Menu
2020-05-13T15:17:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Distanciamento social

Com isolamento até junho, PIB cai mais de 6%, diz subsecretário do governo

Segundo Teles, a cada duas semanas a mais de isolamento, o PIB cai 0,70 pp., considerando a perda de R$ 20 bilhões a cada semana de distanciamento

13 de maio de 2020
15:17
Gráfico indicando queda
Gráfico indicando queda - Imagem: Shutterstock

O subsecretário de Política Macroeconômica do Ministério da Economia, Vladimir Kuhl Teles, afirmou que, se o isolamento social durar até o fim de junho, a queda do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano será superior a 6%. Segundo Teles, a cada duas semanas a mais de isolamento, o PIB cai 0,70 ponto porcentual, considerando a perda direta de R$ 20 bilhões a cada semana de distanciamento.

O cenário base, divulgado no Boletim MacroFiscal da Secretaria de Política Econômica (SPE), é de queda de 4,7% do PIB, considerando o impacto na trajetória de longo prazo da economia entre 5% e 6% e o fim do isolamento social em 31 de maio.

No limite, explicou Teles, a queda do PIB poderia chegar este ano a 6,2%, considerando o impacto de 10% na trajetória de longo prazo e final da retomada no segundo trimestre de 2021, mesmo com o fim da quarentena no término de maio.

O Secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, ainda destacou que a queda de 4,7% já seria a maior da série histórica, desde 1900. "Isso por si só já mostra a severidade do que estamos vivendo."

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

varejo online

B2W tem alta de 56% nas vendas e diminui prejuízo, que chega a R$ 43,8 milhões

Linha final do balanço é 57% melhor do que há um ano, enquanto mercado falava em prejuízo de R$ 60 milhões no terceiro trimestre; receita teve alta de 58,5% no período

cardápio de balanços

Suzano, Fleury e Totvs: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

São empresas cujas ações fazem parte da carteira teórica do Ibovespa – ou seja, os resultados das companhias ajudam a calibrar o índice

Sucessão no bancão

Milton Maluhy Filho será o novo presidente do Itaú Unibanco

Maluhy tem 44 anos e ingressou no Itaú em 2002. Após passar por diversas funções, o executivo ocupa o cargo de vice-presidente da área de riscos e finanças do maior banco privado brasileiro.

Big Techs

Resultados de Facebook, Google, Amazon, Twitter e Apple mexem com o mercado; veja números

Apesar dos resultados estarem bastante acima do esperado pelos analistas, as ações de algumas das gigantes caíram no pós-mercado em NY

Rombo

Governo Central tem déficit de R$ 76,1 bilhões em setembro

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 96,096 bilhões de agosto.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies