Menu
2020-07-15T19:01:28-03:00
Estadão Conteúdo
retomada

Opep+ diz que elevará produção de petróleo, mas destaca recuperação na demanda

Segundo a Opep+, pode ainda haver alguns lockdowns em alguns países, mas isso seria algo isolado e a demanda deverá continuar a se recuperar

15 de julho de 2020
14:27 - atualizado às 19:01
Plataforma de petróleo
Plataforma de petróleo - Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) anunciou nesta quarta-feira, 15, que aumentará sua produção em agosto, relaxando o nível de cumprimento do acordo multilateral para conter a oferta. Os países envolvidos, porém, garantem que já acontece um aumento na demanda, por isso avaliaram que o impacto nos mercados deverá ser modesto.

A Opep+ tratou do tema ao fim de sua reunião, em comunicado conjunto e também durante entrevista coletiva virtual das autoridades envolvidas. Até agora, o acordo era por um corte de 9,7 milhões de barris por dia, desde maio. A partir de agosto, o corte deve diminuir para "8,1 ou 8,2 milhões" de barris por dia, segundo a entidade. O grupo comentou, contudo, que esse seria um piso e que o corte, na prática, pode ficar um pouco acima disso, chegando talvez a 8,4 milhões de barris.

O grupo disse que o nível de cumprimento do acordo em junho ficou em 107%. Esse nível, contudo, foi atingido graças a cortes voluntários de alguns países, como Arábia Saudita e Omã, e sem esse extra o cumprimento estaria em 95%. A Opep+ disse que os países que não cumpriram o combinado e excederam a cota entregarão planos sobre como pretendem compensar isso nos próximos meses.

Segundo a Opep+, pode ainda haver lockdowns em alguns países, mas isso seria algo isolado, e a demanda deverá continuar a se recuperar. O grupo enfatizou ainda que o anúncio desta quarta está em linha com o que já havia sido acordado no plano inicial.

Os países da Opep e os aliados, como a Rússia, afirmam esperar aumento na demanda por petróleo também em suas economias. Ministro da Energia russo, Alexander Novak disse na entrevista coletiva que boa parte do aumento na produção em seu país ficará no mercado local, por exemplo.

A Opep+ ainda afirmou que, com as mudanças nos padrões de consumo por causa da pandemia, deve haver maior demanda por gasolina.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ajuda na crise

Guedes revela o valor do novo auxílio emergencial e diz que governo pode gastar mais se necessário

Os valores da nova rodada de auxílio emergencial irão de R$ 175 a R$ 375, sendo R$ 250 em média, de acordo com o ministro

apetite chinês

O ano do boi será o ano dos frigoríficos, e o Credit Suisse aponta melhor ação para aproveitar o momento

Peste suína africana nos rebanhos de suínos chineses e demanda por alimentos devem resultar em importação recorde de carne pela China

prepara o bolso

Mais um? Petrobras anuncia novo aumento nos preços do diesel e da gasolina

Diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir de amanhã nas refinarias da empresa, diz Abicom

Interrompendo o casamento

Movida reforça pedido do Cade para barrar união entre Unidas e Localiza

De acordo com a companhia, isso geraria uma concorrência desleal no setor, com a nova empresa tendo 65% do mercado brasileiro de aluguel e 29% do mercado de frotas

vai mexer

Após polêmica com demissão de Castello Branco, governo indica nomes para o conselho da Petrobras

Cinco membros do colegiado pediram para não serem reconduzidos após interferência de Bolsonaro no comando da estatal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies