Menu
2019-03-27T15:10:42+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bolsa

Itaú e BTG venderão ações da Eneva em oferta que pode movimentar R$ 1,1 bilhão

O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa de energia, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações da Eneva, que reagem em queda na bolsa ao anúncio da oferta

27 de março de 2019
15:09 - atualizado às 15:10
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva - Imagem: Divulgação

Os acionistas da empresa de geração de energia Eneva (ENEV3), incluindo o Itaú Unibanco e o BTG Pactual, vão vender parte de suas ações em uma oferta na bolsa. Com base nas cotações de ontem, a operação pode movimentar até R$ 1,1 bilhão.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Como costuma acontecer, as ações da Eneva reagiram em queda à notícia recuavam 2,85% por volta das 14h40, para R$ 18,07. Mas não se trata de um desempenho tão ruim assim se levarmos em conta que o Ibovespa hoje opera em baixa expressiva de 2% em meio à desarticulação política em Brasília.

Para quem não se lembra, a Eneva é a antiga MPX, criada pelo empresário Eike Batista. Depois do colapso das empresas do grupo do ex-bilionário, a Cambuhy, empresa de investimentos que tem entre os sócios Pedro Moreira Salles, copresidente de conselho do Itaú, entrou no capital e assumiu a gestão da companhia.

Como parte do processo de reestruturação, os bancos converteram a dívida que tinham com a Eneva em ações. O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações.

Além dos dois bancos, a alemã Uniper, o Banco Pine e a Dommo (a antiga OGX Petróleo) venderão ações na oferta. A Cambuhy manterá sua posição na companhia, que atua de forma integrada na exploração de gás natural usado na geração de energia.

Compro ou não compro?

A oferta de ações será realizada com esforços restritos de colocação, que dispensa o registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Mas é destinada apenas a investidores profissionais, que possuem pelo menos R$ 10 milhões para aplicar.

De todo modo, você pode adquirir diretamente as ações da Eneva na bolsa a qualquer momento. Vale a pena? A empresa possui hoje quatro recomendações de compra de analistas e nenhuma de manutenção ou venda, de acordo com dados da Bloomberg.

O preço por ação na oferta de ações ocorrerá no dia 4 de abril. Os bancos Itaú BBA, BTG Pactual, Santander e Citi coordenam a emissão.

A oferta da Eneva será a quarta realizada na bolsa brasileira neste ano. Antes da empresa, vieram a mercado rede de fast food Burger King, a resseguradora IRB e da empresa de locação de veículos Localiza. No total, as emissões movimentaram pouco mais de R$ 5 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Nem tudo que reluz rende

Ouro de tolo? Saiba por que grandes fundos agora esperam a queda do metal

Com a redução das incertezas globais, as gestoras como a SPX, Kapitalo Investimentos, Truxt Investimentos, Novus Capital reduziram ou inverteram a posição na commodity

A Bula do Mercado

Mercado torce por boas novas

Investidor busca por notícias que apontem para acordo comercial de fase 1 entre EUA e China, enquanto tenta se desviar da turbulência política na América Latina

Adiós, hermanos

Petrobras deixa de negociar ações na bolsa de valores da Argentina

Companhia informou que os investidores argentinos que tenham ações da Petrobras poderão mantê-las na Caja de Valores ou vendê-las em mercados estrangeiros

um taxa a menos

Governo acaba com seguro obrigatório DPVAT

Medida foi assinada por Jair Bolsonaro e passa a valer já em 2020

Ponto polêmico

Excluído da MP da liberdade econômica, trabalho aos domingos volta

MP inclui a possibilidade na CLT, com a ressalva de que para os estabelecimentos do comércio deverá ser observada a legislação local

Desacelerou

Ministros de comércio dos Brics observam perda de impulso na economia mundial

Autoridades dizem concordar que a “liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico

Seu Dinheiro na sua noite

Onde Bolsonaro encontra Dilma

Albert Einstein já dizia que é loucura repetir a mesma coisa esperando obter resultados diferentes. Pois o governo aposta em uma fórmula que já se mostrou equivocada no passado recente para tentar resolver um problema crônico do país: o desemprego. A desoneração da folha de pagamento, medida que foi adotada no governo Dilma, é um […]

Onda tecnológica

Fintechs de crédito são ‘sucesso absoluto’, diz diretor do BC

Autoridade monetária já concedeu licenças a dez SCD e quatro Sociedades de Crédito Entre Pessoas (SEP)

Programa Verde Amarelo

Bolsonaro assina medida que reduz custo para contratação de jovens

Programa atenderá jovens entre 18 e 29 anos que ainda não tiveram seu primeiro emprego. Custo da mão de obra cai entre 30% e 34% para as empresas que aderirem

Valeu, foi bom, adeus

Bolsonaro deve anunciar amanhã saída do PSL em reunião com deputados aliados

Segundo deputados do PSL, o presidente deve se manter, por enquanto, independente, até encontrar um novo partido

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements