Menu
2020-05-28T18:42:34-03:00
MOVIMENTO "NÓS"

Empresas de alimentos e bebidas investem R$ 370 milhões para ajudar pequeno varejo

O movimento denominado “Nós” envolve Ambev, Aurora Alimentos, BRF, Coca-Cola Brasil, Grupo Heineken, Mondelez International, Nestlé e PepsiCo.

28 de maio de 2020
13:54 - atualizado às 18:42
Varejo de alimentos online
Imagem: Shutterstock

Oito grandes empresas do setor de alimentos e bebidas firmaram uma coalizão para apoiar o pequeno varejo na reabertura do comércio. O movimento denominado "Nós" envolve Ambev, Aurora Alimentos, BRF, Coca-Cola Brasil, Grupo Heineken, Mondelez International, Nestlé e PepsiCo.

O investimento será de mais de R$ 370 milhões e promete beneficiar de cerca de 300 mil pequenos comércios no país.

A proposta foi homologada na manhã desta quinta-feira, 28, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Como adiantado na quarta-feira, 27, pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o Cade convocou uma sessão extraordinária para analisar a medida. As empresas submeteram a proposta ao órgão porque temiam que essa atuação conjunta pudesse ser vista como uma associação irregular pelo órgão.

Dentre as ações propostas pelo movimento estão a renegociação de prazos para o abastecimento dos pequenos comércios, bem como distribuição de kits de higiene e cartilhas para orientar os empreendedores a seguir as novas normas de segurança e saúde.

Serão ao todo quatro frentes: reabertura segura com foco na saúde; reabastecimento facilitado do estoque; fortalecimento da relação entre comércios locais e consumidores; e a divulgação de informações relevantes do mercado.

O Movimento Nós informa ainda que conta com a Bain & Company em sua governança, uma consultoria independente que assegura que não há troca de informações sensíveis e respeita integralmente a legislação vigente antitruste.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

plano de recuperação inviável

Justiça decreta falência da Avianca Brasil

Em recuperação judicial desde dezembro de 2018, a companhia já não mantinha operações desde maio do ano passado

Ela vive!

Onde investir no 2º semestre: A renda fixa não morreu e ainda reserva oportunidades

O que pode ficar no passado é o CDI como referência de rentabilidade. Aliás, quem mirar a renda fixa além desse parâmetro verá que ainda existem boas opções de investimento

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

Até o momento, 1.209.208 de pessoas se recuperaram da doença

gestor lendário

Ray Dalio volta a dizer que dinheiro é ‘o pior ativo’ e prega diversificação sem ‘real estate’

Dalio participou na noite desta terça-feira (14) de uma das sessões da Expert XP e disse que ativos do mercado imobiliário não são recomendados para a carteira diversificada idealizada por ele

seu dinheiro na sua noite

100 mil é o limite?

No ápice do pânico nos mercados provocado pelo coronavírus, ninguém era capaz de dizer quando (ou quanto) seria o fundo do poço da bolsa. Hoje a grande dúvida dos investidores é saber se chegamos ao teto ou o Ibovespa pode subir ainda mais. O que mais me impressiona não foi nem a mudança da pauta nos mercados, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements