Menu
2019-11-18T14:27:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
com o caixa cheio

Neon recebe investimento de R$ 400 milhões do Banco Votorantim e do fundo General Atlantic

Recursos devem acelerar o crescimento da empresa e aumentar a densidade da marca nas capitais fora do eixo Rio-São Paulo

18 de novembro de 2019
14:00 - atualizado às 14:27
Sala da Neon da FGV
Sala da Neon da FGV - Imagem: Divulgação / Instagram

A Neon Pagamentos anunciou nesta segunda-feira (18) que recebeu um investimento de R$ 400 milhões do fundo de private equity General Atlantic e do Banco Votorantim. É a segunda rodada de captação da Neon. A primeira, em maio de 2018, foi de R$ 72 milhões, liderada pelo fundo Monashees.

Os recursos devem acelerar o crescimento da Neon e aumentar a densidade da marca nas capitais fora do eixo Rio-São Paulo. Lançada em 2016, a empresa que hoje tem quase 2 milhões de contas ativas informa que planeja utilizar o dinheiro para aumentar a oferta de produtos, investir em tecnologia e na contratação de talentos.

Segundo o sócio e fundador da Neon, Pedro Conrade, a condução dos negócios da fintech deve continuar independente, preservando seu modelo. “O aporte nos dá fôlego para seguir crescendo num ritmo ainda mais intenso e investir ainda mais em tecnologia e marketing”, afirma

Ao longo de 2019, a Neon fez movimentos importantes, como a aquisição da MEI Fácil - visando fortalecer sua estratégia no segmento PJ -, além do lançamento da sua primeira campanha publicitária e contratação de executivos nas áreas de risco e controle.

Acompanhado dos fundos de venture capital Monashees, Omidyar Network, Propel, Quona e Mabi, o mais recente aporte também é um passo importante do Banco Votorantim na área digital - que planeja diversificar ainda mais suas fontes de receita. Com mais de 25 anos, a instituição é o quinto maior banco do País.

O investimento está sujeito, entre outras condições, à aprovação por parte de órgãos reguladores.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

país em crise

Concorrente do Uber, Cabify encerra operações no Brasil por conta da pandemia

Fundada há 10 anos em Madri, empresa enfrentou um mercado altamente competitivo no Brasil, mas crise recente foi decisiva para startup deixar o país

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Estreia na segunda

Hashdex capta mais de R$ 615 milhões para o primeiro ETF de criptomoedas

O ETF replicará um índice desenvolvido pela Nasdaq com a própria gestora Hashdex e estreia na bolsa brasileira na seugnda-feira (26)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies