⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-15T15:53:20-03:00
Ricardo Gozzi
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
CRIPTOMOEDAS

Fusão concluída: Vitalik Buterin, um dos cofundadores do ethereum (ETH), anuncia que ‘The Merge’ chegou ao fim

Expectativa é de que a fusão do ethereum (ETH) leve a uma redução acentuada no consumo de energia da blockchain

15 de setembro de 2022
6:14 - atualizado às 15:53
The Merge, a atualização do ethereum (ETH) que anima o mercado de criptomoedas
Imagem: Freepik

A ‘fusão’ — ou simplesmente The Merge — do ethereum (ETH), atualização mais aguardada dos últimos anos no universo das criptomoedas, foi concluída. O anúncio foi feito na madrugada de hoje por Vitalik Buterin, um dos cofundadores da segunda maior moeda digital do mundo, em seu perfil no Twitter.

O que é a fusão do ethereum

Trata-se de uma transição por meio da qual o sistema de validação da blockchain do ethereum passa do proof-of-work (PoW, a prova de trabalho) para proof-of-stake (PoS, a prova de participação). Você pode obter mais detalhes sobre as principais perguntas e respostas sobre o The Merge aqui.

Entre outras coisas, a atualização prepara o terreno para que o ethereum se torne mais eficiente do ponto de vista energético — e relativamente menos prejudicial ao meio ambiente.

Uma das principais críticas dos desafetos do mundo cripto é a alta quantidade de energia consumida no processo de mineração de criptomoedas. A Ethereum Foundation afirma que o consumo de energia da blockchain cairá 99,95% com a fusão.

Aqui vale uma pequena explicação: o sistema PoW — majoritariamente utilizado em criptomoedas mais antigas como o próprio bitcoin — necessita de uma quantidade enorme de energia para funcionar. Já o PoS, pensando em um futuro sustentável, é o método de validação preferido das criptomoedas mais novas justamente pela eficiência energética. Entenda mais sobre essa mudança de validação do ethereum aqui.

Não empolgou?

A expectativa com a disparada dos preços do ethereum rondava o mercado desde os primeiros dias do ano. Mas não é o que acontece hoje.

Por volta das 8h, o ETH recuava 1,42%, cotado a US$ 1.580,33. O bitcoin (BTC), por sua vez, era negociado a US$ 20.114,50, queda de 1,19%.

Além do peso do cenário macroeconômico no sentimento dos investidores, as liquidações de posições em criptomoedas também pressionam os preços. De acordo com dados do Coinglass, foram liquidadas US$ 102 milhões de posições em ethereum nas últimas 24h.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NA CONTA DA Berkshire Hathaway

Warren Buffett já perdeu US$ 36 bilhões com a Apple neste ano; por que uma das “joias da coroa” do megainvestidor despenca no mercado acionário?

1 de outubro de 2022 - 20:32

Os ativos da gigante de tecnologia acumulam queda de 24% este ano, refletindo o mercado tech e também fatores internos

ELEIÇÕES 2022

Lula não teme golpe de Bolsonaro — petista diz que, se for eleito, “haverá posse”

1 de outubro de 2022 - 19:29

O ex-presidente indicou que acredita na vitória, mas ainda não sabe se ela virá no primeiro ou segundo turno

ELEIÇÕES 2022

Último Datafolha mostra Lula com 50% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro; petista manteve vantagem e pode levar o pleito no primeiro turno

1 de outubro de 2022 - 18:12

A última pesquisa Datafolha antes do primeiro turno acaba de ser divulgada e mostra que a distância entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) manteve-se a mesma. O levantamento publicado neste sábado indica que Lula tem 50% dos votos válidos contra 36% de Bolsonaro. A pontuação do petista […]

ELEIÇÕES 2022

Lula oscila para baixo, mas mantém vantagem sobre Bolsonaro e ainda pode vencer no primeiro turno, revela última pesquisa do IPEC

1 de outubro de 2022 - 18:06

Lula lidera o levantamento do Ipec, antigo Ibope, com 51% das intenções de voto. Bolsonaro vem em segundo lugar, com 37%

Exclusivo Seu Dinheiro

Dividendos da Petrobras (PETR4) podem ser taxados após as eleições: saiba o que cada candidato à presidência propõe sobre o tema

1 de outubro de 2022 - 17:00

Todos querem cobrar Imposto de Renda sobre seus dividendos, mas Lula, Bolsonaro, Ciro e Simone Tebet têm propostas diferentes sobre o tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies