Menu
2019-04-04T14:51:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novos dados do Caged

Economia cria 57.733 vagas de trabalho com carteira assinada em outubro

Resultado veio positivo, mas ficou abaixo da mediana da expectativa de mercado

21 de novembro de 2018
18:11 - atualizado às 14:51
carteira-de-trabalho
Saldo acumulado do Caged em 12 meses ficou positivo em 444.483 vagas - Imagem: Shutterstock

O Brasil registrou a criação de 57.733 novas vagas com carteira assinada em outubro de 2018, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira, 21, e antecipados pelo presidente Michel Temer no Twitter.

Apesar de positivo, o resultado ficou abaixo da mediana da expectativa dos analistas de mercado consultados pela Broadcast/Estadão, que era de abertura de 65 mil novas vagas. O intervalo das projeções apontava para criação entre de 29 mil a 154 mil novos postos.

Os números finais de outubro decorrem de 1.279.502 admissões e 1.221.769 demissões ao longo do mês. O dado inclui os contratos firmados já sob as novas modalidades previstas na reforma trabalhista, como a jornada intermitente e a jornada parcial.

Com esse resultado mais os ajustes feitos em meses anteriores - que incorporam declarações de contratação ou demissão feitas fora do prazo -, o saldo do Caged em 12 meses ficou positivo em 444.483.

Em 2015 e 2016, o País eliminou mais de 3,5 milhões de vagas formais. Em 2017, o mercado de trabalho melhorou, mas não escapou de um saldo ficou negativo em 20,8 mil postos.

Serviços e comércio na liderança

Os serviços abriram 34.133 postos com carteira assinada em outubro, e o comércio teve saldo positivo de 28.759 novas vagas no período. Juntos, os dois setores comandaram as contratações no mês passado.

A indústria de transformação gerou 7.048 vagas formais em outubro, enquanto a construção civil ficou com saldo positivo em 560 postos.

Mas o saldo final acabou sendo afetado pelas demissões na agricultura, que teve contratação líquida de 13.059 postos. Boa parte das vagas foi cortada no setor de cultivo de soja e no segmento de produção de sementes.

A administração pública também demitiu (-353), e o setor de extração mineral criou 377 novas vagas.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Disparada

No embalo do recorde do bitcoin, ações da Coinbase disparam mais de 70% na estreia na Nasdaq

O CEO da empresa, Brian Armstrong, comentou mais cedo sobre a abertura de capital da Coinbase ao portal CNBC

Fura-teto?

Criticado, governo vai rever PEC que livra obras do teto

O texto não caiu bem entre economistas, parlamentares e membros do próprio governo federal

Relembre a história

Crime e castigo: Bernie Madoff, responsável pela maior pirâmide financeira da história, morre na cadeia

Condenado a 150 anos de prisão, financista que fraudou US$ 20 bilhões e enganou milhares de investidores morreu em desgraça aos 82 anos. Conheça sua história e relembre seus crimes.

Atividade em queda

Indicador da FGV mostra contração da economia em março com agravamento da pandemia

A queda nas expectativas dos consumidores foi um dos destaques negativos entre os componentes do indicador

Benefício com garantia

Paulo Guedes reeditará BEm somente após a aprovação do Orçamento ou da PEC “fura-teto”

“O ministro disse ‘ou um, ou outro, o que sair primeiro a gente faz o BEm'”, afirmou Paulo Solmucci, presidente da Abrasel

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies