🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Estadão Conteúdo
Prévia

Monitor do PIB aponta alta de 0,2% em fevereiro ante janeiro, diz FGV

Monitor do PIB antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

pib crescimento
Imagem: Shutterstock

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,2% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Na comparação com fevereiro de 2019, a economia teve expansão de 0,8% em fevereiro de 2020.

"O crescimento da economia em fevereiro continuou baseado, principalmente, no consumo das famílias, com particular destaque para o consumo de serviços. O investimento voltou a cair neste mês e a taxa de investimentos encontra-se bem abaixo da média da série histórica desde 2000", avaliou Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, em nota oficial.

O Monitor do PIB antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo oficial das Contas Nacionais.

"É inegável que o ano de 2020 será marcado pela forte desaceleração econômica em decorrência da pandemia de covid-19; no entanto, os resultados até fevereiro mostram que uma retomada mais robusta da economia brasileira seria pouco provável, mesmo em situações normais, dada a fragilidade da composição da demanda com crescimento via consumo que vinha sendo estimulado por medidas pontuais adotadas pelo governo, como a liberação do FGTS. A partir da próxima divulgação, referente a março, será possível analisar a dimensão do impacto negativo que esta pandemia tem provocado na economia brasileira", completou Considera.

Na passagem de janeiro para fevereiro, o PIB da indústria encolheu 0,3%. Pela ótica da demanda, a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF, medida dos investimentos no PIB) caiu 2,1%.

Na comparação com fevereiro do ano passado, sob a ótica da oferta, todas as três grandes atividades crescerem em fevereiro deste ano: agropecuária, serviços e indústria. Na demanda, a FBCF recuou 1,2%.

Em termos monetários, o PIB alcançou aproximadamente R$ 1,231 trilhão em janeiro e fevereiro de 2020 em valores correntes. A taxa de investimento no mês de fevereiro foi de 13,8%, na série a valores correntes, próxima ao piso da série iniciada em janeiro de 2000. A menor taxa de investimento mensal observada desde 2000 foi de 13,3%, registrada em dezembro de 2019. A taxa de investimento média mensal da série histórica é de 18,0%.

Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as informações de saúde pública e privada passam a ser apresentadas pelo Monitor do PIB de forma desagregada, pela ótica da produção. Segundo a FGV, a desagregação temporária ajudará a entender como a evolução do valor adicionado estimado para a saúde pública e privada impactarão o desempenho da economia a partir das informações a serem divulgadas no próximo Monitor do PIB, referente a março, quando teve início a recomendação de isolamento social por parte das autoridades brasileiras.

A saúde pública e a saúde privada representavam juntas 4,3% do PIB em 2017, sendo a saúde pública responsável por 2,0% e a saúde privada pelos outros 2,3%, de acordo com o IBGE. A saúde pública tinha participação de 13% (em 2017) na atividade de Administração pública nas Contas Nacionais Trimestrais do IBGE. Em fevereiro de 2020, a atividade de saúde pública caiu 0,6% ante fevereiro de 2019, contribuindo com -0,1 ponto porcentual para a taxa de crescimento de 0,1% registrada pela atividade de Administração pública.

Já a saúde privada integra a atividade de Outros Serviços no PIB, com participação de 15,1% nessa atividade (em 2017). Em fevereiro deste ano, a saúde privada cresceu 0,9% ante fevereiro do ano passado, contribuído positivamente com 0,1 ponto porcentual para a taxa negativa de 0,1% registrada pela atividade de Outros Serviços no período.

Compartilhe

EM INVESTIGAÇÃO

Ação na Justiça brasileira contra Elon Musk pede indenização bilionária após ‘cabo de guerra’ com ministro Alexandre de Moraes

21 de abril de 2024 - 16:45

A Defensoria Pública da União ajuizou uma ação cível pública contra o dono do X (antigo Twitter) por danos morais e sociais

SELIC MAIOR?

Inflação: sucessor de Campos Neto deve enfrentar a ‘velha inimiga’ mais forte em 2025

21 de abril de 2024 - 15:17

Mandato do atual presidente do Banco Central termina em dezembro deste ano; a inflação acima da meta deve continuar a ser uma ‘pedra no sapato’ para o BC

LOTERIAS

Novo milionário da vez: Um aposta acerta a Mega-Sena e leva mais de R$ 100 milhões para casa; veja qual foi a cidade premiada

21 de abril de 2024 - 10:19

Outras 145 apostas acertaram a Quina, com o prêmio de mais de R$ 40 mil; o valor estimado para o próximo sorteio é de R$ 3,5 milhões

AUTOMÓVEIS

VW Polo: o que está por trás do sucesso do novo líder de vendas de veículos do Brasil

21 de abril de 2024 - 8:18

Polo desbancou a tricampeã Fiat Strada, que é um comercial leve, nos emplacamentos do primeiro trimestre — e tem seus méritos por isso

AUTOMÓVEIS

Conheça as principais versões e os preços do VW Polo

21 de abril de 2024 - 7:26

Com versões que variam de R$ 88 mil a R$ 151.490, o Polo assumiu a liderança de vendas do mercado automotivo; confira os principais modelos

LOTERIAS

Quem será o próximo milionário? Mega-Sena acumula R$ 100 milhões e prêmio pode sair neste sábado (20)

20 de abril de 2024 - 17:20

O sorteio do prêmio está previsto para acontecer às 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte em São Paulo; apostas podem ser feitas até 19h

IMÓVEIS NOVOS x USADOS

Minha Casa, Meu FGTS: Construtoras questionam disponibilidade dos recursos e cobram novas regras do governo

20 de abril de 2024 - 16:43

Os empréstimos para financiar a aquisição de imóveis usados no programa Minha Casa, Minha Vida vem ganhando participação no orçamento do FGTS

O QUE ESPERAR DOS JUROS

Mudança de rota: Campos Neto deixa claro que BC pode reduzir o ritmo de cortes na Selic a partir de maio

20 de abril de 2024 - 16:04

O presidente do Banco Central afirmou que as suas declarações não são como um guidance, mas sim um exercício de transparência

PARA OS PRÓXIMOS ANOS

Bilionário mexicano anuncia investimento de mais de R$ 40 bilhões no Brasil após encontro com Lula

20 de abril de 2024 - 15:20

O fundador da América Móvil, empresa controladora da Claro, anunciou planos de investimentos para os próximos anos no Brasil

LISTA DA FORBES

‘Clube dos US$ 100 bilhões’: número bilionários com fortuna de 12 dígitos bate recorde em 2024; veja quem são

19 de abril de 2024 - 17:33

Em 2023, o “clube” tinha seis membros. Em 2020, apenas um: era Jeff Bezos, fundador da Amazon, que hoje aparece em terceiro lugar

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar