2019-05-09T12:06:57-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Caixa venderá R$ 7 bilhões em ações da Petrobras

Oferta de ações foi registrada nos EUA e faz parte do plano de se desfazer de até R$ 15 bilhões em participações até junho

9 de maio de 2019
12:06
Montagem da fachada da Caixa e Petrobras
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Em abril, informamos que a Caixa Econômica Federal já tinha comunicado à Petrobras sobre os estudos para a venda de ações que detém na companhia. Agora, o processo foi oficializado com o registro de uma oferta de até 241.340.371 ações ordinárias nos Estados Unidos.

De acordo com o prospecto registrado na SEC, órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) brasileira, essas 241 milhões de ações equivalem a 3,24% do total de ações ordinárias da empresa.

Não há um prazo para as vendas serem concluídas, o que permite uma estratégia que não resulte em queda na cotação dos papéis da Petrobras.

O preço máximo sugerido é de US$ 7,27 por ação ou American Depositary Shares (ADS), com a oferta sendo estimada em US$ 1,754 bilhão, algo como R$ 6,94 bilhões (câmbio de hoje). As comissões vão render estimados US$ 212,6 mil aos coordenadores.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, havia anunciado que pretende se desfazer de até R$ 15 bilhões em participações até junho deste ano. Em fevereiro, a empresa deu início ao processo com a oferta de ações da resseguradora IRB, que movimentou R$2,52 bilhões.

A íntegra do prospecto pode ser acessada nesse link.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies