Menu
2019-11-12T12:25:45-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Digerindo a sopa de números

Yduqs cai forte na bolsa após balanço do 3º trimestre, mas não deveria ser tudo isso

Os resultados da empresa de educação pegaram mal entre os investidores, mas analistas apontam um trimestre de neutro a positivo

12 de novembro de 2019
12:17 - atualizado às 12:25
Escola faculdade universidade
Imagem: Shutterstock

O investidor que parou para dar uma olhadinha no painel de cotações da bolsa na manhã desta terça-feira (12), certamente se surpreendeu com o desempenho das ações da Yduqs (ex-Estácio). A queda de mais de 4% nos papéis logo na abertura do pregão (um dia após o balanço do terceiro trimestre sair) pode ter feito muita gente pensar que os números da empresa vieram muito negativos.

Mas as análises divulgadas por agentes de mercado antes da abertura do pregão desta terça mostram uma situação financeira bem diferente, que não justificaria tamanho desempenho negativo.

Antes de partir para a avaliação, vamos aos números. Apesar do lucro líquido de R$ 152,2 milhões no terceiro trimestre ter vindo mais fraco do que o esperado pelos analistas (R$ 208,7 milhões), outras métricas da Yduqs vieram em linha com o esperado. A geração de caixa da companhia, medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), por exemplo, fechou o terceiro trimestre em R$ 343,9 milhões, alta de 21%.

Já a receita líquida da empresa registrou saldo de R$ 833,1 milhões, uma queda de 2,31% e um ligeiramente abaixo dos R$ 852 milhões projetados pelo mercado.

  • Lucro líquido: R$ 152,2 milhões (↓21%)
  • Ebitda: R$ 343,9 milhões (↑21%)
  • Receita líquida: R$ 833,1 milhões (↓2,31%)

De maneira geral, os principais resultados foram interpretados como "dentro do esperado" pelos analistas, que mantiveram suas avaliações para os papéis da empresa entre "neutra" e "outperform". Agora, analisando mais afundo o balanço, eles encontraram alguns "poréns" que podem ser interpretados como positivos para a empresa. Confira abaixo algumas dessas avaliações.

Itaú BBA

De maneira geral, o Itaú BBA interpretou o balanço da Yduqs como "estável". Na visão dos analistas da casa, pesa em favor da empresa a capacidade de entregar uma receita líquida estabilizada mesmo com o processo de mudança em sua base de alunos. Outro fator visto como positivo foram os dados fortes na base de alunos graduandos em Medicina e na alta de 32% no número de novos alunos de ensino médio até 2024.

Para o Itaú BBA, joga contra a Yduqs seu aumento excessivo com as despesas de marketing, que registraram alta de 11% no terceiro trimestre do ano. Os gastos no trimestre foram ampliados para cobrir o ciclo de renovação da base de alunos da companhia.

A gestora afirma que, em uma análise simplificada, as ações da Yduqs na bolsa estão subvalorizadas, haja visto o desempenho dos segmentos não-médicos da empresa e a avaliação que o mercado faz dele.

  • Desempenho em 12 meses: outperform (acima da média do mercado)
  • Preço-alvo: R$ 40

Bradesco BBI

O analista Victor Tapia, do Bradesco BBI, entrou no grupo dos que receberam de maneira positiva o balanço da companhia de educação. Segundo ele, a queda na receita líquida da Yduqs não deve ser vista com preocupação uma vez que o consumo da empresa cresceu muito mais do que o esperado.

O Bradesco sinalizou ainda uma perspectiva positiva tanto para os cursos a distância como para o de medicina da Yduqs. A classificação da gestora para os papéis também é de outperform, com preço-alvo de R$ 39.

  • Desempenho em 12 meses: outperform (acima da média do mercado)
  • Preço-alvo: R$ 39

BTG Pactual

Os analistas do BTG reforçaram o desempenho "dentro do esperado" da Yduqs, ressaltando os bons resultados que a companhia apresentou na renovação de sua base de alunos no período. De acordo com um relatório divulgado nesta terça-feira, o BTG se diz "cada vez mais positivo em relação à Yduqs", uma vez que grandes operações, como a aquisição da Adtalem, foram estratégicas e ainda não entraram totalmente no radar de impacto das ações. Vale lembrar que os efeitos dessa operação só deve ser sentido a partir do meio do ano que vem.

Enquanto ventos ainda melhores não vêm, o BTG mantém sua recomendação de neutralidade para as ações da Yduqs, com preço-alvo de R$ 39.

  • Desempenho em 12 meses: neutro
  • Preço-alvo: R$ 39
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

AS DICAS DO GURU

Coronavírus é ‘assustador’, mas não é hora de vender ações, para Warren Buffett

“Compramos ações para ficar por 20, 30 anos e achamos que o cenário para 20, 30 anos não mudou pelo coronavírus.”

AÇÕES

ADRs do Brasil fecham em forte queda em NY; Vale cai 7,5% e Petrobras recua 6,7%

Os grandes bancos também amargaram perdas importantes em Nova York, embora menores que Petrobras e Vale

OLHO NO VÍRUS

Brasil amplia lista de países para definir suspeitos de coronavírus

Com a nova atualização, a lista agora inclui, além da Itália, Alemanha, França, Austrália, Filipinas, Malásia, Irã e Emirados Árabes

CORONAVÍRUS

Impacto do coronavírus na economia ficará mais claro em 3 a 4 semanas, diz Mnuchin

“Não acho que as pessoas deveriam estar entrando em pânico mas, por outro lado, é preocupante”, disse o secretário

CAÇADOR DE ASSIMETRIAS

Quarteirão, Quarter Pounder ou Royale, não importa… temos que comprar ouro

Uma curiosidade: alguns lanches mudam de nome a depender do país em que estamos. Sabe por quê? Devido ao sistema métrico de cada território. Por exemplo, um Quarteirão com Queijo aqui no Brasil leva o nome de Quarter Pounder with Cheese nos EUA e Royale with Cheese na França.  Quem me ensinou isso foi Pulp […]

Check up dos investimentos

O que considerar na hora de avaliar o desempenho da sua carteira – e quais ferramentas podem te ajudar

Montei um guia para você saber tudo que precisa levar em consideração na hora de avaliar o desempenho da sua carteira de investimentos, principalmente se você investe por meio de diversas instituições financeiras. Também listei algumas ferramentas que podem te ajudar na empreitada.

DE OLHO NO NUBANK

Número de contas do Nubank cresce 485%, mas prejuízo também acelera e chega a R$ 312,7 milhões

Mas nem tudo foi ruim. De acordo com o documento apresentado pela fintech, o Nubank fechou o ano passado com 16 milhões de contas, sendo que 45 mil foram apenas contas voltadas para pessoas jurídicas (PJs)

AVERSÃO AO RISCO

‘Índice do medo’ dispara mais de 46% em meio a movimento de aversão ao risco no mundo

Seguindo na mesma direção, o ouro também apresentou alta na tarde desta segunda-feira por conta do movimento de busca por proteção

ECONOMIA

Carnaval 2020 deve movimentar R$ 8 bilhões na economia, diz CNC

Segundo a CNC, “a recuperação gradual da atividade econômica, combinada à inflação baixa” tendem a refletir na recuperação moderada dos serviços turísticos

AVIAÇÃO

Empresa americana ExpressJet Airlines compra 36 aviões da Embraer

A companhia anunciou também que vai diminuir gradualmente a sua frota de aeronaves E175 para acelerar o crescimento e se tornar uma companhia mais eficiente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements