Menu
2020-03-10T18:32:04-03:00
Estadão Conteúdo
Fala, Maia

É importante governo vir a público e propor estímulo da economia, diz Maia

“A reforma administrativa da Câmara está pronta aguardando a do governo, vamos esperar mais uma ou duas semanas no máximo”, comentou Maia

10 de março de 2020
18:32
Rodrigo Maia
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a dizer que aguarda o envio das reformas administrativa e tributária do governo ao Congresso. "A reforma administrativa da Câmara está pronta aguardando a do governo, vamos esperar mais uma ou duas semanas no máximo", comentou.

Com a crise internacional se agravando, Maia disse também que o foco do Parlamento será cobrar do governo que ele venha a público anunciar sua agenda para a recuperação da economia do País.

"É importante que o governo venha público e faça como o presidente norte-americano fez ontem, dizendo que vai propor à sociedade e aos senadores e deputados uma agenda para o estímulo da economia. Nós precisamos entender o que o governo avalia, por exemplo, do impacto da falta de peças no setor automobilístico", disse o presidente da Câmara.

"Precisamos que o governo venha público e organize os próximos passos na questão, a curto prazo e a médio e longo prazo, em conjunto com o Parlamento, para que a gente possa votar essas matérias que estamos defendendo desde o ano passado", afirmou Maia. "O importante é que o Parlamento continua contribuído."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O melhor do Seu Dinheiro

A vida da renda fixa após a alta da Selic, o Telegram do Seu Dinheiro e outros destaques

A tribo dos investidores mais conservadores foi dormir um pouco mais contente ontem, após a decisão do Banco Central sobre a Selic. Como esperado, a taxa básica de juros subiu mais 0,75 ponto percentual, para 3,5% ao ano. No comunicado, o Comitê de Política Monetária (Copom) voltou a encarnar o “falcão” — mais duro no […]

Abertura

Bolsa abre sem direção definida, sem apoio do exterior e com cenário interno dividido

Confira os principais eventos e indicadores para o dia de hoje

análise dos balanços

Juntos, Santander, Itaú e Bradesco têm salto no lucro, mas saúde financeira não tranquiliza mercado

Um contraste fica visível na comparação entre Santander e Itaú, principalmente: o comportamento da margem financeira das operações com clientes

Desmatamento em foco

Varejistas europeus ameaçam boicote a produtos do Brasil por risco à Amazônia

O movimento foi visto como “precipitação” por empresários brasileiros que acompanham dois projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o tema

CÉU DE BRIGADEIRO

No pós-Copom, Ibovespa tem tudo para amanhecer com céu azul e sol brilhante

Com o Banco Central fora da cena principal, bolsa brasileira tem tudo para acompanhar o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies