Menu
2020-11-09T09:59:04-03:00
Estadão Conteúdo
Indicador da FGV

Inflação medida pelo IPC-S desacelera a 0,59% na 1ª quadrissemana de novembro

Índice de preços ao consumidor semanal medido pela FGV teve avanço abaixo do período anterior

9 de novembro de 2020
9:59
inflação
Imagem: Shutterstock

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) teve alta de 0,59% na primeira quadrissemana de novembro, informou nesta segunda-feira, 9, a Fundação Getulio Vargas (FGV). A inflação arrefeceu na comparação com a leitura anterior, do fechamento de outubro, quando o índice subiu 0,65%.

Quatro das oito classes de despesa que compõem o IPC-S tiveram alívio nas taxas e contribuíram para a desaceleração do índice. A maior pressão para baixo partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (1,81% para 0,89%), com arrefecimento puxado pela passagem aérea (16,35% para 6,80%).

Também houve alívio nas taxas de Alimentação (1,69% para 1,55%), com arroz e feijão (10,05% para 7,52%), Despesas Diversas (0,03% para -0,02%), devido à deflação de cigarros (-0,66% para -0,90%), e Comunicação (0,08% para 0,06%), por conta de tarifa de telefone residencial (1,61% para 1,14%).

Outros quatro grupos tiveram aceleração na inflação: Transportes (0,40% para 0,57%), com pressão de gasolina (0,48% para 1,16%); Saúde e Cuidados Pessoais (0,03% para 0,10%), puxado por medicamentos em geral (-0,19% para -0,01%); Vestuário (0,21% para 0,30%), com roupas (0,17% para 0,42%); e Habitação (0,28% para 0,29%), devido a móveis para residência (0,31% para 0,89%).

Influências individuais

Além da passagem aérea e da gasolina, as maiores influências para cima sobre o IPC-S partiram do tomate (12,93% para 16,55%), arroz (13,05% para 9,86%) e batata inglesa (15,0% para 22,39%). Na outra ponta, puxaram o índice para baixo cebola (-9,89% para -15,19%), leite longa vida (-1,85% para -2,47%), shampoo, condicionador e creme (-2,39% para -2,32%), manga (-12,81% para -15,69%) e cenoura (-5,84% para -8,67%).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies