Menu
2019-04-16T15:44:28-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Bolsa

Itaú e BTG Pactual vendem ações da Eneva em oferta de R$ 1,106 bilhão

O preço de venda por ação da Eneva foi definido em R$ 18,25 e hoje os papéis da empresa de energia reagem em forte alta na bolsa

5 de abril de 2019
11:17 - atualizado às 15:44
Unidade de tratamento de gás da Eneva
Unidade de tratamento de gás da Eneva - Imagem: Divulgação

Os acionistas da empresa de geração de energia Eneva (ENEV3) que venderam ações na oferta realizada pela companhia, entre eles os bancos Itaú Unibanco e BTG Pactual, embolsaram um total de R$ 1,106 bilhão.

O preço de venda por ação da companhia foi definido em R$ 18,25, apenas 1,9% abaixo da cotação de fechamento anterior ao anúncio da oferta.

Além do preço praticamente em linha com as cotações na bolsa, a venda do lote de ações adicionais que pertenciam ao BTG e do Itaú sinaliza que a demanda dos investidores foi boa.

Quem comprou os papéis teve um ganho imediato. Por volta das 11h de hoje, as ações da Eneva eram negociadas em forte alta de 6,70%, enquanto o Ibovespa subia 0,17%.

A entrada do BTG e do Itaú no capital da Eneva ocorreu durante o processo de reestruturação da dívida da companhia, que fazia parte do grupo do empresário Eike Batista e se chamava MPX.

Com o colapso do chamado "Grupo X", a Cambuhy, empresa de investimentos que tem entre os sócios Pedro Moreira Salles, copresidente de conselho do Itaú, entrou no capital e assumiu a gestão da companhia.

Antes da oferta, o BTG era o maior acionista individual da Eneva, com 26,79% do capital. O Itaú detinha 5,88% das ações.

Além de Itaú e BTG, a alemã Uniper, o Banco Pine e a Dommo (a antiga OGX Petróleo) venderam ações na oferta.

Só para os tubarões

Com a operação da Eneva, o número de ofertas de ações realizadas no mercado sobe para quatro, com volume total de pouco mais de R$ 6 bilhões. O valor sobe para R$ 9 bilhões se considerarmos a operação de pelo menos US$ 790 milhões da empresa de maquininhas de cartão Stone na bolsa americana Nasdaq.

Em comum entre as ofertas realizadas no país está o fato de serem realizadas com esforços restritos de colocação. Isso significa que a participação é limitada a, no máximo, 50 investidores profissionais, que possuem pelo menos R$ 10 milhões para aplicar.

A primeira operação da qual você pode participar acontece neste momento. Trata-se do IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial de ações) da rede de varejo esportivo Centauro, sobre o qual eu escrevi nesta matéria.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Entre a cruz e a espada

Bitcoin se aproxima da “Cruz da Morte”: O que isso significa para a criptomoeda?

O bitcoin tocou essa linha imaginária no último final de semana, o que deve determinar o futuro da moeda para os próximos meses

Buscando confiança

Números de abril mostram melhora do IRB, mas queda da ação mostra que desconfiança persiste

Estratégia de rever contratos, principalmente no exterior, diminuiu as receitas fora do Brasil, mas ajudou sinistralidade e resultado final

Economia dos eua

Dirigente do Fed admite inflação alta, mas defende contínuo apoio monetário

Presidente da distrital do banco admitiu que as leituras recentes de inflação estão “altas” e devem ser monitoradas de perto

Aperto monetário

Vem aí uma alta de 1 ponto na Selic? Por que o mercado elevou as projeções para os juros após a ata do Copom

Juro básico da economia pode subir para 5,25% ao ano já em agosto se o Copom decidir apertar o ritmo de elevação da Selic para conter as pressões inflacionárias

Novo passo

PDG lança Vernyy, nova unidade de negócios de prestação de serviços imobiliários

Construtora está diversificando atividades como parte do seu plano de recuperação judicial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies