Menu
2020-03-20T15:36:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
diante da crise

Governo derruba para 0,02% estimativa para PIB em 2020

Efeitos de contenção do coronavírus em todo o mundo, envolvendo a restrição de circulação de pessoas, faz a pasta rever as estimativas para a economia neste ano

20 de março de 2020
15:05 - atualizado às 15:36
Ministro da economia, Paulo Guedes
Ministro da economia, Paulo Guedes - Imagem: Fernando Frazão/Agencia Brasil

O governo federal reviu a projeção de alta do Produto Interno Bruno (PIB) em 2020 para 0,02%, diante dos impactos do novo coronavírus na economia. Há pouco mais de uma semana, a estimativa do Executivo era de alta de 2,1%. Em 2019, a economia brasileira cresceu 1,1%, e em 2018, 1,3%.

A revisão nas estimativas divulgada pelo Ministério da Economia está em linha com as expectativas mais recentes do mercado financeiro. Nos últimos dias, instituições como Itaú Unibanco, Goldman Sachs e Credit Suisse passaram a projetar de baixo crescimento até retração do PIB neste ano.

As expectativas para o Brasil estão em linha com a baixa na revisão para o PIB global, diante da paralisação das atividades econômicas por causa da pandemia do coronavírus.

A revisão do governo deve afetar as contas públicas: as estimativas de arrecadação tributária são de queda, ao passo que os gastos devem aumentar. Com o cenário já estabelecido, o governo decidiu decretar estado de calamidade pública nesta semana - aprovada hoje no Senado.

Com o decreto, o governo não é mais obrigado a cumprir a meta de resultado primário para o ano - de um déficit de R$ 124,1 bilhões - e recursos não precisarão ser bloqueados.

Estimativas mais apontam rombo de cerca de R$ 200 bilhões em 2020 por causa dos efeitos da pandemia. Segundo o Ministério da Economia, a medida só impacta a meta fiscal e não livra a União de cumprir o teto de gastos e a regra de ouro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

fique de olho

Telefônica Brasil paga R$ 630 milhões em juros sobre capital próprio

Valor tem retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 535,5 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2021

seu dinheiro na sua noite

A escalada dos juros e o impacto nos seus investimentos

Os horizontes do atual ciclo de escalada dos juros no Brasil já começam a ficar mais claros, assim como os contornos da política monetária americana.  Hoje os investidores trataram de se ajustar aos sinais enviados pelos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na “Super Quarta” de ontem. O mercado de juros rumou para […]

ampliando o portfólio

JBS conclui a aquisição de empresa de produtos à base de plantas Vivera na Europa

Transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

atenção, acionista

Vale anuncia pagamento de dividendos; confira os valores

Segundo a mineradora, será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021; empresa passa por bom momento

retomada

Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio

De janeiro a maio, as vendas internas foram de 10 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 46,4% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies