Menu
2020-10-08T08:30:37-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
DINHEIRO NA MÃO

TIM vai pagar R$ 500 milhões em juros sobre capital próprio

Pagamento ocorrerá até o dia 30 de novembro, com base na posição acionária apurada em 19 de outubro

8 de outubro de 2020
8:30
tim
Imagem: Divulgação

O conselho de administração da TIM aprovou na quarta-feira (7) a distribuição do montante bruto de R$ 500 milhões em juros sobre capital próprio (JCP).

O valor equivale a R$ 0,20654 por ação, sendo que ele está sujeito à retenção de 15% de imposto de renda na fonte.

O pagamento ocorrerá até o dia 30 de novembro, com base na posição acionária apurada em 19 de outubro.

Os JCP são uma forma de a empresa distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, ele beneficia a empresa. Por isso não são isentos de imposto de renda para os acionistas, sendo tributados na fonte a uma alíquota de 15%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ALÍVIO

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

Média móvel de novos casos ficou em 22.483 no sábado, alta de 11% em relação aos casos da semana anterior

LUTO

Morre presidente da Samsung, aos 78 anos

Lee Kun-hee foi responsável por transformar a companhia em um dos maiores conglomerados do mundo

INFLAÇÃO

Custo alto deve se manter até 2021 no material de construção

Superaquecimento de itens é reflexo de distorção entre oferta e demanda, diz pesquisadora da FGV

“efeito de três pontos”

O [mau] comportamento dos mercados: as semelhanças entre a trajetória do câmbio e de uma bola de basquete

O câmbio vai oscilar ao gosto das notícias – das guerras comerciais à falta de agenda econômica do governo federal. Mas existe um estranho – e ainda pouco compreendido – “efeito de três pontos”.

DRAGÃO COM FOME

Comida pressiona inflação até o fim do ano, dizem analistas

Dólar em alta, oferta escassa por causa da entressafra e o auxílio emergencial estão provocando o aumento dos preços

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies