Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-30T20:40:24-03:00
Estadão Conteúdo
em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

30 de outubro de 2020
20:39 - atualizado às 20:40
O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida
O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida - Imagem: Gustavo Raniere/ME

O Secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, disse nesta sexta-feira, 30, que se for necessário o governo voltará a fazer transferências de parte do lucro do Banco Central para capitalizar o Tesouro Nacional em 2021.

O secretário fez esta afirmação durante live organizada pelo Necton Investimentos em que falou pautado pelo tema "Perspectivas Econômicas para Economia Brasileira". A fala de Sachsida passou por vários temas relacionados ao cenário econômico atual e prospectivo, mas empenhou destaque à consolidação fiscal, que passa, em parte, pela transferência de recursos do BC para o Tesouro.

Em agosto último, mais precisamente no dia 27, o Conselho Monetário Nacional (CMN) já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional. De acordo com o conselho, o dinheiro seria usado no pagamento da Dívida Pública Mobiliária Interna, isto é, o endividamento do governo feito na moeda local.

De acordo com o secretário, a ênfase na promessa de que o governo trabalhará para promover a tão propalada consolidação fiscal tem relação com a confiança depositada no governo pelo mercado de que em 2021 ele "colocará a questão fiscal, passo a passo, na linha".

"A partir de janeiro vamos endereçar a agenda de reformas fiscais. Essa agenda está muito clara para o curto prazo. Temos um compromisso com a consolidação fiscal", disse.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Contornando o teto

Economistas veem ‘contabilidade criativa’ em negociação do Auxílio Brasil

Parte do benefício, com parcelas de R$ 400, deve ficar de fora da regra que comanda o avanço das despesas públicas brasileiras

De onde vem o dinheiro?

Governo confirma Auxílio Brasil em R$ 400, mas sem revelar de onde vai tirar o dinheiro para bancar o benefício

O ministro da Cidadania não respondeu às perguntas da imprensa nem confirmou a fonte de renda para o novo programa social, o que é a grande preocupação dos mercados

O que vem depois da lua?

Depois do recorde: até onde vai a alta do bitcoin? Especialista em criptomoedas responde

Depois da aprovação do primeiro ETF em criptomoedas, o bitcoin (BTC) não para de subir e as estimativas são otimistas — mas os EUA podem mudar o jogo

Analistas respondem

Ações da Vale aprofundam queda com sinais ruins do relatório de produção e vendas no 3º trimestre. Hora de comprar VALE3?

Analistas apontam que, enquanto a produção foi sólida, a venda de minério de ferro veio abaixo do esperado até pelas estimativas mais conservadoras

Puxando os ETFS

Chove bitcoin, molha ETF: fundos de índice brasileiros sobem até 19% em dia de recorde do BTC

Enquanto o primeiro ETF de criptomoeda dos Estados Unidos avança tímidos 3%, na B3, o avanço é de até 19,78%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies