Menu
2018-11-24T17:01:08-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Livrarias em crise

Em acordo, editoras exigem que Saraiva pague livros à vista

Para apoiar recuperação judicial da Saraiva, editoras exigem garantias mais claras; acordo semelhante com a Livraria Cultura está no forno

24 de novembro de 2018
17:01
Fachada de loja Livraria Saraiva
Livraria Saraiva fechou quase 20 lojas e pediu recuperação judicial - Imagem: Wikimedia Commons

As editoras condicionaram o apoio à recuperação judicial da Saraiva, pedido na última sexta (23), ao pagamento à vista por todos os livros enviados à livraria, incluindo as encomendas de Natal. Os fornecedores toparam adiar o recebimento de débitos antigos, mas fecharam acordo na quinta-feira para exigir garantias claras daqui para frente.

Segundo apurou o jornal "O Estado de S. Paulo", um contrato parecido é esperado da Livraria Cultura, que também pediu recuperação judicial. Segundo uma fonte do jornal, as negociações com a rede se estenderam pela sexta-feira. No entanto, a situação de caixa da empresa não permitiria pagamentos imediatos de grande porte.

A Cultura se vê numa situação mais difícil que a Saraiva. Apesar de ter fechado quase 20 pontos de venda nas últimas semanas, a Saraiva tem 85 unidades em funcionamento espalhadas pelo país, enquanto a Cultura está restrita a algumas capitais, com 15 lojas.

Além disso, o endividamento da Cultura, de R$ 285 milhões, é proporcionalmente maior em relação à capacidade de faturamento da empresa do que a dívida da Saraiva, que é de quase R$ 700 milhões.

Segundo o "Estadão", fontes do mercado se questionam se a Cultura teria lastro financeiro para garantir o fornecimento de livros nas próximas semanas. A assessoria de imprensa da empresa não retornou à reportagem até o fechamento da edição.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

algumas linhas

Banco do Brasil e Itaú Unibanco anunciam corte de juros acompanhando a Selic

Os dois bancos vão reduzir os custos de algumas linhas para pessoas físicas e empresas, a partir da próxima segunda-feira

Exclusivo SD Premium

As ações campeãs para o mês de agosto, segundo 13 corretoras

As empresas de perfil campeão estão prontas para surfar a retomada econômica – mesmo que ela demore mais um pouco para chegar. Confira a seleção dos analistas

covid no brasil

Covid-19: Brasil tem 97.256 óbitos e 2,02 milhões de recuperados

Atualmente, 741.180 pacientes estão em acompanhamento

Resultados que mexem o mercado

Braskem, AES Tietê, SulAmérica: os balanços que movimentam o mercado nesta quinta

Resultados financeiros do primeiro trimestre afetam mercado em meio à pandemia

seu dinheiro na sua noite

O fim de um ciclo?

Após um ano de cortes sucessivos, o atual ciclo de queda da taxa básica de juros, a Selic, parece ter chegado ao fim nesta quarta-feira. No início da noite, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou a redução dos juros em 0,25 ponto percentual, para 2,00% ao ano, como já era esperado […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements