Menu
2020-02-14T17:09:03-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
mercados agora

Dólar cai a R$ 4,30 após nova atuação do BC; Ibovespa cai aos 114 mil pontos

O Banco Central fez nesta manhã mais um leilão de swap cambial no valor de US$ 1 bilhão, ajudando novamente a aliviar a pressão sobre o câmbio

14 de fevereiro de 2020
10:36 - atualizado às 17:09
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Banco Central (BC) repetiu a dose nesta sexta-feira (14). Assim como ontem, a autoridade monetária atuou para injetar recursos novos no mercado de câmbio — e, assim como ontem, a movimentação trouxe um alívio imediato ao dólar à vista.

A moeda americana chegou a operar em leve alta de 0,01% mais cedo, a R$ 4,3343. Mas, com um novo leilão de swap cambial no valor de US$ 1 bilhão sendo promovido pelo BC, a divisa rapidamente virou para o campo negativo — fechando em baixa de 0,77%, a R$ 4,3004.

Com isso, o dólar encerrou a semana com uma leve queda acumulada de 0,47%. No ano, no entanto, a moeda americana ainda sobe 7,19%.

Ontem, no momento de maior tensão, o dólar à vista chegou a aparecer na casa de R$ 4,38 — um novo recorde nominal em termos intradiários. Foi neste momento que o BC resolveu entrar no jogo, trazendo alívio às negociações. E, hoje, a autoridade não quis correr o risco de ver a moeda disparar novamente.

Vale ressaltar que, no exterior, o dia é de enfraquecimento do dólar em relação às divisas de países emergentes, como o peso mexicano, o rublo russo e o peso chileno — um contexto que ajuda a despressurizar o real.

Já o Ibovespa tem um dia negativo. O principal índice da bolsa brasileira abriu em queda e permanece no vermelho desde então — por volta de 17h05, recuava 1,08%, aos 114.412,93 pontos.

Lá fora, a sessão é marcada por uma certa indecisão nas bolsas: os mercados americanos oscilam perto do zero a zero, comportamento semelhante ao dos índices europeus. Na Ásia, as praças chinesas subiram, enquanto as japonesas fecharam em queda.

O tom mais negativo visto por aqui se deve ao noticiário doméstico, com mais uma decepção no front da agenda econômica. E, desta vez, a preocupação se deve ao o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) em dezembro.

Hesitação

O indicador, considerado uma proxy do PIB, recuou 0,27% em dezembro ante novembro, marcando o segundo mês consecutivo de recuo — o que fortalece a percepção de que a economia doméstica ainda está patinando.

Nesse cenário, o mercado continua aumentando as apostas num eventual novo corte na Selic, de modo a estimular a atividade local. E declarações do presidente do BC, Roberto Campos Neto, elevaram a percepção de que esse cenário é possível, por mais que o Copom tenha sinalizado que o ciclo de reduções nos juros terminou.

Em evento, Campos Neto disse que é preciso ter cautela na condução da política monetária, sem cravar uma interrupção do processo de ajuste. E, em meio a esse cenário, as curvas de juros fecharam em baixa.

Veja abaixo como ficaram os principais DIs nesta sexta-feira:

  • Janeiro/2021: de 4,26% para 4,23%;
  • Janeiro/2022: de 4,83% para 4,73%;
  • Janeiro/2023: de 5,40% para 5,26%;
  • Janeiro/2025: de 6,08% para 5,95%.

Teoricamente, um novo corte na Selic implica em pressão no câmbio, já que o diferencial de juros entre Brasil e Estados Unidos diminuiria — o que reduziria a atratividade do mercado brasileiro para os investidores que buscam retornos fáceis.

No entanto, a nova atuação do BC ainda nos primeiros minutos da sessão contribuiu para amortecer essas preocupações, levando o dólar à vista a R$ 4,30.

Top 5

Veja abaixo as cinco maiores altas do Ibovespa no momento:

  • IRB ON (IRBR3): +5,12%
  • Eletrobras ON (ELET3): +1,96%
  • Cielo ON (CIEL3): +1,94%
  • Weg ON (WEGE3): +1,51%
  • Raia Drogasil ON (RADL3): +1,27%

Confira também as maiores baixas do índice:

  • B2W ON (BTOW3): -4,90%
  • Rumo ON (RAIL3): -4,33%
  • BTG Pactual units (BPAC11): -3,99%
  • Usiminas PNA (USIM5): -3,67%
  • Metalúrgica Gerdau PN (GOAU4): -3,60%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Não rolou

Clientes do Bradesco relatam instabilidade no aplicativo de internet banking

O aplicativo do Bradesco para pessoa física apresentou problemas na manhã desta segunda-feira, 6. Com o isolamento social, muitos clientes tiveram de fazer as transações via celular

Recuperação intranquila

Ibovespa passa por instabilidade com possível demissão de Mandetta, mas ainda fecha em alta firme

O Ibovespa terminou a sessão com ganhos de mais de 6%, mas ainda assim ficou distante das máximas e aquém das bolsas americanas. Tudo por causa das incertezas relacionadas à permanência do ministro da Saúde no cargo

Números atualizados

Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados do novo coronavírus

Brasil chegou a 553 mortes em razão da pandemia do coronavírus, segundo atualização do Ministério da Saúde. Número representa um aumento de 13%

Fundos

Comprada em bolsa nos EUA, Verde Asset diz que volta de preços ocorrerá ‘mais rápido do que muitos imaginam’

Mercado já colocou nos preços uma brutal queda de lucratividade das empresas, que será revertida ao longo dos próximos anos, segundo a gestora

Não tem pra todo mundo

‘Não há como ajudar todos os setores’, diz presidente do Santander

Presidente do Santander Brasil, Sergio Rial afirmou que deve-se evitar que mais setores venham buscar dinheiro no governo por conta da crise

Premiê com covid-19

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, dá entrada em UTI

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deu entrada em uma unidade de terapia intensiva após a piora no seu quadro médico, disse a BBC

Tensão em Brasília e na bolsa

Ibovespa perde força após jornal afirmar que Bolsonaro vai demitir Mandetta ainda hoje

O Ibovespa se distanciou das máximas após as primeiras notícias quanto à demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

Dinheiro guardado

Poupança volta a captar em meio à crise do coronavírus

Os depósitos na poupança superaram os saques em R$ 12,168 bilhões no mês passado. Com isso, a captação líquida de março foi a maior da série histórica para o mês

Jogo franco

Não há condições para fazer com segurança nova projeção para 2020, diz Anfavea

Anfavea critica restrição de bancos em relação a crédito e cobra atuação do governo federal

efeito coronavírus

PIB do Brasil deve cair 2% em 2020, diz Fitch; América Latina deve encolher 2,6%

Projeção de queda para o PIB da América Latina é maior do que a observada durante a crise financeira global de 2008/2009

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements