Menu
Nicholas Sacchi
Crypto News
Nicholas Sacchi
2019-07-17T23:39:08+00:00
Crypto news

Os desafios do Facebook para enfrentar os burocratas e defender a Libra, a sua moeda digital

Na primeira audiência realizada sobre a criptomoeda no Senado dos EUA, os parlamentares não pegaram leve. E não será nada fácil convencer a todos, já que a moeda está ligada a uma rede com mais usuários do que a população dos Estados Unidos

18 de julho de 2019
12:00 - atualizado às 23:39
Montagem do logo da Libra (Criptomoeda do Facebook Libra) em uma criptomoeda
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Não é surpresa que o Facebook esteja enfrentando escrutínio regulatório com o seu projeto de meio de pagamentos. Afinal, estamos falando de uma rede com mais de 2 bilhões de usuários criando sua própria moeda.

Para se ter uma noção dessa ordem de grandeza, basta colocar o valor em perspectiva. A população dos EUA, por exemplo, é de 327,2 milhões de habitantes (dados de 2018).

Isso significa que o impacto de um novo meio circulante numa rede desta proporção ameaça a soberania de basicamente todas as moedas circulantes no mundo.

Não é à toa que a equipe responsável pelo projeto vem se reunindo com entidades regulatórias de todo o mundo a fim de endereçar todas as questões que eventualmente possam surgir.

Ontem foi a vez de David Marcus, líder do projeto Libra, ser ouvido no Senado americano. E os senadores não pegaram leve, já que o Facebook tem um histórico, digamos, não tão exemplar quando a questão em pauta é a privacidade do usuário.

E ela fica ainda mais complicada quando os dados obtidos pela empresa envolvem a vida financeira de seus usuários.

O Facebook terá ainda que traçar as diretrizes para proteção do consumidor num cenário extremamente complexo, haja vista que, como pontuou a senadora Kyrsten Sinema, não há clareza sobre a qual governo um usuário americano que utiliza uma carteira desenvolvida na Espanha e eventualmente tenha seu acesso violado deve recorrer.

Outra preocupação levantada pelos senadores é com relação à lavagem de dinheiro e ao financiamento ao terrorismo, que, segundo Marcus, a associação Libra endereçará com a aplicação dos mais elevados padrões de compliance utilizados no setor bancário, como KYC e AML.

O resultado continua sendo o mesmo, para nossa sorte: o Facebook está fazendo um esforço massivo para enfrentar os burocratas e ajudar a desenhar as diretrizes regulatórias para o setor, que poderá se beneficiar muito da iniciativa.

Vamos aguardar os próximos episódios…

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements