Menu
2019-09-30T18:37:59-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Alívio crucial para o caixa

Oi pode arrecadar até R$ 7 bilhões com venda de ativos, mas plano precisa avançar diz BTG

Para manter as suas operações, a companhia precisa levantar dinheiro e espera garantir até R$ 7 bilhões com a venda de ativos como torres de transmissão e a participação na empresa angolana Unitel

30 de setembro de 2019
13:30 - atualizado às 18:37
Imagem do prédio da operadora Oi
Imagem do prédio da operadora Oi, no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. - Imagem: Estadão Conteúdo/Paulo Vitor

aprovação do novo marco das teles no Senado e a indicação de Rodrigo Abreu, ex-presidente da Tim, para o cargo de diretor operacional deram algum fôlego recente ao plano de recuperação judicial da Oi. Mas para os analistas do BTG Pactual, a conclusão do processo de venda de ativos, que pode render de R$ 6 a R$ 7 bilhões, é crucial para o sucesso do plano da operadora de telefonia e para a atração de novos investidores para o grupo.

  • Veja agora: Pela primeira vez em 42 anos, um dos maiores grafistas do Brasil vai revelar seus segredos para ganhar no mercado de criptomoedas. Leia mais aqui.

A Oi, afinal, precisa levantar dinheiro para manter as suas operações — e seu plano estratégico, anunciado em julho, reitera o papel fundamental da venda de ativos para que esse projeto tenha êxito.

O plano da Oi

"A lista [para venda] é longa e poderia captar cerca de R$ 6 a R$ 7 bilhões, o suficiente para reduzir o buraco no seu financiamento no exercício de 2020-21, mas até agora, a Oi não concluiu a venda de nenhum desses ativos", diz o documento.

No topo da lista está a venda da participação na angolana Unitel. Em conversa recente com os investidores, a empresa se mostrou confiante de que a transação será realizada até o quarto trimestre deste ano. Segundo o BTG, a operação é estimada em cerca de R$ 4 bilhões.

Além disso, a empresa também espera vender algumas torres de transmissão (que trariam de R$ 300 a 400 milhões para o caixa) antes do fim de 2019. Também estão na lista a venda de redes de fibra ótica em São Paulo (estimados de R$ 1 a R$ 1,5 bilhão) e data centers (avaliados de R$ 400 a R$ 500 milhões).  A Oi também estuda a venda de outros imóveis.

Atualmente, o BTG possui recomendação de compra para as ações ON da Oi (OIBR3), com preço-alvo de 12 meses de R$ 3,50 para os ativos. Nesta segunda-feira (30), os papéis recuaram 2,06%, a R$ 0,95 — assim, a meta estabelecida pelo banco implica num potencial de valorização de mais de 250% em relação à cotação atual.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

rearranjo no segmento

Dona da Farm negocia fusão com a Shoulder, de moda feminina

Empresas mantém conversa “em fase preliminar”, em um momento de rearranjo do segmento; Grupo Soma comprou recentemente a NV e a Lauf

Meme bilionário

O que está por trás da valorização de 500% do Dogecoin em uma semana?

O projeto levou várias pessoas a ficarem milionárias, mas pode fazer muita gente perder dinheiro daqui para frente

Chama o doutor

Após desconto em IPO, ações da Mater Dei estreiam em queda na B3

A situação atual do mercado e a fila de companhias de saúde prontas para abrirem o capital prejudica a rede de hospitais

mudanças na estatal

Conselho confirma general indicado por Bolsonaro para presidir Petrobras e novos diretores

Joaquim Silva e Luna assume o cargo então ocupado por Roberto Castello Branco Branco, demitido porque Bolsonaro estava insatisfeito com política de preços

Só a Vale salva

Tá difícil viver de renda: empresas cortaram R$ 38 bilhões em dividendos na pandemia

Muitas companhias optaram por distribuir menos dinheiro aos acionistas e preservar o caixa durante a crise econômica

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies