Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-18T17:45:00-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Ainda falta chão...

Setor de serviços recupera perdas da pandemia em fevereiro, mas desempenho segue abaixo do pré-crise

Nem mesmo nove altas consecutivas foram capaz de levar o segmento de volta ao patamar observado no início de 2020

15 de abril de 2021
14:35 - atualizado às 17:45
serviços
Imagem: Shutterstock

A alta de 3,7% registrada entre janeiro e fevereiro, somada a oito resultados positivos anteriores, levou o setor de serviços a superar, pela primeira vez, o nível pré-pandemia. É o que indica a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quinta-feira (15), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com nove altas consecutivas e crescimento acumulado de 24%, o resultado apagou as perdas de 18,6% observadas entre março e maio de 2020, meses marcados pela implementação de medidas restritivas na tentativa de frear o avanço da covid-19.

Contudo, quando comparado com o desempenho em fevereiro do ano passado, o resultado recua 2%. E fica mais negativo ainda — 10,8%, para ser mais preciso — em relação ao pico registrado em novembro de 2014, seu melhor momento desde o início da série.

Quem puxou a alta?

Mesmo assim, o avanço ainda é de se comemorar: todas as cinco atividades analisadas e 18 estados cresceram. O destaque vai para o salto de 14,7% no Mato Grosso e de 8,8% nos serviços prestados às famílias, que abrangem restaurantes e hotéis, por exemplo.

Apesar de ser um resultado positivo, o alto índice de crescimento da atividade pode ser explicado pelo patamar inferior da base de comparação. Mesmo com a alta, o segmento ainda se encontra 23,7% abaixo do nível de fevereiro de 2020.

“Sendo uma das atividades mais afetadas pelas restrições impostas por estados e municípios para enfrentamento da pandemia, serviços prestados às famílias tiveram perdas significativas entre março e maio e ainda oscilam muito, conforme as medidas de isolamento social são relaxadas ou enrijecidas”, comenta Rodrigo Lobo, gerente da pesquisa.

Por outro lado, as medidas restritivas ajudaram a impulsionar outra atividade: os transportes e serviços auxiliares a eles a os correios cresceram 4,4% no mês e acumulam ganhos de 8,7% neste início de ano.

“Nesse segmento vêm se destacando as empresas que prestam serviço de logística, que já vinha tendo alta expressiva por conta do aumento das exportações de petróleo e do agronegócio e, durante a pandemia, tiveram uma grande escalada de demanda, devido ao crescimento das vendas no comércio online”, explica Lobo.

Turismo luta para se recuperar

Outro setor que voltou a aquecer no período foi o turismo. A atividade subiu 2,4% no mês e acumula crescimento de 127,5% de maio até aqui. Mas não deixe que o tamanho da porcentagem te engane: para voltar ao patamar pré-pandemia ainda faltam 39,2%.

Na comparação com fevereiro de 2020, empresas dos ramos de hotelaria, restaurantes, aéreas, agências de viagem e serviços de bufê amargaram perdas, com destaque negativo para os tombos em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, que recuaram 39,3%, 30,4% e 29,1%, respectivamente.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

EXILE ON WALL STREET

O peru de natal e o complexo de vira-latas: confira os alertas e oportunidades para voltar a investir na bolsa brasileira

Com o estouro da bolha tech nos EUA, as ações brasileiras, agora no campo positivo, voltam a ganhar a atenção dos investidores. Veja as portas que se abrem com este cenário

PÍLULA DO MERCADO

Enquanto o bitcoin (BTC) derrete mais de 40% em 2 meses, preço do petróleo bate recordes e pode subir ainda mais; veja 3 investimentos para buscar lucros com a alta

O ano novo não tem sido bom para o bitcoin e para o mercado das criptomoedas no geral, já o petróleo está explodindo e pode subir ainda mais; entenda a ligação entre esses movimentos

Mercados Hoje

Ibovespa abre em queda com aumento da tensão na Rússia e de olho na próxima reunião do Fed; dólar avança

Na agenda da semana, a inflação medida pelo IPCA-15 e pelo PCE, nos Estados Unidos, são o grande destaque dos próximos dias

ENTREGAS DO FUTURO

Não é coisa de filme: iFood poderá fazer delivery de alimentos e produtos por drones em todo o Brasil

A empresa será a primeira da América Lativa a realizar entregas através de drones não tripulados por todo o território nacional

Tendências da bolsa

AGORA: Em linha com exterior negativo, Ibovespa futuro abre em queda e dólar sobe hoje; bitcoin (BTC) aprofunda queda do fim de semana

Na agenda da semana, a inflação medida pelo IPCA-15 e pelo PCE, nos Estados Unidos, são o grande destaque dos próximos dias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies