Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-07T10:52:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
TESLA

Elon Musk dança e faz até “striptease” em cerimônia de entregas do Modelo 3 da Tesla

O presidente da Tesla tem bons motivos para comemorar. No acumulado do último mês, as ações da companhia (TSLA) tiveram alta de mais de 34% na Nasdaq e apresentaram expansão de 7,98% apenas em janeiro.

7 de janeiro de 2020
10:52
shutterstock_591307859
Imagem: Shutterstock

Depois de protagonizar uma cena um tanto quanto embaraçosa ao anunciar o "vidro inquebrável" do cybertruck da Tesla e ele se quebrar, o CEO da Tesla, Elon Musk surpreendeu novamente nesta terça-feira (7). Durante cerimônia das primeiras entregas do Modelo 3 em Xangai, o presidente da companhia animou a plateia ao retirar partes da roupa e dançar.

E não parou por aí. O CEO ainda fez questão de publicar o vídeo em sua conta no Twitter e brincou que tal "comportamento" não era adequado ao ambiente de trabalho (not suitable for work, na tradução para o inglês).

Mas o presidente da Tesla tem bons motivos para comemorar. No acumulado do último mês, as ações da companhia (TSLA) tiveram alta de mais de 34% na Nasdaq e apresentaram expansão de 7,98% apenas em janeiro.

A companhia ainda aumentou a sua capitalização de mercado para mais de US$ 81 bilhões.

De olho nas entregas

Uma boa parte da felicidade do CEO também está nos números de entregas. Isso porque a fabricante de veículos elétricos bateu a sua meta de entrega de veículos em 2019.

Segundo comunicado divulgado na última sexta-feira (3), os números de produção e entrega de veículos terminaram o quatro trimestre do ano passado em 104.891 unidades produzidas e 112 mil unidades entregues.

Com isso, o número total de entregas no ano atingiu cerca de 367.500 veículos, dentro das estimativas da empresa de 360 mil a 400 mil unidades. O resultado obtido ao longo de 2019 foi 50% maior do que o alcançado um ano antes.

No quarto trimestre de 2019, foram fabricados 17.933 carros modelos S e X e 86.958 veículos do modelo 3. Das 112 mil entregas do último trimestre do ano, 19.450 se referiram aos modelos S e X e 92.550 se referiram ao modelo 3.

O objetivo, inicialmente parecia difícil de ser alcançado, dado que, até junho, a companhia havia entregue menos da metade do piso da meta.

No terceiro trimestre, por exemplo, o número de entregas decepcionou analistas, ao ficar abaixo da quantidade de 100 mil unidades prometida pelo CEO, Elon Musk. Com isso, as ações da Tesla na Nasdaq chegaram a levar um tombo na bolsa, mas se recuperaram com os sinais mais sólidos da companhia no fim do ano.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DINHEIRO NA CONTA

Dividendos: Vibra (VBBR3) distribui R$ 148,5 milhões em JCP

Valor refere-se à segunda parcela de pagamento aos acionistas anunciado quando a Vibra ainda atendia como BR Distribuidora

Rumo aos dois dígitos

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 9,25%

Aumento da taxa básica dispara gatilho de mudança na forma de remuneração da poupança. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies