IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2021-03-02T07:14:50-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
parece que vai

Caixa Seguridade segue adiante com plano de IPO

Caixa protocola pedido para realizar oferta secundária de seu braço de seguros e previdência e listar ações no Novo Mercado

2 de março de 2021
7:14
Fachada da Caixa Econômica Federal
Imagem: Shutterstock

Aparentemente, a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Caixa Seguridade vai sair do papel.

Pelo menos é o que o braço de seguros e previdência da Caixa sinalizou na noite de segunda-feira (1º), ao anunciar que o banco protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido de registro de uma oferta pública secundária de ações, quando os acionistas vendem participação.

No comunicado, a Caixa Seguridade informou ainda que entrou com um pedido na B3 para que suas ações estejam no Novo Mercado, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa da bolsa.

História antiga

A intenção de listar a parte de seguros e previdência da Caixa na bolsa não é nova, mas é um tanto enrolada. O banco interrompeu por duas vezes a preparação do IPO em 2020, citando as condições do mercado nas respectivas ocasiões.

O IPO da Caixa Seguridade é o mais avançado entre cinco ofertas que a Caixa pretende fazer de suas subsidiárias.

A abertura de capital das unidades na B3 é "foco total" na instituição, disse o presidente do banco, Pedro Guimarães, no começo do ano.

A Caixa também pretende vender para investidores na bolsa uma participação de seu recém-criado banco digital, o "Caixa Tem". O IPO só pode acontecer depois da autorização do Banco Central.

O aval do BC também é necessário para a abertura de capital da unidade de gestão de fundos da Caixa, que conta com aproximadamente R$ 500 bilhões em ativos.

Guimarães disse que o banco também pretende abrir o capital da unidade de cartões e meios de pagamento. Já o IPO da unidade de loterias não depende exclusivamente do banco.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

É RECORDE!

Black Friday e Copa do Mundo garantem bom desempenho para o Magazine Luiza (MGLU3) em novembro

29 de novembro de 2022 - 21:10

Novembro se tornou o melhor mês deste ano para a empresa e o mês com mais vendas na história da companhia

Estreante

CTG Brasil deve puxar a fila dos IPOs em 2023. Veja detalhes da oferta

29 de novembro de 2022 - 20:20

Caso se concretize, o IPO da CTG será o primeiro depois de um hiato de sete meses sem ofertas públicas – a última foi a privatização da Eletrobras, em junho

SINAL VERDE DA CÂMARA

Histórico! Brasil aprova lei sobre criptomoedas; confira o que muda para você a partir de agora

29 de novembro de 2022 - 19:58

O estabelecimento de regras mais principiológicas é animador para o esse novo setor da economia brasileira, segundo especialistas

BOA NOTÍCIA PARA OS ACIONISTAS?

Nubank encerra acordo polêmico de remuneração ao fundador, David Vélez, e gera economia bilionária aos cofres da fintech

29 de novembro de 2022 - 19:20

Além da economia, o encerramento do programa também evitará uma potencial diluição de até 2% dos outros acionistas da companhia

FECHAMENTO DO DIA

Commodities metálicas disparam e Ibovespa sobe quase 2%; dólar cai a R$ 5,28

29 de novembro de 2022 - 19:07

O Ibovespa pegou impulso com a valorização das commodities no mercado internacional e subiu quase 2%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies