Menu
2019-04-14T10:03:30-03:00
Estadão Conteúdo
Foi dada a largada

PSDB municipal abre movimento pró-reeleição de Bruno Covas em SP

Tucano será aclamado pré-candidato na convenção municipal da sigla no momento em que tenta encontrar uma marca para sua gestão

14 de abril de 2019
9:43 - atualizado às 10:03
Bruno Covas, João Doria e Geraldo Alckmin
Bruno Covas, João Doria e Geraldo Alckmin - Imagem: Dario Oliveira/Estadão Conteúdo

O PSDB deve fazer neste domingo, 14, o primeiro gesto explícito de apoio à reeleição do prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

Pouco mais de um ano depois de assumir o cargo, após o hoje governador João Doria renunciar ao cargo para disputar o Palácio dos Bandeirantes, o tucano será aclamado pré-candidato na convenção municipal da sigla no momento em que tenta encontrar uma marca para sua gestão.

Neto do ex-governador Mário Covas, Bruno adotou um discurso diferente do feito por Doria, afastou-se do aliado e tenta se firmar como um polo de poder no partido.

Enquanto o grupo político do governador prega uma guinada conservadora e liberal no PSDB, o de Covas fala em voltar às origens da social-democracia e dialogar com a esquerda.

O escolhido para comandar o diretório do PSDB na capital, e também a campanha de Covas em 2020, foi o sociólogo e pesquisador Fernando Alfredo.

Chefe de gabinete da subprefeitura de Pinheiros, ele é um aliado histórico do prefeito. “O PSDB não é e nem será um partido de direita. Historicamente ele é mais próximo da esquerda do que da direita”, disse Alfredo ao Estado.

O novo dirigente se diz “radicalmente contra” a ideia, defendida pelo grupo de Doria, de mudar o nome do PSDB e refundar o partido.

“Somos o partido da social-democracia. Não temos que refundar ou mudar de nome, mas que resgatar a bandeira da social-democracia”.

Ainda segundo Alfredo, o prefeito Bruno Covas é uma liderança nacional “do mesmo tamanho” que o governador João Doria.

Na articulação para a composição da chapa da executiva do PSDB paulistano, Doria tentou emplacar um nome de sua confiança que atua na Prefeitura: o vereador e secretário da Casa Civil, João Jorge.

O governador, porém, foi demovido da ideia ao ser alertado que isso poderia abrir uma crise interna, já que Alfredo não aceitaria desistir do cargo. Doria indicou, porém, o seu chefe de gabinete, Wilson Pedroso, para o cargo de secretário geral.

Pelo acordo entre prefeito e governador, Doria vai indicar a maioria dos cargos do diretório estadual do PSDB, em maio.

O novo presidente da sigla no Estado será o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

O governador também articula indicar aliados para os cargos chave do diretório nacional do partido. Doria escolheu o ex-deputado pernambucano Bruno Araújo para presidir o PSDB nacional.

Para o sociólogo Rodrigo Prando, professor da Universidade Mackenzie, Covas terá muita dificuldade para se reeleger em São Paulo, apesar do contar com a máquina da prefeitura.

“Ele não conseguiu imprimir uma marca na gestão e o PSDB está em uma situação muito difícil. O prefeito também parece estar enfadado no cargo”, afirmou.

*Com o jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Recorde

Estrangeiros põem R$ 30 bilhões na bolsa brasileira em novembro

Trata-se de recorde de entrada de recursos estrangeiros em um mês, impulsionado pela migração de recursos para bolsas emergentes; movimento por aqui, porém, pode ser passageiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies