Menu
2019-06-07T18:49:55-03:00
Estadão Conteúdo
Pessoal ambicioso

Banco Inter quer ser sexto maior banco em número de correntistas no final do ano

Estimativa foi feita pelo presidente do banco ao comentar o acordo fechado com a Wiz para a venda de 40% da participação da corretora Inter Seguros

9 de maio de 2019
15:01 - atualizado às 18:49
Retrato do presidente do Banco Inter, João Vitor Menin
João Vitor Menin, presidente do Banco Inter - Imagem: Bruno Figueiredo/Seu Dinheiro

O presidente do Banco Inter, João Vítor Menin, afirmou que a instituição pretende ser o sexto maior banco em número de correntistas até o final do ano, ao comentar o acordo fechado com a Wiz para a venda de 40% da participação da corretora Inter Seguros.

"É importante para os negócios de seguridade ter uma ampla base de clientes", disse Menin em almoço com jornalistas.

"A seguridade digital vai ser passo importante para ampliar a base de correntistas que usam os serviços do banco", acrescentou. O Banrisul ocupa hoje o posto de sexto maior banco em clientes, com 2,7 milhões de pessoas.

Menin disse que no primeiro trimestre dos 2 milhões de correntistas, 27 mil pessoas tinham seguro contratado, sendo o mais contratado o de proteção de cartões, o "cartão protegido". As operações da instituição no setor de seguros começou em abril do ano passado.

O diretor financeiro do Wiz, Marcus Martino, observou que 70% das receitas de 2018 do Inter estão nos negócios habitacionais, por isso a importância de melhor aproveitar o negócio de seguros na instituição.

A base de clientes do Inter continuará a fazer negócios via Inter Seguros, que terá a participação da Wiz apenas, explicou Menin.

"O que faz a seguridade ser relevante e bem adequada é o trânsito das pessoas dentro dos serviços do banco, por meio do qual pode-se atender bem o cliente", observou Martino.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Seleção da bolsa

As ações favoritas para o mês de março, segundo 13 corretoras

Com o cenário de incertezas ainda em alta, o mercado opta mais uma vez para papéis que podem atuar como porto seguro. Confira as principais recomendações dos analistaws

Sextou com o Ruy

A rentabilidade do vizinho é maior que a sua? Tome cuidado com os ganhos dos “traders perfeitos”

A inveja é, sem dúvida alguma, uma das piores inimigas de um investidor – isso se não for a pior. E quando estamos em um bull market (mercado em alta) parece que temos que lidar o tempo todo com ela

Vêm proventos por aí

B3 anuncia quase R$ 2 bi em dividendos, além de recompra e desdobramento de ações

Conselho de administração da companhia aprovou pagamento de dividendos do quarto trimestre e dividendos extraordinários referentes a 2020

Cenário pandêmico

B3 lucra R$ 4,2 bilhões em 2020, alta de 53%, com volatilidade dos mercados, ofertas de ações e juros baixos no Brasil

Cenário pandêmico acabou beneficiando os resultados da companhia, resultando em volatilidade e juros baixos que impulsionaram investidores e empresas a recorrerem ao mercado de capitais

O melhor do seu dinheiro

A semana que vem, enfim, chegou

Depois de uma série de adiamentos, a PEC Emergencial enfim foi aprovada em dois turnos pelo Senado. A medida permitirá o retorno do auxílio emergencial, que ficará limitado ao teto de R$ 44 bilhões, que quase foi derrubado, mas acabou ficando. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados. O avanço foi comemorado pelo […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies