimir Putin.

Dessa vez, a ideia central é a de impor um “teto” no preço dos combustíveis russos — a proposta foi trazida à pauta pelo presidente americano, Joe Biden.

E, não à toa, os EUA são os maiores defensores de uma sanção adicional às exportações russas de petróleo e gás natural. Em maio, a secretária do Tesouro, Janet Yellen já havia tentado emplacar a mesma  ideia para os colegas europeus.

E como viabilizar essa medida? Bem, segundo as autoridades americanas, a meta é estabelecer uma espécie de tarifa ou teto a ser pago pelos combustíveis russos — segundo os EUA, isso ainda ajudaria a Europa a gastar menos.

Pela proposta, os europeus se recusariam a pagar acima de um preço fixo (ainda não especificado); os países do G7 disseram “concordar” em observar como isso pode ser feito.

O objetivo é reduzir a receita de energia de Moscou e aumentar a pressão sobre a Rússia, mas sem aumentar a inflação já crescente em todo o mundo. 

A Alemanha é o país do G7 que mais se incomodou com os limites de preços, por temer que Putin possa ir adiante com o desligamento de gás para a Europa. O chanceler alemão Olaf Scholz disse que a ideia era muito ambiciosa e precisava de “muito trabalho” antes de se tornar realidade. 

A tarefa realmente não é nada fácil. Um corte agora deixaria a Europa vulnerável, visto que o continente está tentando aumentar as reservas de gás para o inverno deste ano. 

Apesar disso, um porta-voz da Comissão Europeia disse, em entrevista à CNBC, que a União Europeia compartilha as preocupações dos países do G7 sobre o peso dos aumentos dos combustíveis e a instabilidade do mercado. 

E, ainda nesse panorama, a comissão continuará trabalhando com medidas para conter o aumento dos preços de energia, incluindo a avaliação da viabilidade de introduzir limites temporários de preços de importação, por se tratar de uma questão de urgência.

Além da bolha do G-7

Em entrevista à rede americana CNBC, alguns analistas do setor de energia disseram ver mais desvantagens do que vantagens nessa proposta. 

O questionamento é o de como isso poderia funcionar. Eles alertam que o plano tem grandes chances de não sair como o planejado, principalmente se os principais consumidores não estiverem envolvidos.

Falamos de  China e Índia, países que, na visão deles, se beneficiariam enormemente do “teto de preços” caso ele venha a ser adotado.

“O petróleo russo está sendo vendido com um forte desconto de US$ 30 ou mais quando comparado aos futuros de petróleo Brent de referência internacional a US$ 110 o barril — e China e Índia estão comprando.” disse Neil Atkinson, analista independente de petróleo em entrevista à CNBC. 

Ainda para Atikson, uma decisão dessas só faria com que a Rússia “mexesse com as cabeças do Grupão” — os russos poderiam cortar os suprimentos de petróleo e gás à Europa e aos países do G7, já que Putin não ficaria sem reagir. 

Outros analistas entrevistados também compartilharam do mesmo pensamento de que uma decisão como essa só daria certo na teoria, e não na prática —, e que algo assim só daria certo para países que estão na mesma página que o grupinho do G-7.

O presidente Vladimir Putin já mostrou sua disposição de reter o funcionamento de gás natural aos chamados “países hostis” que se recusarem a atender às suas exigências de pagamento de gás em rublos (a moeda russa).

Rússia reagiu?

A Rússia alertou que qualquer tentativa de limitar o preço do petróleo russo pode causar estragos no mercado de energia e elevar ainda mais o preço das commodities. 

O vice-primeiro-ministro Alexander Novak descreveu na quarta-feira a decisão dos líderes ocidentais de considerar a imposição de um teto de preço como “outra tentativa de intervir nos mecanismos de mercado que só podem levar ao desequilíbrio”.

Novak disse estar confiante que a Rússia restaurará a produção de petróleo aos níveis pré-sanções nos próximos meses, em grande parte porque uma quantidade significativa de petróleo russo foi redirecionada para os mercados asiáticos.

*Com informações da CNBC

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Democratização?

Santander passa a oferecer serviços de alta renda para todos os clientes, mas não vai cobrar barato

15 de agosto de 2022 - 16:16

Serviços do Select, segmento de alta renda do banco, estarão disponíveis mesmo para quem não se enquadrar nos critérios de renda e patrimônio mínimos, mediante pagamento de taxa

INDO ÀS COMPRAS

XP (XPBR31) amplia presença no ramo de previdência e seguros e compra a BTR Benefícios

15 de agosto de 2022 - 16:11

As empresas tornaram-se parceiras em setembro do ano passado; o valor da operação não foi divulgado

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

ESTÁGIO E TRAINEE

Santander e Braskem abrem vagas para estágio; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 8 mil

15 de agosto de 2022 - 13:31

Os processos seletivos aceitam candidaturas até setembro, com início previsto em janeiro de 2023; as inscrições para trainee no Itaú continuam abertas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies