IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-02T18:40:51-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Privatizações

Caixa pretende vender até R$ 15 bilhões em participações até junho

Banco público planeja abrir o capital das unidades de seguros e de cartões no segundo semestre deste ano, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães

2 de abril de 2019
18:40
Pedro Guimaraes, presidente da Caixa Econômica Federal
Imagem: Clauber Cleber Caetano/PR

Dentro da onda de privatizações em curso no governo Bolsonaro, a Caixa Econômica Federal pretende se desfazer de até R$ 15 bilhões em participações detidas diretamente ou via fundos até junho deste ano. A afirmação é do presidente da instituição, Pedro Guimarães.

A Caixa foi a responsável pelo pontapé inicial das privatizações do governo com a oferta de ações detidas pela instituição na resseguradora IRB, em fevereiro deste ano. Ele não citou nomes, mas a próxima venda deve ser a das ações que o banco detém na Petrobras.

A Caixa também planeja a abertura de capital de quatro subsidiárias na bolsa. A oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) das unidades de seguros e de cartões deve acontecer no segundo semestre deste ano, segundo Guimarães.

O banco também pretende vender na bolsa parte das ações das empresas de loterias e gestão de fundos de investimentos (asset management) no primeiro semestre do ano que vem.

"Se a gente não vender pelo menos R$ 100 bi em operações no mercado de capitais eu considero que não tive sucesso", afirmou o presidente da Caixa, que participou hoje de evento promovido pelo Bradesco BBI, em São Paulo.

Sem Bia

Ao falar sobre os desafios à frente da Caixa, Guimarães mencionou a Bia, como é conhecida a plataforma de inteligência artificial do Bradesco.

"Nós não vemos ter a Bia, a Caixa não vai chegar nisso", afirmou.

Guimarães diz que o banco tem prioridades muito mais imediatas. Uma delas é o aumento na base de cartões de crédito.

O presidente da Caixa disse que o banco possui hoje 96 milhões de cartões ativos, mas apenas 5 milhões de cartões de crédito. "Por que não usar a rede de lotéricas para vender cartões e microsseguros? É o básico do básico", disse.

Guimarães disse ainda que a Caixa deve obter entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões com a redução de despesas. Como exemplo de gastos desnecessários, ele citou os sete prédios que o banco tem na Avenida Paulista e outros 15 em Brasília.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Governo eleito

Alckmin avisa que anúncio de novo ministro da Fazenda está próximo

26 de novembro de 2022 - 16:11

Em evento com empresários, vice-presidente eleito prometeu ajuste fiscal permanente e conjunto de reformas

Troca ou devolução

Comprou na Black Friday e se arrependeu? Veja quais são seus direitos

26 de novembro de 2022 - 11:59

O excesso de compras para aproveitar as oportunidades da Black Friday podem se transformar numa ‘ressaca’ no cartão de crédito

Recomendação de compra

Cielo (CIEL3) já dobrou de preço, mas ainda pode subir mais de 50% na bolsa, diz Santander. Confira detalhes

26 de novembro de 2022 - 9:48

Analistas do banco veem a Cielo (CIEL3) com vantagem competitiva em relação a adquirentes como Stone e PagSeguro

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: PIB do 3º trimestre no Brasil e payroll nos EUA são destaques de semana cheia

26 de novembro de 2022 - 8:11

A agenda econômica estará carregada nesta semana, com dados importantes de atividade e inflação a serem divulgados no mundo

Aperte o play!

Só acaba quando termina: Lula talvez não consiga gastar tanto assim; como isso mexe com seus investimentos?

26 de novembro de 2022 - 8:00

No podcast Touros e Ursos desta semana, PEC da Transição, Haddad na Fazenda, Petrobras e, é claro, futebol

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies