2022-03-12T07:57:50-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
PAPO CRIPTO #014

Criptomoedas se destacam como defesa do patrimônio em países como Rússia e Ucrânia, mas brasileiros também devem pensar em bitcoin (BTC) em ano de eleição, diz diretor do Mercado Bitcoin

O diretor do Mercado Bitcoin e da 2TM, Fabrício Tota, conta a experiência de usar bitcoin (BTC) como pagamento em El Salvador

12 de março de 2022
7:00 - atualizado às 7:57

Os números relacionados a transações com bitcoin e criptomoedas de Rússia e Ucrânia não mentem: desde o início do conflito, houve uma migração em massa do sistema financeiro tradicional para as moedas digitais como forma de se proteger de possíveis sanções do governo. 

Não é preciso ir muito longe para encontrar situações semelhantes, em que a população teme pela segurança de seu patrimônio. A Argentina, um dos países que convive constantemente com a inflação, também é grande usuária de criptomoedas. 

Já por aqui, o ano de eleição pode despertar o investidor cauteloso que existe dentro de cada um de nós — e a busca por uma proteção para o seu dinheiro pode passar pelas criptomoedas, como afirma Fabrício Tota, diretor do Mercado Bitcoin e da 2TM, em entrevista ao Papo Cripto.

“O desejo de um cidadão comum é proteger seu próprio patrimônio. Seja por uma guerra, atacante ou atacado, russo ou ucraniano, ou mesmo pra gente aqui no Brasil, que tem uma economia frágil com alguma turbulência esperada. Talvez o cidadão não queira deixar todo o meu patrimônio no sistema financeiro, na mão dos bancos.”

A partir desta edição o Papo Cripto também pode ser ouvido no Spotfy do Seu Dinheiro. Aperte o play logo abaixo e ouça a íntegra do programa:

Os usos do bitcoin em Rússia, Ucrânia e El Salvador

Aqui no Seu Dinheiro nós analisamos o uso de criptomoedas pela população russa e ucraniana durante os primeiros dias de sanções dos EUA.

Mas a adoção das criptomoedas como dinheiro no dia a dia vai muito além da análise dos dados. Tota participou de uma conferência sobre criptomoedas em El Salvador, país que, há quase um ano, adotou o bitcoin (BTC) como moeda oficial. 

“Assim como existiu uma dificuldade com o uso das maquininhas [de cartões] no início, a barreira tecnológica também está presente no uso do bitcoin em El Salvador”, comenta Tota, que conta a história de uma senhora que precisava de um ajudante para aceitar pagamentos com a criptomoeda. 

“Não sei se era o filho, neto, ajudante, mas fato é: ela não conseguia aceitar pagamentos em BTC se não fosse ele”

Além de hoje: o bitcoin, o pix e o real digital

As boas histórias de Tota não param por aí. 

O Mercado Bitcoin foi escolhido no desafio Lift do Banco Central para encabeçar o desenvolvimento de aplicações para o real digital, a criptomoeda do BC (Central Bank Digital Currency ou CDBC, em inglês).

Tota conta como é desenvolver um produto em parceria com a autoridade monetária brasileira. “Não era uma coisa da gente falar e eles ouviram, foi uma conversa muito estimulante”.

Mas você só vai saber as aplicações e diferenças entre o PIX, o sistema de pagamentos instantâneos, o real digital e o bitcoin no episódio #014 do Papo Cripto com Fabrício Tota, diretor do Mercado Bitcoin e da 2TM.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies