Menu
2020-02-03T12:17:05-03:00
Estadão Conteúdo
de olho nos números

PMI industrial avança para 51,0 em janeiro, revela IHS Markit

IHS Markit também destaca que houve um retorno à criação de empregos, com o maior ritmo de crescimento desde setembro de 2019

3 de fevereiro de 2020
12:16 - atualizado às 12:17
indústria-brasileira
Indústria brasileira - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial brasileiro avançou a 51,0 pontos em janeiro, de 50,2 em dezembro, na série com ajuste sazonal, segundo a IHS Markit. Acima de 50 pontos, o indicador mostra melhora na comparação com o mês anterior.

As empresas relataram o oitavo aumento consecutivo nas vendas, mas a recuperação foi modesta, de acordo com a empresa. Houve crescimento nas categorias de bens intermediários, enquanto os bens de consumo ficaram estáveis e os bens de capital se deterioraram.

A IHS Markit também destaca que houve um retorno à criação de empregos, com o maior ritmo de crescimento desde setembro de 2019 após a primeira redução do número de funcionários em cinco meses, que aconteceu em dezembro. Este movimento foi puxado pelas expectativas de crescimento das vendas e de investimentos, diz a empresa.

"O grau robusto de otimismo em relação aos negócios indicados no início de 2020 deverá garantir que tanto o investimento quanto o nível de empregos aumentarão no curto prazo, o que é um bom presságio para uma expansão econômica. A IHS Markit prevê um crescimento do PIB de 1,7% este ano, tendo em vista que os cortes nas taxas de juros dão um impulso no consumo e nos investimentos", diz, em nota, a economista Pollyanna de Lima, da IHS Markit.

Em janeiro, também foi captada a continuidade da diminuição do volume de pedidos de exportação. O levantamento também viu que, com a demanda contida, os produtores tendem a se focar mais na conclusão de negócios pendentes, com uma redução da quantidade de pedidos em atraso em ritmo acentuado.

O levantamento ainda captou que, embora haja otimismo nas perspectivas de negócios - 78% dos entrevistados preveem crescimento da produção no próximo ano -, os produtores continuam relutantes em manter estoques excedentes, com os inventários de insumos e produtos diminuindo no início de 2020.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

fatia de 37,5%

Data para follow on da BR Distribuidora ainda não foi definida, diz Petrobras

Venda das ações foi aprovada pelo Conselho de Administração da Petrobras em 26 de agosto. Efetivação depende de diversos fatores, inclusive as condições de mercado

reajuste

Petrobras aumenta preço da gasolina em 4%

Os preços do óleo diesel para consumo automotivo e marítimo foram mantidos. O reajuste passa a valer amanhã

ações sobem 65% em 2020

3ª maior alta do Ibovespa em 2020, Marfrig tem rating elevado de BB- para BB pela Fitch

Fitch elevou o rating da companhia de BB- para BB com melhora do perfil financeiro e de negócios. Ações da Marfrig apenas têm menor alta percentual que as de Weg e Magalu no Ibovespa no ano

SOB NOVA DIREÇÃO

Bolsonaro nomeia André Brandão como presidente do Banco do Brasil

Nomeação foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira

mercado agora

Dólar dispara ante moedas emergentes e flerta com a faixa dos R$ 5,50

Moeda norte-americana registra alta acentuada no início de uma série de depoimentos de Jerome Powell perante o Congresso dos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements