🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-28T11:03:50-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Criptomoedas hoje

Bitcoin (BTC) cai perto de 4% e pode perder o nível de US$ 38 mil; ethereum (ETH) desaba 6%

O acirramento nas tensões na Europa e afeta os ativos de risco e derruba as principais criptomoedas, como o Bitcoin (BTC) e o ethereum (ETH)

28 de fevereiro de 2022
11:03
Bitcoin ao lado do mapa da Rússia com um pino vermelho em cima
Imagem: Pixabay

O clima de apreensão visto nas bolsas e no mercado de câmbio global também afeta as criptomoedas: em meio à escalada militar da Rússia e da OTAN — com o presidente Vladimir Putin chegando a colocar o armamento nuclear do país em "alerta máximo" —, os investidores optam por se afastar de ativos mais arriscados nesta segunda-feira (28). Com isso, o Bitcoin (BTC), o ethereum (ETH) e outras grandes moedas digitais aparecem no vermelho.

O Bitcoin, por exemplo, cai 3,79% nas últimas 24 horas, de acordo com informações do CoinMarketCap. O desempenho negativo, no entanto, não apaga os ganhos contabilizados nos últimos sete dias: em uma semana, o BTC ainda acumula alta de 1,58%, mesmo com as turbulências da guerra entre Rússia e Ucrânia.

O mercado como um todo tem uma sessão bastante turbulenta, com as sanções econômicas impostas por União Europeia e EUA à Rússia começando a surtir efeito. O rublo russo desabou às mínimas históricas, pressionado pelo congelamento de parte das reservas internacionais do governo Putin, o que obrigou o BC do país a elevar a taxa de juros a 20% para conter o movimento do câmbio.

Outras sanções ao Kremlin incluem a exclusão das instituições financeiras russas ao Swift, o sistema interbancário internacional, e a proibição de voos de empresas da Rússia em boa parte do espaço aéreo europeu. Ainda no lado corporativo, a BP anunciou a venda de sua fatia de quase 20% na petroleira russa Rosneft.

Em paralelo às medidas, há uma escalada nas tensões militares por parte da Rússia, tanto no front da guerra com a Ucrânia quanto no discurso com a OTAN. Os conflitos armados no território ucraniano já entram no quinto dia, e os atritos entre Putin e a aliança militar ocidental continuam elevados.

Nesse contexto, ativos voláteis e tidos como mais arriscados — caso de ações, moedas de países emergentes ou criptomoedas — acabam perdendo a atratividade em detrimento de opções mais sólidas e seguras, como o ouro. A lógica é simples: em meio à incerteza, muitos preferem o certo ao duvidoso.

Veja abaixo como estão se comportando as 10 maiores criptomoedas do mundo, em valor de mercado, nesta segunda-feira (28). Os dados são do CoinMarketCap:

CriptomoedaCódigoCotação (US$)Variação (24h)Variação (7 dias)
BitcoinBTC38.058,16-3,79%+1,58%
EthereumETH2.621,06-6,43%+0,82%
TetherUSDT1,000,00%-0,01%
BNBBNB364,32-3,51%-0,64%
USD CoinUSDC0,99970,00%-0,02%
XRPXRP0,7208-4,98%-5,71%
CardanoADA0,8838-2,45%-2,91%
SolanaSOL89,73-1,78%+2,19%
TerraLUNA75,21-1,52%+51,82%
AvalancheAVAX74,39-8,30%-1,38%
Fonte: CoinMarketCap

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies