Menu
2021-01-27T13:47:28-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
perspectivas

Para Verde e SPX, auxílio emergencial por mais três meses não é preocupante

Luis Stuhlberger e Rogério Xavier dizem que a medida pode ser necessária, caso a vacinação demore demais; ambos veem 2021 positivo para os mercados

26 de janeiro de 2021
20:10 - atualizado às 13:47
SEUDINHEIROLM3
Xavier, da SPX, e Stuhlberger, da Verde, em evento do Credit Suisse - Imagem: Leo Martins

O pagamento do auxílio emergencial por mais dois ou três meses em 2021 não preocupa o CEO da Verde Asset, Luis Stuhlberger, e o fundador da SPX Capital, Rogério Xavier. Para ambos, a medida é considerada necessária caso a vacinação demore demais no Brasil.

Lendas do mercado financeiro, Stuhlberger e Xavier participaram de um evento online do Credit Suisse nesta terça-feira (26). Os gestores demonstraram otimismo com a retomada econômica do Brasil neste ano e com a reação dos mercados.

Para o fundador da SPX, a parte de política monetária, o lado fiscal e o desenrolar da eleição na Câmara e no Senado parecem favoráveis ao governo. "É muito provável que a gente tenha o avanço de uma PEC importante, como a emergencial", disse.

Xavier contou ter recebido com satisfação a última ata do Copom e a derrubada do forward guidance na última decisão sobre juros do Banco Central. O instrumento indicava que a Selic permaneceria baixa por bastante tempo.

Mas, na avaliação do fundador da SPX, a taxa já estava excessivamente baixa. "2% não é uma taxa de equilíbrio. Espero ver mais ações no sentido de corrigir esse nível dos juros em 2021", afirmou. "Está parecendo o ano de consertar os erros".

Xavier disse ainda que no resto do mundo as curvas de juros parecem "muito pouco inclinadas". "Quando eu olho em juros em todo o mundo, me dá vontade de tomar todas as inclinações", disse.

Já Stuhlberger disse que o juro real negativo fez "mal para o Brasil". "Mas não acho que o juro vai voltar ao que era antes". Entre os efeitos negativos da Selic baixa, estaria o real depreciado em relação ao dólar, segundo o CEO da Verde.

Flertando com o abismo

Stuhlberger disse ver com otimismo este ano e que "até cogita vender S&P e comprar Brasil". O Verde sempre teve alocação de 35% em ações brasileiras, mas hoje reserva 21% para papéis daqui e 15% no exterior, segundo o sócio da gestora.

O gestor lembrou que no longo prazo o cenário local continua desafiador. "Se o País não resolver as desigualdades e os problemas estruturais, vai acabar mal".

"Todo mundo diz que o Brasil flerta com o abismo mas não cai. É uma verdade que não será verdade por todo tempo", disse o CEO da Verde. "Podemos querer eleger um salvador da pátria novamente. Espero que a gente não caia nisso de novo daqui dois anos".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O melhor do seu dinheiro

Avanço na PEC Emergencial e dólar a R$ 5,70

Hoje foi um dia daqueles em que Ibovespa e dólar caminharam para o mesmo sentido – para cima. As notícias têm sido agridoces para o mercado financeiro, então enquanto algumas coisas animam de um lado, outras preocupam do outro. No front da PEC Emergencial, as coisas avançaram, e parece que vai ter, afinal, algum controle […]

Primeiro passo

Os documentos que você deve reunir para declarar o imposto de renda 2021

Reunir a documentação que te auxilia no preenchimento da declaração é o primeiro passo. Empresas tiveram até a última sexta (28) para entregar os informes de rendimentos.

FECHAMENTO

Ibovespa reage na reta final e sobe mais de 1% com novidades sobre PEC Emergencial; dólar também sobe refletindo cautela

A bolsa chegou a cair mais de 2%, enquanto o Banco Central precisou injetar mais de US$ 2 bilhões para tentar segurar o câmbio

Chama o Max

Devo comprar ações da Jereissati para surfar na retomada da economia? Confira a análise

Como investidor, você pode tirar proveito da retomada da economia através dos papéis de uma das mais promissoras microcaps nacionais.

Fundos de investimento

Ney Miyamoto deixa equipe de gestão da Alaska

Fundador e um dos executivos mais experientes da equipe da Alaska, Miyamoto permanece como sócio e investidor dos fundos da casa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies