Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-28T23:35:55-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na onda do minério

Mercado Livre (MELI34) ultrapassa Vale (VALE3) e se torna a empresa mais valiosa da América Latina

A gigante de comércio eletrônico argentina conquistou o posto após a mineradora brasileira perder R$ 43,6 bilhões em valor de mercado na última semana

20 de setembro de 2021
17:39 - atualizado às 23:35
mercado livre
Imagem: Shutterstock/Helena Aymee

Enquantos os acionistas da Vale (VALE3) lamentam os efeitos do novo tombo do minério de ferro — que derreteu 8,8% no porto de Qingdao nesta segunda-feira (20) — nas ações da mineradora, quem investe no Mercado Livre (negociada na B3 com o BDR MELI34) ganhou motivos para sorrir em meio ao baque que afeta todo o mercado de ações.

A gigante de comércio eletrônico argentina, que tem ações listadas na Nasdaq e grande presença no Brasil, conquistou o posto de empresa mais valiosa da América Latina após a mineradora brasileira perder R$ 43,6 bilhões em valor de mercado na semana passada, quando acumulou queda de cerca de 9%.

A queda das ações derrubou o valor de mercado da Vale para US$ 81 bilhões (aproximadamente R$ 432 bilhões, na cotação atual), contra US$ 93 bilhões (R$ 496 bilhões) do Mercado Livre, de acordo com dados da consultoria Economatica.

Veja as dez primeiras empresas no ranking da Economática, incluindo cinco companhias brasileiras:

Empresa (país)Valor de mercado* em bilhões de USD
Mercado Livre (ARG)R$ 93,3 
Vale (BRA)R$ 81,7
Wal Mart do México (MEX)R$ 63,3 
Petrobras (BRA)R$ 62
America Movil (MEX)R$ 60,3
Itaú Unibanco (BRA)R$ 49,4
Ambev (BRA)R$ 46,6
Marvell Technology Group (BER)R$ 41,9
BeiGene (CYM)R$ 37,5
Bradesco (BRA)R$ 34

*Até o dia 17 de setembro de 2021

Além do impacto nas cotações, a situação atual do minério de ferro tem atrapalhado o casamento da Vale com os analistas e ameaçam seu posto de “queridinha do mercado financeiro”

O UBS, por exemplo, rebaixou a recomendação dos papéis da Vale de "compra" para "venda" na última sexta-feira (17). Os analistas do banco suíço também reduziram de US$ 22 para US$ 15 o preço-alvo dos ADRs — recibos de ações da mineradora brasileira negociados em Nova York.

Se a onda de quedas da commodity — que chega a mais de 60% desde maio  — prosseguir, as ações da mineradora podem ser ainda mais prejudicadas. Mas, afinal, o que leva o minério de ferro a perder mais da metade de seu valor?

Veja também: nova CRISE DE 2008 no radar? Calote na China derruba bolsas ao redor do mundo | Entenda:

Antes de continuar, um convite: apresentamos no nosso Instagram os 5 motivos pelos quais o Ibovespa não para de cair.

Confira abaixo e aproveite para nos seguir no Instagram (basta clicar aqui). Lá entregamos aos leitores análises de investimentos, notícias relevantes para o seu patrimônio, oportunidades de compra na bolsa, insights sobre carreira, empreendedorismo e muito mais.

Minério de ferro — do topo ao fundo em três meses

Com o resultado de hoje, o preço do minério de ferro ficou abaixo dos US$ 100 por tonelada pela primeira vez em mais de um ano. Em maio deste ano, a commodity chegou a valer US$ 237,57 no porto chinês, referência para o setor. 

Os principais motivos por trás do recuo, que pôs fim ao ciclo de alta observado nos primeiros meses deste ano, você confere abaixo:

  • China pressiona cotações: nas últimas semanas, o Gigante Asiático reduziu a produção de aço e limitou a demanda para o mercado internacional para conter a inflação crescente do país e possíveis especulações com o preço da commodity;
  • Retomada mais fraca: outro fator que preocupa os investidores internacionais é a recuperação econômica dos principais países do mundo. Tanto a China quanto os Estados Unidos apresentaram fracos dados de produção industrial e atividade econômica na semana passada;
  • Caso Evergrande: a construção civil utiliza muito aço e o setor deve sentir o baque da notícia de que a gigante incorporadora chinesa Evergrande - a segunda maior empresa do setor imobiliário - está na iminência de dar um calote, com uma dívida de aproximadamente US$ 300 bilhões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies