Menu
2019-06-07T18:39:37+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Dinheiro foi bloqueado pela empresa

Dono da maior bolsa de criptomoedas do Canadá morre e clientes ficam com US$ 190 milhões bloqueados

Cerca de 115 mil investidores tentaram sacar seus investimentos após a morte de Gerald Cotten, mas descobriram que os valores estavam bloqueados

5 de fevereiro de 2019
16:53 - atualizado às 18:39
gerald-cotten
Cotten faleceu na Índia em dezembro do ano passado - Imagem: Facebook/Reprodução

A morte do fundador da maior bolsa de criptomoedas do Canadá tornou-se um pesadelo para milhares de clientes da instituição. Depois de serem informados sobre a morte de Gerald Cotten, cerca de 115 mil investidores resolveram retirar seu dinheiro e, ao acessar o site da QuadrigaCX, descobriram que os valores estavam bloqueados. No total, US$ 190 milhões em fundos ficaram retidos na empresa.

Cotten faleceu na Índia em dezembro do ano passado devido a complicações da chamada Doença de Crohn. A QuadrigaCX, no entanto, só anunciou a perda em janeiro deste ano.

https://www.quadrigacx.com/gerald-cottenIt is with a heavy heart that we announce the sudden passing of Gerald Cotten,...

Posted by Quadriga CX on Monday, January 14, 2019

Depois que o dinheiro foi bloqueado, a empresa sumiu do mapa e só voltou a dar informações sobre o caso semanas depois. Na ocasião, a companhia revelou por meio de seu site e redes sociais que havia pedido concordata na suprema corte da província canadense da Nova Escócia.

Dear Customers,An application for creditor protection in accordance with the Companies' Creditors Arrangement Act...

Posted by Quadriga CX on Thursday, January 31, 2019

Em decisão, o juiz Michael Wood deu à QuadrigaCX uma suspensão de 30 dias de suas operações, em uma tentativa de impedir que ações judiciais contra a empresa sejam julgadas neste momento. No bom e velho português, a QuadrigaCX ganhou tempo para recuperar os US$ 190 milhões bloqueados e ressarcir seus clientes sem que seja alvo de processos.

A diretoria da bolsa também pediu que o tribunal aponte o grupo internacional de auditoria Ernst & Young para fiscalizar as operações enquanto a empresa tenta recuperar seus ativos perdidos.

O dono da chave

A justificativa dada pela empresa para o bloqueio dos investimentos foi que Cotten era a única pessoa autorizada a transferir fundos da QuadrigaCX entre a chamada "carteira fria" da empresa - um sistema seguro de armazenagem offline - e a "carteira quente", ou servidor online. A empresa não tinha contas em bancos e usava serviços terceirizados para administrar pagamentos e saques.

A viúva do empresário, Jennifer Robertson, disse que chegou a contratar um especialista para conseguir acessar o conteúdo do notebook de Cotten, sem sucesso.

Na declaração aos clientes, a QuadrigaCX disse que trabalhou durante esse tempo para localizar e proteger as reservas de criptomoedas detidas em suas carteiras frias, mas que "infelizmente, esses esforços não deram resultado".

A diretoria da bolsa de cripto agora pensa em vender seus os ativos na bolsa para tentar quitar as dívidas. Mas já há quem diga que a solução para o problema seja a venda da empresa.

Segundo o jornal The Washington Post, a QuadrigaCX enfrentou diversos problemas legais nos últimos 12 meses. No início do ano passado, o Canadian Imperial Bank of Commerce congelou mais de US$ 25 milhões em ativos da empresa depois de constatar irregularidades nos procedimentos de pagamento da bolsa. O tribunal superior de justiça da província de Ontário assumiu então o controle dos fundos, que foram devolvidos à QuadrigaCX dias antes da morte de Cotten.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEGUE O JOGO

Saída de Levy não deve ter impacto sobre a reforma da Previdência, diz especialista

No entanto, mesmo com eventual aprovação da reforma previdenciária, dificilmente haverá retomada considerável da confiança, diz Rafael Cortez

ANÁLISE

“Chicago Boy”, Levy transitou no petismo e no Bolsonarismo – e foi alvo dos dois”

Assim como o ministro da Fazenda, Paulo Guedes, Joaquim Levy é um nome conhecido do mercado; estopim da demissão foi a nomeação de advogado

DE OLHO NAS AÇÕES

Petrobras faz maior descoberta desde o pré-sal, em Sergipe e Alagoas

Divulgada no mês passado, a descoberta deve gerar R$ 7 bilhões de receita anual à estatal e sócias, calcula a consultoria Gas Energy

MUITO RICOS X MAIS RICOS AINDA

Esta é a grande diferença entre milionários e bilionários, segundo autor

Milionários e bilionários podem ser grupos muito mais distintos do que a maioria acredita. Segundo especialista, esse contraste fica claro com a resposta para uma pergunta

MÚSICA PARA OS OUVIDOS

Energia deve ter nova rodada de privatização

A privatização de estatais é uma das alternativas propostas pelo Plano Mansueto para Estados que precisarem de socorro da União

Seu dinheiro no domingo

O mercado sempre oscila entre o cenário perfeito e o desesperador. Saber onde estamos é o segredo para ganhar dinheiro

Se a percepção prevalente no mercado é de que as coisas só podem melhorar, o investidor deve encarar isso com cautela

DIÁLOGO CORDIAL

Presidente do BNDES conversou com ministro da Economia sobre demissão

Levy entregou seu pedido de demissão do cargo ao ministro após ser alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro neste sábado (15)

TCHAU

Presidente do BNDES confirma pedido de demissão após declarações de Bolsonaro

Levy foi alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro no sábado (15), em função da nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor

REDUÇÃO DE DANOS

Nada impede que a capitalização seja aprovada no 2º semestre, diz Maia no Twitter

O presidente da Câmara defendeu que a questão pode até ficar de fora do primeiro texto da reforma, mas destacou propostas já em andamento na área

CABEÇA A PRÊMIO

Gustavo Franco e Salim Mattar são cotados para substituir Levy

A avaliação é a de que a permanência do atual presidente do BNDES tornou-se insustentável depois da bronca em público do presidente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements