Menu
2020-06-08T15:09:49-03:00
Estadão Conteúdo
3,4 milhões de litros a salvo

Furto de combustíveis em dutos caiu 31% em um ano, diz Petrobras

Esse volume representa 31% do total de furtos registrados pela empresa, que lançou o programa em junho de 2019

8 de junho de 2020
15:09
Prédio da Petrobras no Rio de Janeiro
Imagem: Shutterstock

A Petrobras reduziu em 3,4 milhões de litros o furto de combustíveis no primeiro ano do Programa Integrado Petrobras de Dutos (Pró-Dutos). Esse volume representa 31% do total de furtos registrados pela empresa, que lançou o programa em junho de 2019.

Em comunicado, a companhia informou também que a redução nos volumes perdidos mantém tendência de queda no primeiro semestre de 2020, com redução de mais de 30% na média mensal em relação ao mesmo período de 2019.

Em 2020, foram identificadas 101 ocorrências até maio. O objetivo da Petrobras é reduzir em 75% a incidência desse crime até o fim de 2021, e com ações integradas aos Estados e governo federal, buscar a eliminação das derivações clandestinas em breve.

Em todo o País, a Transpetro, subsidiária da estatal, opera 14.873 km de dutos que transportam combustíveis.

"Quando não há a intervenção de criminosos, os dutos são a opção mais segura, rápida e confiável para o transporte desses produtos. O volume transportado por essa malha de dutos representa 20 mil caminhões-tanque deixando de trafegar por dia pelas estradas", afirmou a companhia.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

novata na bolsa

HBR Realty sobe mais de 1% em primeiro dia na B3

Empresa, que atua no segmento de desenvolvimento e administração de propriedades, optou por formato diferente de IPO

em evento

BNDES diz que seguirá firme na estratégia de vender participação acionária

Segundo Montezano, a estratégia de desinvestimentos passa por se desfazer de participações acionárias em “empresas maduras”, como “Petrobras, Vale, Suzano, Klabin e AES Tietê”

futuro da companhia

Vaga na Eletrobras abre disputa no governo e pode definir futuro da estatal

Enquanto a área econômica do governo quer encontrar um executivo à altura de Ferreira Júnior, que acredite na capitalização da companhia, o mundo político aposta no ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque

economia circular

Enjoei planeja ampliar acordos com grandes marcas, diz CEO

Empresa, que já tem parceira com a C&A, quer tornar a experiência de compra e venda de itens usados “menos pensada”; papéis já subiram 60% desde IPO

executivo dos sonhos

Otimismo toma conta de investidores da BR Distribuidora com chegada de ex-CEO da Eletrobras

Trabalho feito pelo executivo na Eletrobras anima investidor quanto às perspectivas futuras da distribuidora de combustíveis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies