O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-24T16:10:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
VITÓRIA DO CENTRO

Le Pen passa perto, mas Emmanuel Macron é reeleito e segue no comando da França, indicam projeções

Macron disputou a preferência dos eleitores com Marine Le Pen, que também foi sua adversária em 2017. Mas as projeções mostram que a vitória não foi tá fácil quando naquela ocasião

24 de abril de 2022
15:39 - atualizado às 16:10
Emmanuel Macron, presidente da França
Presidente da França, Emmanuel Macron. - Imagem: Shutterstock

Com uma apuração mais demorada do que estamos acostumados a ver no Brasil, a França elege neste domingo (24) seu novo presidente. E, conforme indicam as pesquisas de boca de urna, Emmanuel Macron, o atual chefe do executivo, é quem levou o páreo.

Macron disputou a preferência dos eleitores com Marine Le Pen, que também foi sua adversária em 2017. Mas as projeções mostram que a vitória não foi tá fácil quando naquela ocasião. Segundo as pesquisas divulgadas pela imprensa francesa, o atual presidente garantiu de 57% a 58% dos votos.

Com isso, o político anota uma conquista que não foi alcançada por seus antecessores mais recentes: é o primeiro presidente a ser reeleito na França desde o conservador Jacques Chirac (1995-2007).

Le Pen, ao contrário de outros candidatos de extrema-direita ao redor do mundo, não deve contestar o resultado das eleições e já admitiu a derrota.

"Estamos mais determinados do que nunca”, declarou ela após conferir as pesquisas. “Nesta derrota, não posso deixar de sentir uma espécie de esperança.”

Vale lembrar que a candidata ficou famosa por seu discurso anti-União Europeia e sua propalada proximidade com Vladimir Putin, presidente da Rússia.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, também reconheceu o resultado e parabenizou Macron. "Estou ansiosa para continuar nossa excelente cooperação", diz em uma postagem no Twitter.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, também utilizou o twitter para enviar suas felicitações. "A França é um dos nossos aliados mais próximos e importantes", escreveu.

Uma repetição das eleições de 2017

Na estrada para o segundo turno, Le Pen obteve 23,1% dos votos no primeiro turno das eleições na França, realizado em 10 de abril. Ela ficou em segundo lugar em uma disputa apertada, tirando do páreo o candidato da extrema-esquerda, Jean-Luc Mélenchon. Macron foi o candidato mais votado na ocasião, com 27,8% dos votos válidos.

O confronto entre Macron e Le Pen é uma repetição da eleição de 2017. Desta vez, as pesquisas de intenção de voto vinham sugerindo que ela teria mais chances agora do que no pleito anterior. Nas últimas semanas, porém, o centrista Macron manteve a dianteira.

O fator Putin ajudou Macron

Mas, mesmo com a vitória de Macron, o avanço dos candidatos de pólos extremos na França vêm alimentando temores sobre o crescimento do sentimento anti-UE no país.

Nesse sentido, o surgimento do fator Putin como potencialmente decisivo emerge como um alívio para os defensores de posições mais moderadas.

Não é de hoje que Le Pen se diz próxima do presidente russo. Em 2017, numa entrevista à BBC, Le Pen enfatizou que suas políticas para a França eram as mesmas do ex-presidente dos EUA, Donald Trump. E de Putin.

No início de 2022, enquanto a Rússia posicionava suas forças armadas perto da fronteira com a Ucrânia, Le Pen disse que via Moscou como uma aliada da França e que não acreditava que a Rússia quisesse invadir a Ucrânia.

Entretanto, a invasão ocorreu, com ela vieram as sanções, Macron emergiu como um incansável negociador e Le Pen tentou fingir que não era com ela.

Panfletos jogados no lixo e empréstimos de bancos russos

A campanha de Le Pen chegou a imprimir - e posteriormente jogar no lixo - milhares de panfletos com uma foto da candidata cumprimentando Putin. A direção de campanha assegura que um erro tipográfico foi a causa do descarte, não a foto em si.

Anteontem, porém, o assunto voltou à tona no decisivo debate entre Macron e Le Pen às vésperas da eleição na França. “Quando você fala com a Rússia, está falando com quem paga suas contas”, disparou Macron no debate de duas horas de duração.

Em 2014, o partido de Le Pen levantou empréstimos junto a bancos russos. “Sou uma mulher completamente livre”, rebateu Le Pen. Segundo ela, os empréstimos ainda estão sendo pagos e foram tomados de bancos russos porque nenhum credor francês quis emprestar dinheiro a seu partido na ocasião.

*Com informações da CNBC

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

BYE BYE GOVERNO!

Privatização vem aí: conselho do PPI altera regras da capitalização da Eletrobras (ELET3); saiba por que mudou

O TCU aprovou na sessão de quarta-feira (18) o processo de privatização da companhia — a proposta do relator venceu por 7 votos a favor e 1 contra

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

SEM LIMITE

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

O chefe do Executivo é alvo de mais de 140 solicitações de impedimento; entenda a decisão da corte máxima

VAI TER DISNEY?

Dólar acumula desvalorização de 12,59% frente ao real no ano — veja o que mexe com o mercado de câmbio

A moeda norte-americana teve o pior desempenho semanal em quase dois meses, quando levou um tombo de mais de 5%

SOBE E DESCE

IRB (IRBR3) lidera pelotão de altas do Ibovespa e Méliuz (CASH3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa na semana

Lá fora, as negociações da semana foram marcadas pela entrada do S&P 500 no chamado bear market, ou território de queda; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhou de 1,46%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies