A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-03-12T19:22:28-03:00
Estadão Conteúdo
O retorno?

Acionistas minoritários querem Castello Branco na Vale

Pivô de uma queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro, o executivo foi diretor da Vale de julho de 1999 a janeiro de 2014.

12 de março de 2021
16:03 - atualizado às 19:22
roberto-castello-branco
Roberto Castello Branco - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Um grupo de acionistas minoritários da Vale se articula para indicar uma lista de candidatos ao conselho de administração da mineradora, que na quinta-feira, 11, apresentou 12 nomes para o mandato 2021-2023. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, terá seu nome indicado para o comando do conselho.

Leia também:

Pivô de uma queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro, que culminou com o pedido de sua destituição da petroleira, o executivo foi diretor da Vale de julho de 1999 a janeiro de 2014.

Além de Castello Branco, serão indicados mais três nomes: o já conselheiro independente Marcelo Gasparino, o ex-presidente da Associação dos Investidores no Mercado de Capitais (Amec) e conselheiro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, Rodrigues da Cunha, e a CEO da Lacoste, Rachel de Oliveira Maia.

Procurada, a Vale disse que não comentaria o assunto.

Cunha, será indicado como vice-presidente do conselho. Recentemente, Cunha fez severas críticas ao modelo de eleição proposto pela Vale.

A Vale divulgou na quinta a lista com a indicação de 12 candidatos ao conselho de administração para o período 2021-2023. São 12 membros, oito deles classificados como independentes.

A eleição marcada para o dia 30 de abril na Assembleia-Geral Ordinária (AGO) fará uma renovação parcial do colegiado: cinco indicados serão novos membros e os demais já atuam no quadro da mineradora.

São eles: José Luciano Penido (no conselho desde maio de 2019), Fernando Buso (desde abril de 2015), Clinton Dines (novo membro), Eduardo Rodrigues (desde maio de 2019), Elaine Doward-King (novo membro), José Maurício Coelho (no board desde maio de 2019), Ken Yasuhara (novo), Maria Fernanda Teixeira (novo membro), Murilo Passos (desde dezembro de 2019), Ollie Oliveira (novo), Roger Downey (desde dezembro de 2019) e Sandra Guerra (desde outubro de 2017). Penido e Buso são indicados para ocupar, respectivamente, a presidência e a vice-presidência do conselho.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

BALANÇO

IRB (IRBR3) confirma as piores expectativas e reporta prejuízo de R$ 373 milhões no segundo trimestre

16 de agosto de 2022 - 7:10

Prejuízo reportado pelo IRB no segundo trimestre de 2022 foi 80,4% maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Campanha eleitoral finalmente começa e volatilidade se avizinha, mas há meios de mitigar os riscos no mercado; aqui você aprende como

16 de agosto de 2022 - 6:00

Muita volatilidade é esperada, mas o mercado já conhece Lula e também sabe quem é Bolsonaro; as eleições não representam uma ameaça concreta à bolsa e é possível capturar o potencial de valorização desse período

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, que equivale a 22% de crescimento no período

BALANÇO DA HOLDING

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) recua 12,5% no segundo trimestre, mas holding anuncia JCP adicional; confira os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 19:52

A Itaúsa (ITSA4) esperou até o último dia da temporada de balanços para revelar os números do segundo trimestre. E a paciência dos investidores não foi recompensanda: a companhia lucrou R$ 3 bilhões, uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) sobre o […]

BALANÇO

Resultado da Méliuz (CASH3) piora e empresa de cashback registra prejuízo líquido de R$ 28,2 milhões no segundo trimestre

15 de agosto de 2022 - 19:07

Os papéis da Méliuz amargam perdas de 87% no ano, mas entraram no mês de agosto em tom mais positivo, com ganho mensal de 7%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies