Menu
2020-02-03T12:17:05-03:00
Estadão Conteúdo
de olho nos números

PMI industrial avança para 51,0 em janeiro, revela IHS Markit

IHS Markit também destaca que houve um retorno à criação de empregos, com o maior ritmo de crescimento desde setembro de 2019

3 de fevereiro de 2020
12:16 - atualizado às 12:17
indústria-brasileira
Indústria brasileira - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial brasileiro avançou a 51,0 pontos em janeiro, de 50,2 em dezembro, na série com ajuste sazonal, segundo a IHS Markit. Acima de 50 pontos, o indicador mostra melhora na comparação com o mês anterior.

As empresas relataram o oitavo aumento consecutivo nas vendas, mas a recuperação foi modesta, de acordo com a empresa. Houve crescimento nas categorias de bens intermediários, enquanto os bens de consumo ficaram estáveis e os bens de capital se deterioraram.

A IHS Markit também destaca que houve um retorno à criação de empregos, com o maior ritmo de crescimento desde setembro de 2019 após a primeira redução do número de funcionários em cinco meses, que aconteceu em dezembro. Este movimento foi puxado pelas expectativas de crescimento das vendas e de investimentos, diz a empresa.

"O grau robusto de otimismo em relação aos negócios indicados no início de 2020 deverá garantir que tanto o investimento quanto o nível de empregos aumentarão no curto prazo, o que é um bom presságio para uma expansão econômica. A IHS Markit prevê um crescimento do PIB de 1,7% este ano, tendo em vista que os cortes nas taxas de juros dão um impulso no consumo e nos investimentos", diz, em nota, a economista Pollyanna de Lima, da IHS Markit.

Em janeiro, também foi captada a continuidade da diminuição do volume de pedidos de exportação. O levantamento também viu que, com a demanda contida, os produtores tendem a se focar mais na conclusão de negócios pendentes, com uma redução da quantidade de pedidos em atraso em ritmo acentuado.

O levantamento ainda captou que, embora haja otimismo nas perspectivas de negócios - 78% dos entrevistados preveem crescimento da produção no próximo ano -, os produtores continuam relutantes em manter estoques excedentes, com os inventários de insumos e produtos diminuindo no início de 2020.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

mercados hoje

Bolsa opera com alta volatilidade, à espera de fala de Powell; dólar avança

Mesmo com uma queda acentuada do petróleo nesta manhã, o setor vê a commodity nos maiores níveis desde o início da pandemia, com a retomada das atividades

O melhor do Seu Dinheiro

A rima das commodities, último capítulo da novela da MP da Eletrobras e outros destaques

A história não se repete, mas rima. Se Mark Twain fosse um analista do mercado financeiro, provavelmente seria um grande especialista em ciclos econômicos. Logo no começo da crise da covid-19, quem ousasse falar em investir em commodities ou ações de empresas produtoras de matérias-primas seria taxado de louco. As cotações de todas elas — […]

SINAIS DO BC

COMPARATIVO: Veja o que mudou na ata da reunião do Copom

Veja o que mudou e o que permanece igual na ata da última reunião do Copom — o BC elevou a Selic em 0,75 ponto percentual, para 4,25% ao ano

Outro escorregão

Bitcoin perde os US$ 30 mil, menor patamar desde janeiro; Confira como anda o mercado cripto

Isso motivou a queda das dez principais criptomoedas do mercado, em especial do Dogecoin, que cai quase 25%

Percepção positiva

Abegás defende contratar térmicas e diz que MP da Eletrobras é ‘alavanca’ para mercado de gás

A associação afirma que a MP irá contribuir para geração de renda, com distribuição de royalties e fundo de participação, impulsionando a economia e gerando empregos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies